abr
10

Postado em 10-04-2009 17:20

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 10-04-2009 17:20

Buenos Aires:o exemplo segue vivo

O comentário a seguir foi postado em um dos melhores e mais acessados sites do País, o “Alma Carioca” (http://almacarioca.net ) , do jornalista Paulo Afonso Texeira, que reproduziu semana passada o artigo “Enterro de um Exemplo”, que este editor do Bahia em Pauta escreveu sobre a morte do ex-presidente Raul Alfonsin, em Buenos Aires. O comentário é da argentina Susana B. Alvis Etcheverry, que vive atualmente em Basília, e creio merece a publicação tambem neste site-blog, com o mesmo destaque que a mensagem recebeu do “Alma Carioca”, pela beleza do texto e o valor de seu conteúdo. Confira (VHS).

————————————————————————————————————————————–

Por Susana B. Alvis Etcheverry
Comentário em “Raúl Alfonsin – O enterro de um exemplo“, de Vitor Hugo Soares.

“Nasci argentina, e tive muito orgulho disso quando votei pela minha primeira vez. Meu voto foi para ele: Raúl Alfonsín. Também foi para ouvi-lo falar quando fui ao meu primeiro comício. E também, foi nele em quem se concentrava não sei se tudo o que eu queria para o meu país. Porém, sem dúvida, não era nos outros. Não era nos peronistas e muito menos nos militares.

É verdade que cada argentino carrega até hoje as dores da ditadura, os horrores, as lembranças de um tempo que não quer e não deve ser esquecido. Todos perdimos alguém para as Juntas. Do peronismo da época: não há de existir um argentino que não lembre da imagem de Herminio Iglesias queimando o caixão…

Alfonsín foi como o ar puro entrando nos pulmões. Todos queriamos a democracia. Todos, também, a justiça. Depois de tantos excessos, das guerras, queriamos a paz. Das mentiras, queriamos a verdade. Queriamos viver, fato que não era garantia um tempo antes, mesmo sem “ter nada a ver”, como se falava por lá… como tampouco o eram a liberdade, o fato de ir, ou de vir. Falar. Cantar. Escrever. Estudar. Escolher. Trabalhar…

É verdade: ele não conseguiu fazer tudo o que tinha se proposto. Mas fez, quiçá, algo maior e inesquecível: trouxe de volta o espírito democrático e tudo o que isso significa. Cooperou decisivamente para reafirmar valores e difundi-los, sem ter vergonha disso em um país onde ser ético já foi considerado coisa de babacas…

Chorei suavemente o dia em que soube de sua morte. Fiz um comentário breve que continha, na verdade, um enorme sentimento de saudade aliada a uma impressão de esgotamento social do que eu mais identificava nele: a integridade.

E enquanto isto escrevo, sinto que me invade uma enorme emoção. A imagem de Alfonsín se me aparece nitidamente, ao tempo que ecoam retumbantes as palavras e a música instigantes: “lute, lute, lute, não deixe de lutar…!!!”

Saí da Argentina na época de Menem e vivo aqui, em Brasília. Sou agora cidadã brasileira, com direito a voz e voto e confesso algo do que estou absolutamente convicta: uma epidemia de Alfonsins, faria muito bem ao mundo. Pena que ele foi só um. Fica, porém o legado para quem quiser imitar. Quem vai engrossar as fileiras? Você topa?”

abr
10

Postado em 10-04-2009 15:54

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 10-04-2009 15:54

Wagner:jejum amargo para os Auditores

Foi publicada no Diário Oficial do Estado na Bahia, nesta Sexta-Feira da Paixão (9/4), o ato assinado pelo governador Jaques Wagner, sancionando a Lei nº 11.470, que institui o novo Redutor Salarial na Secretaria da Fazenda (SEFAZ). “O governador assinou o ato que coloca nos trilhos o “Trem da Alegria” da SEFAZ na calada do feriado, envergonhado com a repercussão negativa”, reclamam os Auditores Fiscais do Estado ,em greve, através do boletim informativo do IAF-Sindical, órgão representativo da categoria.

