ago
07

Postado em 07-08-2009 20:43

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 07-08-2009 20:43

Celebração em Boston
harvard
==============================================
Rosane: prêmo em Harvard
rosane
================================================
Boston – (EUA) -A  jornalista baiana Rosane Santana conquistou o prêmio Dean’s Essay Contest (concurso de composição em inglês) do Summer 2009, do Instituto de Línguas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, onde estuda. Em seu texto, Rosane faz a crítica ao ensino da língua inglesa como instrumento de imposição da cultura americana na América Latina,  para impedir o avanço do comunismo no continente pós-Cuba.

O concurso, que é considerado o ponto alto da agenda do IEL (Institute for English Language Programs), durante a temporada de verão daquela universidade, teve 134 participantes de todo o mundo – o maior número, segundo a diretora do instituto, professora-doutora Lilith Haynes. O prêmio – um livro e um certificado – foi entregue em cerimônia, as 11h30min desta sexta-feira (07/08), seguida de um almoço, com a participacão do reitor Yacob (Harvard College), da diretora do IEL, Lilith Haynes, professores e alunos, nos jardins do Dunster House, em Cambridge, local onde ficam hospedados os estudantes internacionais da Universidade de Harvard.
===============================
Bahia em Pauta comenta: Não é para nos gabar, não, mas hoje é dia de festa também neste site-blog. Rosane Santana, uma das mais brilhantes jornalistas de sua geração na Bahia, é colaboradora ativa e ajudou a pensar este site-blog muito antes de ele vir à luz. Com toda intensidade, generosidade e inteligência que são próprias de Rosane. Ficamos felizes com ela por essa conquista de hoje em Harvard, certos de que muitas mais virão, para ela. E para o Bahia em Pauta, com ela. Tim, Tim !

(Vitor Hugo Soares, editor)

ago
07

Postado em 07-08-2009 15:26

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 07-08-2009 15:26

Deu na coluna

Do jornalista Alex Ferraz, na coluna Em Tempo, da Tribuna da Bahia desta sexta-feira. 7/7:

Quase sadismo (I)

A TV Bahia, no seu noticiário Bahia Meio Dia, apresentou ontem reportagem sobre as marisqueiras do subúrbio ferroviário. Em tom otimista, a matéria revelou, por exemplo, que uma marisqueira de cerca de 60 anos leva dois dias para encher um pequeno balde (cerca de um quilo) e “lucra”, com isso, R$ 10.

Quase sadismo (II)

A reportagem, sem qualquer tom crítico, mostrou ainda a grande quantidade de miseráveis que tiram seu “sustento” daquela atividade, incluindo meninos de 11 anos trabalhando duro. Tudo mostrado como se fosse algo pitoresco, quase uma “solução” social. Sei não, coleguinhas, mas a mim me pareceu quase sadismo…

Leia a íntegra da coluna de Alex Ferraz na Tribuna da Bahia

ago
07

Postado em 07-08-2009 13:16

Arquivado em ( Municípios, Newsletter) por vitor em 07-08-2009 13:16

Juazeiro em transe
vale
=============================================
Luz, Câmera e Punição!

Grazzi Brito

JUAZEIRO (BA) – Foi preso ontem em um shopping de Salvador, enquanto tentava tirar passaporte, Alessandro Bezerra, mais conhecido na região como Alex “Papelão”. Ele estava foragido desde abril de 2007, quando veio a público as gravações de suas relações sexuais com oito mulheres da cidade, sem o consentimento das mesmas, com uma câmera escondida em seu quarto. Dentre elas uma menor, cuja imagem também foi divulgada.

O DVD ultrapassou as fronteiras da cidade. Várias cópias foram vendidas, só não assistiu quem não quis. Complicando assim a vida das namoradas de Alex que tiveram suas vidas invadidas e arrasadas pelo escândalo.  Algumas delas, casadas, foram rechaçadas por seus maridos e a sociedade, outras perderam seus empregos e sumiram. Desses escândalos de parar a cidade, principalmente de interior. Em todas as esquinas, salões, bares, não se comentava outra coisa.

