nov
24

Postado em 24-11-2009 21:25

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 24-11-2009 21:25


Para terminar o dia e enveredar pela madrugada desta terça-feira, 24, “Me and Mrs Jones”, com Billy Paul, um dos maiores sucessos em disco single da história dos Estados Unidos. Merecidamente, logo reconhecerá o ouvinte da Radio BP, ao escutar mais essa marcante sugestão garimpada no You Tube por Gilson Nogueira. BP agradece e pede mais. (VHS)

nov
24

Postado em 24-11-2009 19:43

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 24-11-2009 19:43

Senador João Durval (PDT)…
Durval
…Deputado Zezeu (PT):”Notas frias”.
Zeribeiro

A edição deste domingo do jornal Folha de São Paulo apresenta detalhes de um arquivo sigiloso da Câmara dos Deputados e revela o uso de Notas Fiscais falsas e empresas fantasmas que são beneficiárias de verba indenizatória, adicional mensal pago aos parlamentares para despesas relacionadas a sua atividade.

A matéria assinada pelos jornalistas Alan Gripp e Ranier Bragon sobre o arquivo sigiloso da Câmara dos Deputados , que denuncia o uso de notas fiscais falsas de empresas fantamas, segue causando estragos em alguma biografias parlamentares e muita polêmica em e Brasilia e nos estados que os envolvidos no escândalo representam. A matéria da Folha acusa, dentre outros, parlamentares da Bahia de serem beneficiados pela manobra ilegal. Dentre eles o senador João Durval Carneiro (PDT) e os deputados federais Uldurico Pinto (PHS), Severiano Alves (PMDB) , Zezéu Ribeiro (PT) e Tonha Magalhães.

O ex-governador João Durval Carneiro é citado na matéria após apresentar notas fiscais de uma empresa em Luziânia, interior de Goiás. Os jornalistas afirmam que a empresa SC Comunicações e Eventos, líder em volume de recursos no quesito “consultoria”, com R$ 115 mil, emitiu notas para dez deputados e ex-deputados, mas não é conhecida em seu endereço oficial. “Nunca funcionou nenhuma empresa ali, isso eu posso garantir”, afirmou o caminhoneiro Giovani Braz de Queiroz, dono do imóvel há 12 anos.A reportagem da Folha de domingo, repercutiu ontem no Jornal Nacional da Rede Globo.

O jornalista Umberto de Campos Goularte, proprietário da SC e assessor do senador João Durval (PDT-BA), diz que o endereço inexistente se deve a um erro de seu contador e que ele prestou serviços de assessoria de imprensa, atividade para a qual os deputados já têm verbas específicas -R$ 60 mil ao mês. Goularte disse ainda que a SC fica em Luziânia porque é lá que vive o seu contador e que a empresa cumpre “todas as suas obrigações”. Segundo a prefeitura da cidade, porém, a empresa não recolhe ISS (Imposto Sobre Serviços) desde 2007.

Segundo a reportagem da Folha, reproduzida no Bahia em Pautas no próprio domingo, os deputados baianos Severiano Alves (PMDB) e Uldurico Pinto (PHS) entregaram uma série de notas da Valente & Bueno Assessoria Empresarial, que informou à Receita funcionar num apartamento na Asa Sul de Brasília. O dono do imóvel nunca ouviu falar da firma, segundo a matéria do Folha. No período analisado, a Valente & Bueno teria recebido R$ 56 mil dos dois deputados, mas, segundo eles, os pagamentos remontam a 2006, o que elevaria o valor a pelo menos R$ 350 mil se o padrão de pagamentos for constante. Severiano e Uldurico disseram que os serviços foram prestados, mas não souberam detalhá-los. Severiano falou que a assessoria era “consultoria de mídia, principalmente” e que interrompeu os trabalhos em abril porque a Câmara teria proibido a contratação de consultorias, o que não é verdade. Uldurico disse não se lembrar exatamente o que solicitou – foram “trabalhos jurídicos, específicos”.

A Seven Promoções emitiu em três meses notas de numeração 1, 2 e 3 a Zezéu Ribeiro (PT-BA), indício de que “trabalhava” exclusivamente para o deputado baiano. Apesar de ter sido aberta em 1999, a firma só emitiu as primeiras notas em 2008. No endereço citado, em Brasília, funciona uma corretora de planos de saúde.

