fev
25

Postado em 25-02-2009 21:24

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 25-02-2009 21:24

Acaba de ser jogado por terra, mais uma vez, o mito de que existe uma invencível rivalidade entre o carnaval do Rio de Janeio e o de Salvador e que falar de Bahia em desfile de escola de samba do Rio dá azar. Pois bem, o Salgueiro acaba de ser consagrada como vencedora do carnaval carioca de 2009, depois de ter desfilado segunda-feira na Marquês de Sapucaí com um enredo que é a pura síntese cultural dos dois carnavais: “O Tambor, tão simples assim”. 

 A vencedora Salgueiro obteve 399 votos dos jurados, contra 398 da Beija-Flor – a preferida do presidente Lula, que foi pessoalmente ao Sambódromo torcer por sua escola e, em particular pelo puxador de samba e seu amigo, Neguinho da Beija-Flor, que está em tratamento de um câncer. Em terceiro lugar ficou a Portela, com 396,6 pontos.

No destaque de um dos carros alegóricos mais empolgantes e aplaudidos do desfile da segunda-feira, no sambódromo da Marquês de Sapucaí, estava o timbaleiro baiano Carlinhos Brown, uma das mais modernas expressões dos laços que unem os carnavais da Bahia e do Rio. Feliz com a escolha do enredo e com o convite que recebeu para ser um dos destaques do desfile,  Browm já havia antecipado em entrevista ao Correio da Bahia” esta semana, que o Salgueiro acertou em cheio ao voltar os olhos e ouvidos para a terra do Senhor do Bonfim.  

“O Salgueiro foi a primeira escola a cantar a baianidade e a abrir caminho para a Bahia mostrar a sua música. Antes disso, diziam que cantar a Bahia dava má sorte. O samba “Bahia de todos os deuses”, que deu título à escola, está fazendo 40 anos e o Salgueiro propõe, inteligentemente, essa homenagem ao tambor. Tia Ciata, que era baiana, deve estar amando! Quem me conhece sabe que sou carnavalesco, então esse é o melhor presente que eu poderia receber. E receber essa homenagem através de uma escola que temas cores do Diplomata de Amaralina e dos Apaxes do Tororó talvez tenha sido a homenagem mais linda que já recebi na vida até hoje. E se essa homenagem é protegida e ofertada pelos filhos de Xangô, recebo com muita alegria porque Xangô é justiça!’, vibra o percursionista do Candeal na entrevista ao Correio. Evoé!

 Por Vitor Hugo Soares

fev
25

Postado em 25-02-2009 13:49

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 25-02-2009 13:49

 

Foto: Resgate dos feridos

O comentário do correspondente da Band News na Europa, Milton Blyn, talvez seja o que melhor sintetiza o acidente com um  avião Boeing das linhas aéreas estatais da Turquia, que caiu na Holanda na manhã desta quarta-feira(25): “aconteceu um milagre em Amsterdam”, disse o repórter, diante das primeiras informações do ministério do Interior do governo turco de que nenhum dos mais de 100 passageiros e tripulantes à bordo havia morrido no desastre. Notícias atualizadas pelo próprio Blyn revelam, no entanto, que há pelo menos 9 mortos e vários feridos no acidente de causas ainda descoonhecidas, mas ainda assim há um que de milagre -e perícia- no fato.

 O avião caiu bem próximo de uma autopista, nas imediações do aeroporto de Schiphol, o principal de Amsterdam, às 10h40, no horário local. O Boeing se partiu em três partes ao bater no solo, ao lado da pista de pouso. Seguiam a bordo 135 passageiros mais oito tripulantes, de acordo com os jornais turcos e holandeses – tendo pelo menos 50 pessoas saído totalmente ilesas e andando ou correndo para fora da área de risco.Os primeiros relatos no local, feitos pelo canal britânico Sky News, no entanto, davam conta  desde o início davam conta de pelo menos um morto e 20 feridos no acidente.A aeronave despencou numa área de campo aberto fora do perímetro do aeroporto.

