nov
26

Postado em 26-11-2009 10:09

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 26-11-2009 10:09

Wagner e Geddel: imagens do passado
Waggeddel
=================================================
Deu no Laser

Mais apimentada que nunca a sempre antenada coluna política Raio Laser, da Tribuna da Bahia em sua edição desta quinta-feira, 26.Bahia em Pauta selecionou sete notas sobre a “Operação Expresso”, da Polícia Civil da Bahia, também chamada de “Expresso da Propina”, que prendeu o ex-diretor da Agerba, Lomanto Netto e mais sete, e desencadeou uma guerra entre PT e PMDB ( Jaques Wagner x Geddel Vieira Lima ) difícil de prever onde irá parar.Confira e leia íntegra do Laser na TB.
(Vitor Hugo Soares )

=======================================================
RAIO LASER (26-11-2009)

Reação
O PMDB encaminhou nota pública afirmando com todas as letras ter havido perseguição política, no que diz respeito à ação denominada “Operação Expresso”, promovida pela Polícia Civil. Operação esta, segundo os peemedebistas, “sob a orientação do Governador Jaques Wagner e do secretário de segurança pública Cesar Nunes, que teve intuito meramente político e tentou atingir o PMDB. Tentou, mas não conseguiu. Não vai conseguir, nem tampouco vai intimidar um partido que norteia as suas ações pautado na ética e na coragem”.

Ponderação
Já os governistas juram de pé juntos que não houve qualquer tentativa de retaliação política na realização da Operação Expresso que resultou na prisão de dirigentes da Agerba ligados ao PMDB e empresários de transporte intermunicipal.

Fonte Nova
Há quem veja co-relação entre a deflagração da Operação Expresso e declarações recentes do ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) atribuindo a culpa pelo acidente da Fonte Nova ao governador Jaques Wagner. O assunto foi abordado pelo ministro em programa de rádio.

Guerra I
A “Operação Expresso”, que prendeu na terça-feira o ex-diretor da Agerba, Lomanto Netto, indicado pelo PMDB, abriu uma guerra feroz entre o partido e o governador Jaques Wagner (PT) cujos resultados são imprevisíveis, avaliou ontem um parlamentar peemedebista para a Raio Laser.

Guerra II
Segundo a mesma fonte, depois do episódio envolvendo Lomanto Netto, dificilmente o PMDB vai querer recompor-se com o governador, o que significa que peemedebistas e petistas vão travar uma luta de morte pelo comando do governo baiano nas eleições do próximo ano.

Preferência
A Operação Expresso foi usada ontem por deputados oposicionistas na Assembleia Legislativa para fazer coro ao ditado recente segundo o qual o governador Jaques Wagner, na hipótese de uma derrota, prefere passar o comando do Estado para o democrata Paulo Souto a entregá-lo a Geddel Vieira Lima.

Inimizade

Na avaliação dos intérpretes do mesmo ditado, o clima entre o governador Jaques Wagner e o ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), que há muito tempo anda péssimo, chegou às raias da inimizade pessoal, depois da Operação Expresso

nov
25

Postado em 25-11-2009 23:28

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 25-11-2009 23:28

Obama: presença confirmada na Dinamarca
Obambiente
===============================================
A organização ambientalista não-governamental Greenpeace considerou, nesta quarta-feira,25, que o presidente americano Barack Obama vai à cúpula de Copenhaga apenas para «sair na fotografia». A informação é do portal europeu TSE Rádio Notícias, em matéria assinada pelo repórter português José Milheiro, sobre a conferencia da ONU na Dinamarca semana que vem.

Segundo TSE, Greenpeace acredita que os EUA vão continuar a esquivar-se às suas responsabilidades e que Barack Obama apenas marcará presença em Dezembro, na conferência da ONU sobre meio ambiente em Copenhague.

O comunicado deste movimento surge no dia em que a Casa Branca confirmou a viagem do presidente para participar no arranque dos trabalhos da cúpula.