Escândalo e vergonha suprapartidários, já se vê.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações da Folha e do JN )

nov
24

Postado em 24-11-2009 11:57

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 24-11-2009 11:57

Lomanto Netto: graves acusações
Lonetto
==================================================

Deu no Correio da Bahia

O jornal Correio da Bahia publica em sua edição online desta terça-feira, que o ex-diretor executivo da Agerba (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia) Antonio Lomanto Netto foi preso na manhã de hoje, 24, em Salvador, sob acusação de prática de corrupção ativa. A prisão foi efetuada em operação da Polícia Civil. Filho de Lomanto Junior, ex-governador da Bahia, Lomanto Netto deixou a Agerba em agosto de 2009

Segundo odiário baiano, a polícia cumpriu, ainda, outros seis mandados de prisão durante a operação. Informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública (SSP), revelam que todos os detidos estão prestando depoimento em diferentes pontos da capital baiana.

Lomanto Netto foi levado para prestar depoimento na sede da Centro de Operações Especiais (COE), no Aeroporto. Os nomes dos outros acusados não foram revelados pela polícia.

Ainda de acordo com a SSP, a acusação é de utilização da Agerba para fraudar concessão de linhas intermunicipais dentro da própria Agerba. Outros 10 mandados de busca e apreensão foram expedidos para recolher arquivos e documentos que servirão como prova, caso seja necessário.

Lomanto Netto é acusado de comandar o esquema, cobrando propina de empresários. Os donos das empresas entram no inquérito como os corruptores do esquema ilegal de concessões. Netto foi diretor a Agerba por 36 meses. O órgão promove atividades de regulação, concessão, controle e fiscalização dos serviços públicos relacionados a transporte público, além de distruibição de gás, entre outras atribuições.

(Postado por Vitor hugo Soares, com informações do Correio da Bahia)

nov
24

Postado em 24-11-2009 10:59

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 24-11-2009 10:59

Allen sobre Carla: “ela tem carisma”
Carlbruni
====================================================

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS (PORTUGAL)

Carla Bruni, primeira-dama de França, ex-modelo e cantora, au anunciar numa entrevista à televisão em Paris, que aceitou o convite para atuar np próximo filme do realizador norte-americano Woody Allen.Carla Bruni, primeira-dama de França, ex-modelo e cantora, anunciou que vai participar no próximo filme do realizador norte-americano Woody Allen.

“Ele convidou-me para entrar no seu próximo filme e eu disse que sim”, afirmou a mulher do presidente de França na segunda-feira à noite, em entrevista à estação televisiva Canal+.

Se a coisa for adiante e concretizar-se, esta será a estreia de Carla Bruni no cinema, juntando-se a um percurso que inclui a moda e a edição de dois álbuns de música.

Carla Bruni ainda não sabe que papel irá ter no filme de Woody Allen, mas garantiu que não podia perder uma oportunidade “fantástica”.

“Quando for avó poderei dizer que já fiz um filme com Woody Allen”, justificou.

Em Junho, quando esteve em Paris a apresentar o filme “Whatever works”, Woody Allen revelou que gostaria de contar com a primeira-dama de França num filme seu e que estava disposto a dar-lhe a personagem que quisesse.

Então, o realizador assegurou que Carla Bruni seria “maravilhosa” em qualquer papel no cinema, porque “tem carisma”.

Atualmente, Woody Allen finaliza o projecto “You will meet a tall dark stranger”, protagonizado por Anthony Hopkins, Naomi Watts, Josh Brolin e Antonio Banderas.

nov
24

Postado em 24-11-2009 10:31

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 24-11-2009 10:31


A música para começar esta terça-feira, 24 de novembro, é Tom Maior, um sucesso clássico do sambista Martinho da Vila, oportunamente reeditado e divinamente interpretado por sua filha Martinália no CD Madrugada. A faixa, infelizmente, o editor do Bahia em Pauta não conseguiu encontrar em vídeoclip no You Tube para edição, como solicitado.

Vai então com Martnalia e Marina Silva.

O samba para começar o dia atende a sugestão de Mariana, que chegou via e-mail acompanhada de mensagem:”Queria sugerir, se for possível, é claro, uma música para o Bahia em Pauta de hoje: Tom Maior, composição de Martinho da Vila, magistralmente cantada por sua filha, Martinália, no CD Madrugada, em homenagem a nossa saudosa mãe, que, se viva, completaria hoje 87 belos anos de vida, e que tanto gostava do autor da letra, como da música, que bem traduz muito dela, da sua esperança e do seus sonhos de liberdade”…

Tem mais, mas são coisas pessoais, que ficam melhor guardadadas carinhosamente no baú da saudade . O que se pode acrescentar é que se a aniversariante desta data estivesse viva, seguramente seria uma das melhores e mais ativas programadores musicais desta Radio BP, como chama Gilson Nogueira, antigo e querido vizinho do bairro da Saúde. Saudades!