O avião, um Boeing 737-800, saíra de Istambul às primeiras horas da manhã , com destino ao principal aeroporto da capital holandesa, onde todo o tráfico aéreo foi suspenso. O especialista em aviação Philip Butterworth-Hayes, da Jane’s World Airlines, ouvido pelo canal britânico Sky News, sublinhou que este tipo de aeronave “tem um fantástico registro de segurança”: “É uma nova geração de 737, com novos motores, feito em três partes: zona central, frente e cauda”, explicou, avaliando que as imagens já vistas mostravam que “o avião não partira antes de cair” e que “o piloto deve ter mantido o controlo mesmo até ao momento da aterragem”.
Pelo visto, é difícil duvidar, como expressavam alguns passageiros e especialistas em salvamentos em desastres, de que “uma mão milagrosa esteve em Amsterdam na manhã de hoje”.

 Por Vitor Hugo Soares, com ajuda de jornais, emissoras de Radio, agências de notícias e sites europeus.

fev
25

Postado em 25-02-2009 11:33

Arquivado em ( Artigos) por Laura em 25-02-2009 11:33

Daqui a pouco, nove horas da manhã começa o Arrastão de Carlinhos Brown e Ivete Sangalo, que deve ter, prioritariamente, Cadê Dalila no repertório. A música, composição de Brown para Ivete, foi exaustivamente executada durante a folia, cantores como Durval Lélis e Márcio Vitor, do Psirico, defendem que Dalila seja a música do carnaval. O povo porém, parecia mais empolgado com os beijos na boca de Claudinha e com o amor para flutuar de Bell Marques. 

Por que essa insistência com Dalila, para agradar Ivete? Para homenagear Brown pelos seus 30 anos de carreira? Mistério.

fev
25

Postado em 25-02-2009 11:14

Arquivado em ( Artigos) por Laura em 25-02-2009 11:14

Claúdia Leitte pode ter promovido recorde de beijos na boca, no site da cantora há a informação de que somente após o fim do Carnaval, com informações da Policia Militar, será possível saber se o recorde foi realmente batido no seu bloco. O recorde de beijos na boca simultâneos é da cidade de Tuzla, na Bósnia, quando cerca de 6.900 casais se beijaram ao mesmo tempo, em 2007.

Para alcançar a meta valeu até propaganda na TV local e outdoors espalhados pela cidade. A música de Cláudia, que também pode ser ouvida na boca de outros cantores em trios elétricos, empolga a multidão de beijadores nos trios, blocos, camarote e principalmente na pipoca. Leia mais na folha online .

fev
25

Postado em 25-02-2009 10:46

Arquivado em ( Artigos) por Laura em 25-02-2009 10:46

Quem se aventurou na compra e venda de abadas e camisa de camarotes durante os dias de folia pode comprovar que os preços caíram consideravelmente em relação a 2008. O estacionamento do Aeroclube, como tem acontecido nos últimos anos, virou uma feira, com muitas barracas de bebidas e comida rodeando os negociadores dos passaportes momescos.

Um dia de camaleão que na loja já chegou a R$ 1000,00 estava sendo vendido a R$ 600,00. Perto da hora dos blocos saírem os cambistas com muitas camisas na mão abriam um verdadeiro leilão, abadas eram facilmente encontrados pela metade do preço, os camarotes que nas lojas estavam sendo vendidos por R$ 300,00 a R$ 400,00 (dia), foram achados por retardatários ou turistas de última hora por até R$150,00.  

Efeitos da crise ou apenas oscilação normal da economia momesca? Alguns dizem que em 2008 os preços de abadas e camarotes em Salvador atingiram um pico onde não poderiam permanecer. O fato é que quem comprou com antecedência ou nas lojas oficiais pagou mais caro e ainda enfrentou fila na hora de retirar a camisa.

fev
25

Postado em 25-02-2009 10:43

Arquivado em ( Artigos) por Laura em 25-02-2009 10:43

Nos quatro primeiros dias de carnaval, a fila na porta do Centro de Convenções, onde foi realizada a maior parte das entregas de abadas e camisas de camarote, dava voltas, tempo médio de 2 horas até consegui adentrar o recinto. Já dentro do local, o folião era obrigado a desfilar por lojinhas estrategicamente posicionadas. Uma já anunciava o São João, outro stand oferecia produtos para o Carnaval de 2010.