Obama já anunciou o compromisso que pretende concretizar. Os EUA vão esforçar-se por reduzir em 17 por cento os gases de efeito de estufa até 2020.

A uma semana e meia da conferência que vai discutir o sucessor do protocolo de Kyoto, a ONU garante que não tem um “plano B” em caso de fracasso nas negociações.

O secretário-geral da organização, Ban Ki-Moon, pede a presença em Copenhague do maior número possível de chefes de Estado e de Governo, sendo que a confirmação da presença de Obama aumenta as expectativas.

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações do portal TSE Radio Notícias)

nov
25

Postado em 25-11-2009 21:53

Arquivado em ( Multimídia, Newsletter) por vitor em 25-11-2009 21:53

baiacarajé
===================================================

=======================================================
25 de Novembro, Dia da Baiana no calendário soteropolitano.E a música para terminar o dia e entraer pela madrugada é “A Preta do Acarajé”, de Dorival Caimmy, em interpretação de Gal Costa gravada em Montreux, na Suiça. Vai dedicada a todas as baianas comemoraram sua data nesta quarta-feira. Primeiro com uma missa na Igreja do Carmo, no Centro Histórico. Gente do povo da cidasde da Bahia e turistas participam juntos da cerimônia com a marca local da fé e do sincretismo.

para a presidente da Associação de Baianas, Rita Santos, o dia é de comemoração, mas também de protesto. Segundo ela, o número de “baianas patrimônio”, que cumprem todos os rituais, está diminuindo, enquanto aumenta o número de pessoas que apenas vendem o acarajé. Rita se queixou também da falta de estrutura dos pontos de venda do bolinho. Quem gosta e conhece acarajé, se queixa também da qualidade, a exemplo do jornalista Gilson Nogueira, que ao retornar recentemente do Rio de Janeiro, teve amarga experiencia ao provar um bolinho “bonito mais ordinário”, vendido em uma barraca no aeroporto de Salvador.
Agora, Gal para todos no Dia das Baiana.
(Vitor Hugo Soares)

nov
25

Postado em 25-11-2009 21:01

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 25-11-2009 21:01

Lucio (com Geddel): citações no inquérito
lugeddel
====================================================
Deu na Agência Estado (AE)

Matéria produzida na Bahia pela Agencia Estado, do grupo Estado de S. Paulo (Estadão), revela que o inquérito da Polícia Civil baiana sobre a investigação de um suposto esquema de corrupção cita entre os envolvidos Lúcio Vieira Lima, presidente do PMDB na Bahia e irmão do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima. A reportagem é assinada pelo repórter Tiago Décimo.

Na terça-feia, 24 – memoriz a matériza a matéria da AE – a polícia prendeu sete pessas suspeitas de evolvimento com a cobrança de propinas para a concessão de linhas de transporte rodoviário intermunicipal pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). Entre os presos estava o ex-diretor-executivo da Agerba, Antônio Lomanto Netto, indicado por Geddel ao cargo.

De acordo com o relatório, elaborado a partir de interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça, Lúcio seria citado nas conversas gravadas por pseudônimos como “gordo”, “gordinho” e “gordo jovem”, assinala a matéria da AE.

Ouvido pela reportagem da AE, Lúcio considera “uma injustiça” ser apontado como participante no esquema, por não ter sido flagrado em nenhuma conversa. Ele voltou a apontar viés político na investigação, como fizeram colegas de partido. “Não sou o único gordo da Bahia”, ironizou.

Revela ainda a reportagem que o nome de Lúcio vem à tona um dia após a prisão, na terça-feira do ex-diretor-executivo da Agerba, Antônio Lomanto Netto, que foi indicado por Geddel ao cargo. Ele e mais sete pessoas foram alvo da mesma investigação que citou o nome de Lúcio. Segundo a polícia, Lomanto Netto seria o comandante do esquema de cobrança de propinas para a concessão de linhas intermunicipais sem licitação.