(Mariana e Vitor Hugo Soares)

===============================================
Tom Maior
Mart’nália
Composição: Martinho da Vila

Está em você
O que o amor gerou
Ele vai nascer, e há de ser sem dor
Ah! Eu hei de ver
Você ninar e ele dormir
Hei de vê-lo andar
Falar, sorrir

Ah! Eu hei de ver
Você ninar e ele dormir
Hei de vê-lo andar
Falar, cantar, sorrir

E então quando ele crescer
Vai ter que ser homem de bem
Vou ensina-lo a viver
Onde ninguém é de ninguém
Vai ter que amar a liberdade
Só vai cantar em Tom Maior
Vai ter a felicidade de
Ver um Brasil melhor

nov
24

Postado em 24-11-2009 08:24

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 24-11-2009 08:24

Schechman recebe premio em NY
Emmy

Deu no portal MSN
====================================================

“Caminho das Índias” recebe Emmy de Melhor Novela
Mais: Veja fotos da premiação
Relembre a novela em fotos
“Caminho das Índias” recebe Emmy de Melhor Novela
Divulgação/TV Globo

A produção brasileira da TV Globo, “Caminho das Índias”, foi escolhida a melhor novela do 37º International Emmy Awards, prêmio entregue ontem, 23, em Nova York, à autora Gloria Perez e ao diretor artístico Marcos Schechtman .
Entre as dezenas de novelas inscritas, “Caminho das Índias” disputou com dois folhetins das Filipinas e um da França a estatueta que representa a mais importante premiação no mercado de televisão.

A autora da novela brasileira, Gloria Perez, agradeceu em nome da equipe da Globo:”Depois de um ano como esse é muito emocionante lembrar de tudo o que passamos para chegar ate aqui. Estou muito emocionada e sem palavras. Obrigada”.

Juliana Paes, a protagonista da novela, também foi para os Estados Unidos acompanhar a delegação brasileira. “Estou sem ar e feliz da vida. Sinto-me muito prestigiada por fazer parte desse sucesso”, declarou.O diretor artístico de “Caminho das Índias”, Marcos Schechtman, foi outro que esteve em Nova York receber o prêmio com Gloria. “Tremenda emoção. Dois anos de trabalho, uma equipe maravilhosa e um grande elenco e a parceria emocionante com a Gloria. Nem tenho nem palavras. Para agradecer em inglês foi dificil. Faltavam palavras. Obrigado ao público que nos acompanhou”, comentou Schechtman.

A entrega do prêmio aconteceu no Hilton Hotel durante o jantar de gala. Ao todo foram mais de 800 programas de mais de 50 países inscritos nas 10 categorias que disputavam o título de melhor do mundo.A novela, exibida no Brasil de 19 de janeiro a 14 de setembro de 2009, registrou audiência média de 41 pontos e 65% de participação, o que significa que atingiu mais de 52.811 milhões de telespectadores por dia, em média.

nov
24

Postado em 24-11-2009 00:17

Arquivado em ( Artigos, Rosane) por vitor em 24-11-2009 00:17

Obama: mudança do tempo
Baobama

==================================================
ROSANE SANTANA

BOSTON (EUA)- O RealClear Politics, um dos mais respeitados sites sobre política dos Estados Unidos, disse que Barack Obama não pode mais reivindicar o apoio da maioria no Congresso americano, ao analisar o resultado da última pesquisa Gallup, em que o presidente aparece com menos de 50% de popularidade. Obama, segundo o RCP, perdeu posição muito rapidamente, principalmente entre os chamados independentes (não democratas ou republicanos), registrando a maior queda entre os presidentes americanos eleitos no pós-guerra.