O governador assinou na quinta-feira (8), para publicação no D.O. de hoje, a Lei que altera dispositivos das leis 3.956, de dezembro de 81; 8.210, de março de 2002, 7.801, de fevereiro de 2001; 8.587, de abril de 2003, e dá outras providências. Leia a íntegra da Lei que institui o novo Redutor de Salários da SEFAZ no site do IAF-Sindical: (http://iaf.org.br ).

(Vitor Hugo Soares)

abr
09

Postado em 09-04-2009 23:08

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 09-04-2009 23:08

IMAGENS DA SEMANA SANTA

Em Sevilla, na região espanhola da Andalucia, na moderna Europa do Sec. XXI, tudo parece retornar no tempo quando é Semana Santa. Na expressiva imagem desta Quinta-Feira Santa dos cristãos, Penitentes espalham incenso nas ruas.


Na China a multiplicidade de cores na imagem da mulher que homenageia seus ancestrais no Ching Ming, festividade oriental que coincide com o período da semana santa.

abr
09

Postado em 09-04-2009 22:11

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 09-04-2009 22:11

Waldir:mais um ciclo

O ex-ministro e ex-governador, Waldir Pires, passa a Semana Santa e a Páscoa ao lado de familiares em seu apartamento do Rio de Janeiro. A amigos mais próximos ele tem dito que dedica-se nestes dias a fazer arrumações de documento e a encaixotar livros e objetos pessoais de estimação. Seu desejo é fazer a mudança de tudo, talvez ainda na próxima semana para Salvador, e morar de vez apenas na Bahia.

-Estou encerrando mais um ciclo da minha vida -, explica o ex-governador aos curiosos mais próximos e insistentes.

O ciclo passado entre o mar e as montanhas cariocas, bem entendido, que o acolheram na volta do exílio. Porque a política ele não pensa abandonar tão cedo. Aos 83 anos, Waldir Pires não responde sim nem não, quando lhe perguntam se pretende concorrer ainda a algum cargo, Senador por exempo, em 2010. Mas o brilho nos olhos do ex-governador dispensam resposta.

(Vitor Hugo Soares)

abr
09

Postado em 09-04-2009 15:59

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 09-04-2009 15:59


O padre Marcelo Rossi, celebridade da igreja católica no Brasil e um dos maiores vendedores de disco do País canta neste vídeo, gravado ao vivo em uma celebração , em dupla com o cantor Belo, outro recordista da música, que tem atravessado longo inferno astral desde que foi preso, julgado e condenado por parceria com tráfiicantes de drogas. Aqui o padre artista e o cantor em liberdade interpretam “Noites Traiçoeiras”, sucesso maior nos cultos nas igrejas brasileiras há mais de dois anos, escolhido por Bahia em Pauta como a canção do dia para esta Quinta-Feira Santa.

(Vitor Hugo Soares)

abr
09

Postado em 09-04-2009 14:30

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 09-04-2009 14:30

Governador Wagner com ministro Gilmar/ Imagem STF

Segue sem trégua a guerra do governo Jaques Wagner com os auditores fiscais da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, sob o comando do decretário Carlos Martins. A ida do governador pessoalmente a Brasília para implementar o novo Redutor Salarial para os Auditores Fiscais no STF e conseguir a suspensão de segurança é encarada pelos auditores como a comprovação da intenção do governo do “prejudicar os Auditores Fiscais”, como está registrado com todas as letras no site do IAF-Sindical, como é conhecido o Sindicato dos Auditores da Bahia.

Isto começou, segundo o pessoal do Fisco em greve, com a aprovação do PL 17.713/2008 (”Trem da Alegria” no FISCO) e com a intensificação dos estornos salariais advindos do projeto. Para reforçar o respaldo a seus argumentos , o IAF-Sindical está distribuindo entre seus associados , notícia da assessoria do Supremo, publicada no site do STF no dia 07 de abril, cujo conteúdo O Bahia em Pauta reproduz a seguir:
————————————————————————————————–
“Governador da Bahia pede manutenção do teto salarial do funcionalismo público

O governador do Estado da Bahia, Jaques Wagner, esteve nesta terça-feira (7) com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, para defender a manutenção do teto salarial do funcionalismo público estadual, que hoje é limitado pelo salário do governador. De acordo com ele, o governo estadual vai recorrer ao STF contra uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça da Bahia em favor dos auditores, que aumentou esse teto para o equivalente ao do Judiciário local.