O episódio de terça elevou a tensão e acirrou a ruptura, no cenário político baiano, entre o PMDB de Geddel o PT do governador Jaques Wagner. Ambos eram aliados políticos até agosto, quando o ministro decidiu deixar a aliança para lançar sua pré-candidatura ao governo da Bahia. Lomanto Netto deixou a direção do órgão, junto com outros quadros do PMDB, depois que PMDB e PT romperam relações no Estado.

Todos os detidos foram liberados na noite de terça-feira, por liminar expedida pela juíza da 1ª Vara Criminal de Salvador, Leonildes Bispo dos Santos Silva, que revogou os mandados de prisão temporária dos suspeitos, encerra a reportagem da Agência Estado.

nov
25

Postado em 25-11-2009 14:29

Arquivado em ( Curiosidades) por vitor em 25-11-2009 14:29

40101_1125
Primeira página da edição desta quarta-feira, 25, do Correio da Bahia. Quem fez merece prêmio. E palmas pela lição de jornalismo!

(Vitor Hugo Soares0

nov
25

Postado em 25-11-2009 14:11

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 25-11-2009 14:11

Perguntar não ofende:

Deu no BLOG DO TOM, editado pelo músico (dos melhores da Bahia), professor de Música da UFBA e blogueiro de fino humor, Tom Tavares.

====================================================

NÚMEROS DESCONFIÁVEIS
The Economist, demonstrando “zelo” (ou será “zero”?) pela informação, publicou que a Independência do Brasil aconteceu no ano de 1825!
Que outros números “confiáveis” publica The Economist, se não acerta sequer a data de um fato incontestavelmente catalogado, registrado, sacramentado na nossa história?
Tom Tavares – The King’s Enemy

nov
25

Postado em 25-11-2009 11:15

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 25-11-2009 11:15

Jawagner
====================================================
Deu no portal UOL

Para o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), a aliança regional com o PMDB no seu Estado só será possível se a iniciativa partir dos próprios peemedebistas. A declaração(feita ao jornalista Fernando Rodrigues nesta quarta-feira em Brasilia) praticamente elimina a possibilidade de reaproximação entre os dois partidos em solo baiano, onde estão rompidos desde agosto.

Em entrevista exclusiva ao jornalista Fernando Rodrigues Twitter , colunista do UOL Notícias e da “Folha de S.Paulo”, o governador baiano disse que o desejo de acabar com a aliança que o elegeu em 2006 partiu do PMDB. Um novo convite não será feito pelo PT do Estado.

nov
25

Postado em 25-11-2009 10:48

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 25-11-2009 10:48

Gloria Arroyo: promessa de punição
Arroyo
===================================================
Deu no jornal

Um aliado político da Presidente das Filipinas, Gloria Arroyo, foi apontado pela polícia como o principal suspeito do massacre que fez 52 mortos no Sul do país, entre eles 17 jornalistas. “Segundo o relatório preliminar, os que foram raptados e assassinados em Saniag foram antes interpelados por um grupo conduzido pelo presidente da câmara de Datu Unsay”, afirmou o porta-voz da polícia nacional, Leonardo Espina.A informação está na edição on-line desta quarta-feira de Público, um dos mais importasntes diários de Portugal

Segundo o jornal português, o presidente deste município é Andal Ampatuan Jr, membro do partido no poder, de Arroyo. Ampatuan é filho de um político regional muito poderoso que apoiou a presidente nas últimas eleições.

A contagem dos corpos talvez ainda esteja por terminar: hoje foram descobertos mais seis e o balanço das vítimas subiu para 52 mortos. O grupo de políticos, jornalistas e familiares de um líder rival de Ampatuan foi sequestrado segunda-feira na província de Maguindanao, na ilha de Mindanao. Segundo foi possível apurar até agora, o grupo acompanhava a mulher de Esmael Mangudadatu, que ia entregar os documentos da sua candidatura às eleições de Maio para governador, às quais Andal Ampatuan Jr também pensa concorrer.