Com a volta de Alex “Papelão” a Juazeiro, para o complexo penal da cidade, onde na época ele era agente penitenciário, deve retomar o assunto. O retorno do criminoso infelizmente deve reaquecer a venda dos DVDs que na época rendeu um bom dinheiro a pessoas oportunistas que comercializaram a gravação criminosa.

E, para as vítimas de Alex, vê-lo agora preso também tem um preço elevado: o assunto que estava esquecido já toma conta novamente das ruas da cidade ribeirinha.

Grazzi Brito, jornalista, mora em Juazeiro da Bahia

ago
07

Postado em 07-08-2009 08:49

Arquivado em ( Artigos, Gilson, Multimídia) por vitor em 07-08-2009 08:49


=============================================
Samambaia das Paineiras
samambaia
====================================================
CRÔNICA/NATUREZA

O Verde é Deus!

Gilson Nogueira

Confessadamente, não dá para deixar para depois a crônica que se pode escrever hoje. Ou, melhor, que eu devo digitar, agora, motivado por foto que fiz, em outubro do ano passado, de uma folha de samambaia. Eu, com minha mulher, minha filha, o marido dela, e a filhinha do casal, a minha netinha genial, de encantos mil, passeávamos, em manhã azul, na Estrada das Paineiras, um dos locais mais espetaculares do planeta, para quem quer sentir-se mais próximo de Deus.

Lá em cima, o Céu, com seu balé de nuvens ligeiras e preguiçosas, compondo a decoração da porta de entrada do infinito.Cá, a Terra, o Rio de Janeiro, com seus contrastes fabulosos, pintando a realidade, entre beleza e dor. O canto do pássaro, escondido na mata, a acusar meus passos e o eco que não quer silenciar das balas perdidas da Cidade Maravilhosa, acompnhavam-me.

A foto lembra-me aquele instante em que cliquei minha Cannon para registrar o sono da samambaia majestosa que se esticava, à beira do caminho, a fim de beijar e de ser beijada, nem que fosse, de longe, com um simples olhar. Dei-lhe um beijo eterno, captando sua majestade, para sempre, na máquina fotográfica digital, com a sensibilidade de quem, naquele dia, enquanto esperava que as pessoas se afastassem, caminhando – entre elas, a netinha do vovozinho “quilido” sorrindo bossa nova nos braços da sua mamãe e da sua vovó coruja – queria ouvir o silêncio, coisa que, um dia, já bem longe, no tempo, escutei de famoso colunista baiano,com gravador, ligado, na Praça da Piedade, em noite baiana do tempo de se andar na rua iluminado pelas estrelas, literalmente, de mãos dadas com a paz, querer tentar o feito.

E foi, ali, de cara para aquele verde imenso e fascinante,com a temperatura na casa dos 11 graus negativos, entre a neblina pintada de sol e o deslumbramento de quem não entende como pode ser tão estúpido o ser humano ao destruir a Mata Atlântica, que, de repente, o arrepio no corpo fez-se inteiro. Assustou-me. Sorri perdões. Tremi e fui em frente. Por um milésimo de segundo, em delírio silenciosamente descomunal, a voz forte, bem forte, entre as árvores altas, vindo de suas copas, a Ordenar-me:Siga, Meu Filho, Siga, Vá ao Encontro dos Seus, Eles Esperam por Você Para o Banho na Fonte de Água Gelada, Logo, Logo, Ali, na Curva, Naquela Subida, Volte Sempre!!! Por essas e outras, banhar-se em água que brota da pedra e amar samambaias tem algo de milagroso.Revigora o espírito e faz a gente amar o verde, sob todos os pontos de vista. Afinal, o Verde é Deus!

Gilson Nogueira é jornalista

ago
06

Postado em 06-08-2009 23:41

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 06-08-2009 23:41


===================================================
Deu no Diário de Notícias (LISBOA)

“O presidente da câmara municipal de Hiroshima, cidade mártir do oeste do Japão, apelou à abolição total das armas nucleares até 2020, por ocasião do 64º aniversário do primeiro ataque atómico da história.