Na saída, a passagem obrigatória era por dentro da loja da Central do Carnaval onde toda variedade de produtos com a patinha símbolo do Camaleão estava exposta, pronta para seduzir consumistas de plantão.  A patinha que já foi simpática esta se tornando um símbolo do comércio que virou o carnaval de Salvador, alguém precisa avisar ao marqueteiro do chiclete que menos, às vezes, é mais ou no popular “tudo demais enjoa”.

fev
25

Postado em 25-02-2009 00:56

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 25-02-2009 00:56

Saiu no site da Navii, do jornalista Arthur Andrade:
“O Carnaval tem gerado cenas, frases e textos incríveis feitos no calor da alegria ou no bode do cansaço.  A equipe de clipping da Navii selecionou alguns instantes significativos desse estado de loucura em que a mídia, os vips e os nem tão vips descambam nesse período. Na votação do sábado, primeiro lugar para legenda do Correio da Bahia de hoje, sobre Tatau e o bloco Trimix.
“Tatau entrou na Barra no primeiro dia de Carnaval cantando um dos hinos da folia baiana “Chame gente” e “arrastando três milhões de foliões no bloco Trimix”.
Ficamos imaginando o trabalho insano dos cordeiros tentando proteger 3 milhões de foliões do que sobrou da cidade. Isso sem falar no tamanho da corda, do circuito e do trio.  O super Trimix entraria no circuito Feira de Santana – Salvador com uns 1000 caminhões replicadores de som.  Maravilha! Tatau e seus empresários sairiam bilionários do Carnaval, mas afundariam a festa. O  que seria do Chiclete, Ivete e Daniela?  Mas, enfim, o Trimix provocaria a tão sonhada reformatação da festa com o espichamento dos circuitos para dentro das casas.
Ficamos imaginando cenários surreais e concluimos que o texto do redator foi apenas um ato falho,  saiu sem pensar, passou pela revisão.  Acontece.
Por Arthur Andrade (www.navii.com.br)

fev
24

Postado em 24-02-2009 20:02

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 24-02-2009 20:02

Tem uma dupla de Porto Alegre fazendo sucesso no carnaval de salvador, Claus e Vanessa, estiveram nos trios elétrico do Jammil e Uma Noites, Araketu, Alexandre Peixe e Negra cor, banda de Adelmo Cazé, cantando a baladinha Medo de Amar que também esta tocando insistentemente nos camarotes.

A dupla gaúcha se tornou conhecida primeiro na internet com mais de 1,5 milhão de visitas ao seu video no You Tube.

Por Laura Tonhá

fev
24

Postado em 24-02-2009 18:24

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 24-02-2009 18:24

Não ponham no mesmo bloco o secretário da Cultura, Márcio Meirelles, e o músico Luiz Caldas. Meirelles atribui ao cantor um “procedimento ultrapassado” para tentar emplacar um trio elétrico no carnaval de Salvador: “fora do prazo”, teria procurado apoio do andar de cima do governo estadual. Leia-se: do governador Jaques Wagner e da primeira-dama Fátima Mendonça.

Luiz Caldas reagiu ao engavetamento do projeto com uma carta-protesto. Apesar das rusgas, o secretário se diz “supercontente” com os trios da Secult. Não se sabe a opinião do músico.

fev
24

Postado em 24-02-2009 18:19

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 24-02-2009 18:19

Em maratona de descansos desde a saída do ministério da Cultura, o compositor Gilberto Gil voltou neste Carnaval ao ritmo acelerado. Despede-se do Camarote 2222 às quatro da matina. Olhos pregados somente às 6h. Próximo ao terceiro sono, desperta às 12 horas, quando tem de receber convidados para almoço em sua residência no bairro do Horto Florestal. À tarde, um chá zen.

Em 2009, Gil teve tempo de sair nos Filhos de Gandhy, no domingo. Só não deu para matar as saudades da Mudança do Garcia. Deixou para o próximo carnaval.

  • Arquivos

  • outubro 2018
    S T Q Q S S D
    « set    
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031