Arroyo declarou terça-feira o estado de emergência numa parte da ilha de Mindanao e prometeu que os atacantes serão encontrados e levados à justiça.

A conferir

(Postado por Vitor Hugo Soares, con informações de Público, Radio Band News-FM e agencias internacionais de notícias)

nov
25

Postado em 25-11-2009 10:11

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 25-11-2009 10:11

Lomanto Netto: justiça manda soltar
Lom Netto

===============================================

Em sua edição desta quarta-feira, 25, o jornal Tribuna da Bahia publica ampla reportagem sobre o forte impacto na política baiana da Operação “Expresso”, da Polícia Civil, que prendeu ontem o ex-diretor executivo da Agerba, Antonio Lomanto Netto, já liberado por decisão judicial.

Além do ex-diretor executivo, foram presos Zilan da Costa e Silva Moura ( representantes da empresa Rota), o diretor Paulo Carletto, a advogada Ana Luzia Velanes, detidos em Itabuna, Ana Dosinda Penas Pinheiro, proprietária da empresa Expresso Alagoinhas, José Antonio Marques Ribeiro e o Presidente da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Rodoviário, ABENTRO, Décio Sampaio Barros. Todos estes a justiça baiana mandou soltar na noite de ontem.

A Operação “Expresso”, desencadeada dois dias depois do ministro da Integração Nacional Geddel Vieira Lim – em seu comentário semanal lido pessoalmente na Radio Metropole – ter feito duras acusações a Jaques Wagner e seu governo, responsabilizados pelo acidente na Fonte Nova, em que morreram sete pessoas e dezenas ficaram feridas.

Não há quem consiga convencer o ministro Geddel, o grosso de PMDB e seus aliados oposicionistas de outros partidos (mesmo com um irmão de deputado petista entre os presos), de que tudo não passou de mera coincidência: sem fins políticos e de conteúdo estritamente “didático-policial”.

Vem mais chumbo cruzado por aí A conferir.

====================================================
Leia cobertura completa e repercussões política, jurídica e policial da Operação Expresso na edição de hoje da TB.

nov
25

Postado em 25-11-2009 08:45

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 25-11-2009 08:45

Google: conteúdo racista/Diário de Notícias
macaco
=====================================================

Deu no Diário de Notícias (Portugal)

Os responsáveis pelo site de busca Google pediram desculpa aos seus usuiários pelas imagens racistas que aparecem nas pesquisas em inglês com termos como “judeu” ou “Michelle Obama” mas recusou-se a eliminar esses conteúdos.

“Os resultados das pesquisas podem ser ofensivos. Concordamos.”, alerta o grupo numa janela da página de pesquisa de “Michelle Obama” no site images.google.com.

Assim que o cibernauta escreve o nome da primeira-dama dos Estados Unidos nesse site, a primeira fotografia que aparece é a da cara de um macaco maquiado e enquadrada no cabelo e corpo da mulher do presidente norte-americano.

“Asseguramos que as opiniões expressas por tais sites não foram aprovadas pelo Google”, garante o grupo, acrescentando que “os motores de busca refletem os conteúdos e a informação disponíveis na Internet”.

O Google adianta ainda que eliminará as páginas que violem as suas “linhas de conduta” mas “considera que a integridade dos resultados de pesquisas como uma prioridade extremamente importante”.

“Por isso, avança, “não supriremos uma página de resultados de pesquisa porque o conteúdo é impopular ou porque recebemos cartas a denunciar. Pedimos desculpa se a utilização do Goggle vos contrariar”, conclui.

O site de busca fornece ainda uma explicação semelhante para os resultados da pesquisa com a palavra “jew” (judeu em inglês), que mostram caricaturas de personagens de propaganda anti-semita dos anos 1930.

“Uma das explicações é que a palavra ‘judeu’ é frequentemente utilizada num contexto anti-semita”, justifica o Google

  • Arquivos

  • Maio 2019
    S T Q Q S S D
    « abr    
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031