Cerca de 50.000 pessoas, entre as quais sobreviventes da bomba atómica jogada pelos Estados Unidos, reuniram-se no memorial dedicado às vítimas, na presença do Primeiro-ministro Taro Aso e de representantes de sessenta países.

Tadatoshi Akiba, presidente da câmara municipal da cidade, elogiou o presidente norte-americano Barack Obama pelas suas posições anti-nucleares, durante um discurso pronunciado a alguns metros “da Cúpula de Genbaku”.

Este antigo salão de exposições, do qual permanecem apenas as ruínas calcinadas, foi a única construção a permanecer de pé perto do lugar onde a bomba explodiu na manhã de 6 de Agosto de 1945.

O presidente da câmara municipal recordou as palavras do presidente Obama, o qual sublinhou que como única potência nuclear que recorreu à arma suprema, os Estados Unidos têm “a responsabilidade moral de agir” para conseguir um Mundo desnuclearizado.

“A abolição das armas nucleares é o desejo não somente dos hibakusha (sobreviventes da bomba atómica) mas também da maioria dos povos e das nações deste planeta”, disse Akiba.

“Nós, a grande maioria no Mundo, qualificamo-nos de “Obamajorité” e apelamos ao resto do Mundo para se juntar a nós para eliminar todas as armas nucleares até 2020″, acrescentou.

A 08:15, hora do Japão, momento preciso em que a primeira bomba atómica da história explodiu, os participantes na cerimónia levantaram-se e rezaram em silêncio em memória das dezenas de milhares vítimas. Entre 6 de Agosto e 31 de Dezembro de 1945, foi contabilizado um total de 140.000 mortos.

Três dias após o ataque contra Hiroshima, os Estados Unidos largaram uma segunda bomba sobre a cidade de Nagasaki, mais a Sul, que fez 70.000 mortos.

O Japão aceitou a rendição a 15 de Agosto.

Os Estados Unidos nunca apresentaram desculpas pelas vítimas inocentes

ago
06

Postado em 06-08-2009 22:17

Arquivado em ( Aparecida, Artigos) por vitor em 06-08-2009 22:17

Marilyn: eterno glamour
marilyn
———————————————————–

=================================================

CRONICA/GLAMOUR

Marilyn Monroe:47 anos sem ela…

Aparecida Torneros

Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

“Uma Marilyn glamourosa enfeitiçou platéias no mundo todo, nos anos 50 e 60, tornando inesquecível seu sorriso, emoldurado por cabelos platinados, em corpo curvilíneo, um delírio masculino daqueles tempos, ela era mesmo a namoradinha da América que encantava com ar de menina dengosa um público ávido de vê-la desempenhar o papel de boneca mimada, em tantos filmes, na frente das câmeras, alimentando o sonho americano.

Por trás das luzes da ribalta, a quase indefesa Marilyn viveu a penumbra das recorrentes depressões e tentativas de suicídio, dos amores que a abandonaram, das decepções que pareciam não combinar com o frenezi dos repórteres e paparazzis que a seguiam buscando notícias estonteantes, enquanto ela passava por seus altos e baixos pessoais, entrando e saindo de romances perigosos ou tórridos, com diretores, políticos, mafiosos e escritores.

Interpretou mulheres ingênuas e fêmeas fatais, dançou diante de olhos desejosos, piscou para garotões e senhores, flertou com soldados no front, cumpriu jornada de estrela hollywwodiana espalhando nudez comportada ou beijos de bocas vermelhas com jeito de cerejas que deviam ser colhidas para a torta da casa da familia classe média americana.

Foi engolida pelo sonho, viveu então o pesadelo, não suportou a pressão, tomou medicamentos para dormir, dormiu para sempre, há 47 anos, surpreendendo seus fãs, porque estava no auge da vida, era uma figura carismática, representava a mulher para ser querida e não para morrer tão sofrida e solitária.