Os analistas acreditam que será difícil a recuperação de Barack Obama e que sua queda nas pesquisas terá um impacto imediato no debate sobre o sistema de saúde. “ Para alguns presidentes a queda abaixo de 50 marca o início de um declínio inexorável”, avaliam. Mais difícil ainda – ressaltam – é a Casa Branca manter a pressão sobre os democratas moderados. Outras pesquisas, segundo o Real Clear Politcs também apontam queda da popularidade de Obama em função das falhas na legislação sobre saúde, além do problema do desemprego, na casa dos dois dígitos, e a decisão de transferir para tribunais civis o julgamento de Khalid Sheikh Mohammed, considerado o mentor intelectual do ataque terrorista às torres gêmeas do World Trade Center.

“Os democratas não precisam entrar em pânico. A maioria dos modernos presidentes reeleitos cairam abaixo de 50 em algum momento de seu primeiro mandato. Mas a sua popularidade cedo (cerca de 70%) significa que poucos, tão rapidamente, caíram tanto quanto Obama”.

Comentário: Acrescentaria à análise, a questão das guerras no Oriente Médio. O povo americano, em geral, está interessado na solução de seus problemas internos e exausto com a manutenção das guerras anti-terror, que Obama prometeu acabar e não dá sinais de poder faze-lo. Entre os independentes, por exemplo, a maior parte é de ativistas contrarios à invasão do Iraque e Afeganistão como resposta ao terrorismo. Esse movimento tem, inclusive, ligações cibernéticas com a Europa.Nessa conjuntura, questões como a reforma imigratória, salvo engano, vão continuar sendo adiadas. É esperar.

Rosane Santana, jornalista, mestre em História pela UFBA, estuda em Harvard

nov
23

Postado em 23-11-2009 19:22

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 23-11-2009 19:22

Ahmadinejad a Lula: “bom amigo”
Encontro
=================================================

Deu no jornal PÚBLICO ( Portugal)

Luiz Inácio Lula da Silva recebeu hoje o presidente iiraniano, numa arriscada jogada para reforçar o peso do Brasil na diplomacia mundial. Dentro e fora do país, vários analistas alegaram que o convite do Presidente brasileiro reforça a legitimidade de Mahmoud Ahmadinejad é contraproducente com os esforços para convencer Teerã a abdicar do seu programa de enriquecimento de urânio.

Após a reunião, Ahmadinejad saudou a mediação do “bom amigo” Lula da Silva, que reafirmou o direito iraniano à energia nuclear. Mas o Presidente brasileiro disse que Teerã deve continuar a dialogar “para conseguir uma solução justa e equilibrada”.

Palavras que dificilmente calarão a polémica. “Esta visita de Estado é um erro grosseiro”, disse ao New York Times o congressista democrata Eliot Engel, recordando que, depois das eleições de Junho, Ahmadinejad é um Presidente “ilegítimo para o seu próprio povo e o Brasil está agora a dar-lhe um ar de legitimidade”.

Também José Serra, o provável candidato da direita às presidenciais de 2010, escreveu no Folha de São Paulo que Lula se coloca numa posição desconfortável ao receber “um símbolo da negação de tudo o que explica a projecção do Brasil no mundo”.

Mas o Presidente insistiu que a visita – a primeira de um chefe de Estado iraniano ao país em 50 anos – é compatível com o novo protagonismo do Brasil: “Poucos países têm a primazia de, em 15 dias, receber o Presidente [israelita] Shimon Peres, o presidente da Autoridade Palestiniana e o Presidente Ahmadinejad”.

O El País sublinhou que, depois de se ter afirmado no G20 e nas discussões sobre as alterações climáticas, Brasília procura reforçar o seu peso internacional oferecendo-se como mediador no processo de paz entre israelenses e palestinos e no impasse nuclear iraniano. Ontem mesmo, Lula da Silva anunciou que vai à região em Março do próximo ano para “pôr a capacidade de conversa” do país ao serviço da paz.

“O santo Graal das iniciativas de Lula da Silva para o Médio Oriente é a melhoria das relações entre palestinos e israelitas e o Irã é um jogador- chave neste conflito”, explicou ao NYT David Fleischer, professor de Política da Universidade de Brasília.

Mas os críticos dizem que Ahmadinejad – conhecido por negar o Holocausto – não será um parceiro construtivo nas iniciativas de paz. E em Brasília teme-se que uma aproximação ao regime iraniano (pelo comércio ou pela diplomacia) arrefeça as relações com os Estados Unidos, até aqui pouco preocupados com as investidas iranianas na Venezuela e nos países do eixo “chavista”.