Para o governador, o aumento do teto salarial do funcionalismo público estadual pode causar a desorganização das finanças do estado num momento em que as contas públicas estão sofrendo com a crise financeira”.

———————————————————————————

A suspensão de segurança foi concedida ontem, dia 08 de abril. Auditores da Fazenda da Bahia chamam a atenção para a alegação do geverno de que o aumento do teto salarial do funcionalismo público estadual pode causar a desorganização das finanças do Estado no momento em que as contas públicas estão sofrendo com a crise financeira.

Para os auditores, em lugar de se preocupar com o derretimento acelerado da arrecadação estadual – R$ 518 milhões a menos de ICMS atualizado pelo IGPM de dezembro até março – o governador trabalha para instituir novo Redutor Salarial para os Auditores, promover equiparação branca e ”azedar” de vez o clima na SEFAZ. O impacto real na folha da SEFAZ é de apenas 300 mil mensais , que os Auditores consideram irrelevante no montante das finanças estaduais.
O rufar dos tambores, de lado a lado, indica que a guerra dos Auditores Fiscais com o governo Wagner está longe de acabar.

abr
09

Postado em 09-04-2009 12:48

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 09-04-2009 12:48

Nesta quinta-feira da Semana Santa o Bahia em Pauta começa as atividades do dia com poesia, mas sempre com tudo a ver com informação e opinião, como é do jeito de ser deste site-blog. São alguns versos do poema “O Tocador de Atabaques”, de autoria do poeta fluminense Eduardo Alves da Costa, que o delegado da Polícia Federal, Protógenes Queiroz (nascido em Salvador mas criado em Niteroi, declamou ontem, 08//04, antes de iniciar o seu polêmico (como sempre) depoimento na CPI dos Grampos, do Congresso.

Tem duplo valor, por servir como referência da estratégia de comportamento assumida pelo delegado que conduziu a Operação Satisagraha, e por homenagear um dos melhores e mais relegados poetas brasileiros, cujos versos vibravam no tempo da resistencia dos anos 79, principalmente na voz dos jovens dentros das universidades e nas grandes manifestações contra a intolerância e pela volta das liberdades democrática em um país amordaçado. Vale a pena lembrar o poema, e ler de novo a obra essencial de Eduardo da Costa, para não esquecer.
(Vitor Hugo Soares)

——————————————————————————————–
Eduardo da Costa

O TOCADOR DE ATABAQUE

Eduardo Alves da Costa

“”Querem meu verso de nariz para o ar, / equilibrando a esfera, / enquanto alguém bate com a varinha/ para me por no compasso. / Pedem-me que não seja violento/ e me mantenha equilibrado entre a forma e o fundo, / porque a platéia não deve sofrer emoções fortes”… Mas eu, nascido num tempo de sussurros, / tenho a voz contundente / e por mais que me esforce / não sirvo para cantar no coro ”…

…“Sei apenas tocar atabaques… Assim, me perdoem os amantes e os arquitetos dos labirintos./ Que as senhoras se protejam com o xale/ e os corações delicados se encostem na parede para fugir ás correntes de ar/ Bato no atabaque / até estourar os tímpanos fracos/ e chamo num grito de gozo as almas bravias/ para dançarmos juntos, mordidos pelas mentiras do mundo/ com os nervos envenenados/ e a jugular aos pinotes””…

abr
08

Postado em 08-04-2009 22:55

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 08-04-2009 22:55

Dantas:PF aperta o cerco
Enquanto o delegado Protógones Queiroz, condutor da Operação Satiagraha, prestava depoimento na tarde desta quarta-feira (8) na chamada CPI dos Grampos , a Polícia Federal cumpria mandado de busca e apreensão em escritórios do Banco Opportunity, no Rio de Janeiro, para obter os “livros fiscais de registro obrigatório da contabilidade”.