Marilyn continua a ser a namoradinha do cinema americano que antecedeu a tecnologia, ela pertence à galeria dos artistas cult, tem um lugar na história da indústria cinematográfica, um lugar de destaque, vendeu muitas imagens para salas espalhadas no mundo todo, imprimiu a marca da feminilidade a la perua, bem sexy, bem arredondada, muito rebolativa, bem maquiada, com cabelos descoloridos, ares de gata angorá, atriz obejto de desejo, expressiva criatura, cuja história pessoal confundiu-se com desamor e desencontro.

Mas, sua arte levou alegria e emoção a milhões de pessoas e ainda é possível abrir mão do preconceito e assisti-la em filmes memoráveis. Eu, quando preciso mergulhar numa fuga para o tempo das conquistas absolutamente desprovidas de interesses materiais, revejo sua atuação com Yves Montand, quando ela canta que seu coração pertence ao Papai, uma canção de Cole Porter, em momento máximo da sua carreira, que me faz admirar sua garra, em transparecer talento, apesar das suas lutas em defesa dos seu equilíbrio emocional. Nessa interpretação, ela aparece, magistral e sedutora, prendendo nossa atenção, o que nos faz compreender a extensão do seu alcance enquanto estrela do seu tempo, na calçada da fama e no céu da consagração merecida.

Cida Torneros é jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Mulher Necessária, onde este texto foi originalmente publicado.

ago
06

Postado em 06-08-2009 19:35

Arquivado em ( Municípios, Newsletter) por vitor em 06-08-2009 19:35

Câmara de Juazeiro: bonança volta
juazeiro
===================================================
GRAZZI BRITO

JUAZERO(BA)- Pode não ser um Senado mas a semana de reabertura dos trabalhos legislativos em Juazeiro, na margem baiana do Vale do São Francisco, aumentou bastante a temperatura da política local. A Câmara de Vereadores tem sido a caixa de ressonância dos conflitos de interesses partidários que antecipam as composições para a sucessão estadual e as eleições legislativas de 2010.

Na terça (04) nove dos doze vereadores assinaram uma moção de repúdio a atual administração municipal, comandada por um representante do PC do B. Este documento questiona acidamente a administração dos serviços públicos, principalmente a saúde, devido ao fechamento da Santa Casa de Misericórdia. Uma discussão entre os vereadores adiou para o dia seguinte a votação da moção de repúdio, que segundo o vereador Mitonho Vargas (PT), aliado do prefeito Isaac Carvalho, não tinha destinatário, sendo dirigido à nova administração municipal de forma vaga.

Na sessão de ontem (05) com a moção devidamente endereçada ao prefeito , cinco vereadores da base aliada do governo retiraram suas assinaturas do documento alegando que não haviam lido devidamente o que assinaram e que tinham assim o feito em solidariedade a colega Vereadora Valdeci Alves (PV) mais conhecida como Neguinha da Santa Casa, que tem esse apelido pelo seu trabalho naquela entidade filantrópica, onde sempre atuou como técnica de enfermagem.

O documento encabeçado pelos vereadores Alex Tanuri (PSDB), Leonardo Bandeira (PT) e Ronaldo Campina, o ‘Roninho’(PMDB), os dois primeiros assumidamente oposição, tem ainda a assinatura de Neguinha da Santa Casa. Voltaram atrás: Suzana Ramos (PT do B), Mozaniel Silva, Janileide Mota (PSL), Benedito Marques (PSDB) e Damião Medrado (PMDB). Os cinco dizem ser contra o fechamento da Santa Casa, mas não atribuem isso ao prefeito Isaac.

Os rumores são a cerca de uma entrevista do Secretário de Comunicação Fernando Veloso, a uma rádio local na manhã de ontem (05), ou seja, antes da sessão. Na entrevista Veloso disse duvidar que estando a moção endereçada ao prefeito, um aliado do governador Jaques Wagner, as assinaturas dos vereadores permanecessem. E não deu outra.

Durou pouco, portanto, o lampejo de dissonância da Câmara em relação ao governo Isaac. Os vereadores foram devidamente enquadrados e tudo segue “como dantes no quartel de Abrantes”. O São Francisco volta a correr tranquilo nas margens juazeirenses.