Contudo, o chefe da diplomacia brasileira, Celso Amorim, garantiu que Brasília foi encorajada a procurar um “diálogo aberto e directo” com Teerã. E em declarações à Folha o israelita Ely Karmon, investigador do Centro de Herzliya, especializado em questões de segurança, lembrou que Lula convidou Ahmadinejad em Março, depois de o próprio Barack Obama se ter mostrado disponível para dialogar com o Irã.

O Departamento de Estado não criticou abertamente a visita, mas disse esperar que os aliados “compreendam que este é um momento crítico para o Irã”, que na semana passada rejeitou uma proposta da ONU para que o seu urânio seja enriquecido no estrangeiro. Celso Amorim respondeu que, apesar de interessado em contribuir para a paz, o objetivo do Brasil não é servir de porta-voz às propostas ocidentais.

Júlia E. Sweig, do Council on Foreign Relations desvaloriza a polémica: “O Brasil deve estar preparado para as críticas, mas se conseguir ser um mediador na questão nuclear, pode certamente lidar com elas”.

nov
23

Postado em 23-11-2009 17:39

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 23-11-2009 17:39

Carla Bruni: para onde vai a moldura?
CBruni
===========================================
Por essa o presidente Nicolas Sarkozi não esperava: depois de não ter recebido lance mínimo para a sua compra no leilão de sexta-feira passada em Paris, a fotografia em preto e branco que mostra Carla Bruni nua, antes de tornar-se a primeira dama da França, foi arrematada nesta segunda-feira,em lance de 6 mil euros, segundo a agência de notícias EFE.

A peça pertence a uma série de 20 fotografias que lembram o quadro “Les Poseuses” de Georges Seurat. Segundo fontes da casa de leilões informaram à EFE, a imagem foi adquirida por um comprador particular anônimo depois que o exemplar não teve comprador no leilão realizado pela Piasa , na capital francesa.

Em abril do ano passado, a casa Christie’s vendeu uma fotografia idêntica por 60 mil euros (US$ 91 mil), semanas depois que a ex-modelo se casou com o presidente da França, Nicolas Sarkozy.

A França inteira morre de curiosidade para saber a sala de quem a bela moldura vai enfeitar.

(Vitor Hugo Soares)

nov
23

Postado em 23-11-2009 11:25

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 23-11-2009 11:25

Geddel (na foto com Lula) bate duro em Wagner
Gedlula
===============================================
Mais uma manhã de frustação e tempo perdido na Assembléia Legislativa da Bahia para (não) variar. Em razão da enorme quantidade de matérias que se amontoam na Casa sem votação – algumas, diga-se a bem da verdade, sem nenhuma importância ou interesse público -, o Líder do Governo e outros 20 deputados, convocaram uma Sessão Extraordinária para hoje, às 09h, para apreciar três projetos de Lei, todos procedentes do Poder Executivo, entre eles o que “dispõe sobre a estrutura do Conselho Estadual de Saúde”.

A intenção dos governistas era adiantar a apreciação desses projetos que há muito aguardam na fila de votação engarrafada. Resumo da ópera:Com uma base frágil e pouco unida, onde o quórum se tornou moeda de troca, apenas 09 de deputados do governo marcaram suas presenças. O líder governista Waldenor Pereira (PT) parece que ainda não se deu conta da disperssão e desinteresse de sua base. Quando o governo tinha 50 deputados, incluindo o PMDB, já era difícil mantê-los no plenário, imagine agora com 38 e em tempo de dois palanques no governo.

Nos corredores da Assembléia um transeunte atento descia o malho: “Acorda pra vida, Waldenor!”
=======================================================
Enquanto isso, na Radio Metropole, na manhã de hoje, o ex-deputado petista e atual secretário de Planejamento, Walter Pinheiro, azucrinava a paciência dos ouvintes com a leitura de um amontoado de realeses oficiais, de textos precários e mal costurados para adquirir forma de comentário, sobre os “milagres” operados pelo governo petista nas estradas baianas.

No mesmo programa, o ministro Geddel Vieira Lima, da Integração Nacional, baixava o sarrafo na cabeça dos petistas e jogava nas costas de Jaques Wagner toda a culpa pelo acidente na Fonte Nova em que morreram sete pessoas e dezenas ficaram feridas. Só faltou pedir prisão, mas andou perto.

E não apareceu ninguem para defender Wagner e, muito menos, seu governo.

Dois palanques é fogo!

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos

  • Maio 2019
    S T Q Q S S D
    « abr    
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031