Em matéria produzida a quatro mãos pelos repórteres Cládio Leal e Thais Bilenky, a revista virtual Terra Magazine informa sobre a batida cujo mandado foi expedido pelo juiz Fausto De Sanctis, da Sexta Vara Federal de São Paulo, responsável pelo processo da Operação Satiagraha. O Opportunity havia se negado a apresentar os livros à PF. Procurado, informa Terra Magazine, o advogado do banco, Andrei Schmidt, atendeu ao telefonema , mas logo em seguida encerrou a ligação; alegou não ter ouvido.

Quase ao mesmo tempo em que, durante seu depoimento na CPI, transmitido pela Globo On-line e Band News em canais fechado, o delegado Protógenes informava que provavelmente ainda durante a reunião da CPI o País teria novidades importantes sobre desdobramentos da Satiagraha, os agentes da PF atuavam no Rio.Os advogados do Grupo Oportunity lançaram nota condenando a ação da Federal nos escritórios das empresas do empresário Daniel Dantas , “mpregnada de arbitrariedade”, segundo o advogado Schimidt.

“Foi executada exatamente no dia em que se inicia o feriado de Páscoa na Justiça Federal, com o evidente objetivo de dificultar a defesa”, diz o advogado na matéria publicada no Terra Magazine. E acrescenta:: “a razão para a Polícia Federal buscar, pela segunda vez, documentos que já tinha em seu poder é evidente: ciente de que a Operação Satiagraha é nula em sua origem, tenta-se novamente acessar documentos para conferir nova aparência a uma prova antiga, já viciada”.

Para a PF, no entanto, a medida tem justificativas sólidas e foi executada com aprovação judicial. “A apreensão de tais documentos fez-se necessária após surgimento de indícios de que as transferências de recursos entre as empresas do Grupo, por meio de contratos de mútuo e AFACs (Adiantamento de Futuro Aumento de Capital), poderiam estar relacionadas a práticas delituosas”.

Leia matéria completa e nota da PF no Terra Magazine ( http://terramagazine.terra.com.br )

abr
08

Postado em 08-04-2009 12:28

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 08-04-2009 12:28

O delegado que comandou a Satiagraha

Olho vivo: protegido por liminar do Supremo, que impede a submissão do depoente a constrangimentos, o delegado da Polícia Federal, Protógenes Queiroz, presta depoimento na tarde desta quarta-feira (8), à CPI dos Grampos do Congresso. O delegado que comandou a Operação Satiagraha em sua primeira e mais polêmica fase, virou alvo de inquérito que apura eventuais excessos cometidos durante a operação, que investiga crimes financeiros atribuídos ao banqueiro Daniel Dantas, do Banco Opportunity, já condenado a 10 anos de prisão em um dos processos.

Segundo a UOL ( do grupo Folha de S. Paulo), embora disponha de salvo-conduto do STF (Supremo Tribunal Federal) para se manter calado na comissão, o delegado mostrou disposição de falar. Protógenes disse que vai manter a versão de que agentes da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) prestaram apenas colaboração “informal” à operação –embora membros da comissão tenham “vazado” já ter levantado que mais de 20 homens da agência participaram diretamente com a Satiagraha.Imperdível!

abr
08

Postado em 08-04-2009 11:36

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 08-04-2009 11:36


No artigo postado abaixo mais cedo, a jornalista Rosane Santana cita desde Boston, no estado americano de Massachusetts, onde ela reside atualmente, a composição “Fora da Ordem’, de Caetano Veloso. Bahia em Pauta aproveita a dica e oferece para começar o dia um revival desta música de letra tão atual e provocativa quanto o artista que a compôs e interpreta no vídeo do You Tube. Confira e opine.
(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos

  • agosto 2019
    S T Q Q S S D
    « jul    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031