Grazzi Britto é jornalista, mora em Juazeiro.

ago
06

Postado em 06-08-2009 17:59

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 06-08-2009 17:59

Waldir, com Lula, ao sair da Defesa/ Ag Brasil
Waldir
==============================================
Claudio Leal

O ex-ministro da Defesa e ex-governador da Bahia, Waldir Pires, rompeu nesta quinta-feira, o silêncio geral do governo, da justiça e dos políticos brasileiros em geral, para denunciar que a ampliação das bases militares dos Estados Unidos na Colômbia, que motivou a visita do presidente colombiano Alvaro Uribe ao Brasil, é “nociva” e “inconveniente” aos reais interesses de soberania do País e do continente latino-americano.

A revista digital Terra Magazine revela que o governo dos EUA negocia o uso de sete bases militares no território da Colômbia. Críticas às negociações bilaterais com o Pentágono devem marcar na próxima segunda-feira o encontro da Unasul (União das Nações Sul-americanas), antecipa o portal cujo editor-chefe é o jornalista Bob Fernandes.

– Não precisamos de bases militares de uma potência para pretender estabelecer essa segurança. Isso não é possível… Creio que essas organizações bilaterais, no instante em que estamos todos empenhados numa multilateralidade de valores, de convivência pacífica, são inconvenientes, nocivas. Não é esse o método – critica Waldir Pires, na entrevista concedida ao repórter da TM, Claudio Leal.

Na apresentação da entrevista, Terra Magazine assinala que, pelo acordo, as bases de Palanquero (no estado de Cundinamarca), Aiay (em Meta) e Malambo passariam para o controle dos EUA. Na recente visita da líder chilena Michelle Bachelet ao Brasil, o presidente Lula revelou seu desconforto com o avanço militar americano.

– Participei de reuniões do Conselho de ministros da Defesa muito na linha de podermos e sabermos organizar os interesses da defesa dos países da América do Sul… Levianamente, se vende a ideia de que permanecemos incapazes de nos organizar – completa o ex-ministro da Defesa, que se manifesta pela primeira vez sobre a política externa do Brasil desde que deixou o cargo, em 2007.

==========================================================
LEIA A ÍNTEGRA DA ENTREVISTA DO EX-MINISTRO WALDIR PIRES NA REVISTA DIGITAL TERRA MAGAZINE: (http://terramagazine.terra.com.br)

( Postada por:Vitor Hugo Soares)

ago
06

Postado em 06-08-2009 14:23

Arquivado em ( Charges, Multimídia) por vitor em 06-08-2009 14:23

chuva

ago
06

Postado em 06-08-2009 11:22

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 06-08-2009 11:22

===================================================


===================================================

Quinta-feira, 6 de Agosto. Em data como esta, no ano de 1910, nascia na cidade paulista de Valinhos, João Rubiinato, filho do casal Ferdinando e Emma Rubinatto, imigrantes italianos vindos da província de Cavárzere, na província nobre de Veneza. Dito assim pode até parecer a toa, como no samba famoso, mas estamos falando de um Gênio ( com G maiúsculo mesmo) da música brasileira em particular, e da arte da comunicação em geral, que hoje estaria festejando aniversário: Adoniran Barbosa. Bahia em Pauta não poderia deixar passar em branco uma data tão relevante, que merece não apenas um, mas inumeráveis tributos. O site blog escolheu dois: “Tiro ao Álvaro”, o samba que fala na “peixeira de baiano”, interpretado como se deve por Ellis Regina, que vai como a música para começar o dia; e um vídeo com um encontro sensacional de Adoniran com Ellis em uma cantina do Bexiga, em São Paulo. Para ver e ouvir o dia inteiro, neste 6 de agosto dedicado à memória gloriosa de Adoriran. Confiram.

(Vitor Hugo Soares, editor)

  • Arquivos

  • outubro 2019
    S T Q Q S S D
    « set    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031