set
28

Postado em 28-09-2009 14:58

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 28-09-2009 14:58


-=================================================-
Hoje, 28 de setembro, é dia de Rock no Bahia em Pauta, com dupla motivação. A primeira, prolongar por mais algum tempo as sensações do apeoteótico show do Capital Inicial na noite de domingo, na Praça Castro Alves. O recanto do poeta maior tomado por milhares de roqueiros de todas as idades, todos com atitude digna dos melhores tempos de Raul Seixas, nas tardes de domingo em Salvador, no Cine Roma.

Em segundo lugar, porque hoje aniversaria Pablo Vallejos, um californiano roqueiro americano cem por cento, mas com boas doses de sangue quente latino (chileno, do pai, e brasileiro da mãe), correndo nas veias há 29 anos. Colaborador bissexto deste site-blog , em geral, de poucas mas consistentes palavras como as que escreveu aqui na morte de Michael Jackson, que o ensinou a amar o rock. Fã do Sepultura, de Ozzy Osborny, do Queen e de todos os melhores do Rock americano e internacional. É para Pablo que vai neste 28 de setembro de seu aniversário, a música do Queen, Fred Mercury à frente, acompanhada do poema que a mãe, Regina, uma das colaboradoras mais ativas do Bahia em Pauta escreveu para ele.

Parabéns, Pablo, o “Cobreloa”, como o chamava seu avô brasileiro!

(Vitor Hugo Soares)

=======================================================
YOU ROCK!

Regina Soares

Um belo dia de Setembro

Pronta, lhe esperava

Um grito suave e um sorriso

Beautiful child!

Nada que vivi contigo

Se compara ao antes já vivido.

Poucas palavras, sentimento profundo,

Lição de vida e humanidade

Saber sofrer, aprender a querer, lutar.

My child, PABLO!

A vida é sua, use o coração

E as fibras do seu ser,

Faça uma canção.

You Rock!

set
28

Postado em 28-09-2009 10:38

Arquivado em ( Laura, Newsletter) por Laura em 28-09-2009 10:38

julia

Julia Roberts na India para a filmagem do longa-metragem.

Acabo de ler que o best-seller americano “Comer, Rezar, Amar” vai virar filme com Julia Roberts no papel principal. O livro narra um período da vida da autora, Elizabeth Gilbert: a escritora está com quase trinta anos, um marido apaixonado, casa espaçosa que acabara de comprar, o projeto de ter filhos e uma carreira de sucesso. Mas em vez de sentir-se feliz e realizada, sente-se confusa, triste e em pânico. Decide-se pelo divórcio, tenta um novo amor – sem sucesso, cai em depressão. Neste cenário, em busca de si mesma, toma uma decisão radical: desfaz-se de todos os bens materiais, demite-se do emprego e parte para uma viagem de 1 ano pelo mundo – sozinha.

Gilbert escolhe 3 locais: Roma, Índia e Bali. Em Roma, estuda gastronomia, aprende a falar italiano, engorda alguns quilos e se deleita com o charme do homem italiano. Na Índia sua missão é a descoberta espiritual com os ensinamentos de uma guru indiana. Em Bali, busca o equilíbrio entre o prazer mundano e a transcendência divina, torna-se discípula de um velho xamã, e se apaixona, inesperadamente, por um brasileiro.

Palavras da autora: “Se você tem a coragem de deixar para trás tudo que lhe é familiar e confortável (pode ser qualquer coisa, desde a sua casa aos seus antigos ressentimentos) e embarcar numa jornada em busca da verdade (para dentro ou para fora), e se você tem mesmo a vontade de considerar tudo que acontece nessa jornada como uma pista, e se você aceitar cada um que encontre no caminho como professor, e se estiver preparada, acima de tudo, para encarar (e perdoar) algumas realidades bem difíceis sobre você mesma… então a verdade não lhe será negada.”

Julia Roberts ja esta na Índia para as filmagens do longa-metragem. Fã da atriz, acho que ela vai ficar ótima no papel de Elizabeth Gilbert. Conseguirá dar o tom irônico e sarcástico da autora em busca de si mesma, sem perder o charme.

E quem será que fará o papel do brasileiro por quem a “heroína” se apaixona? Não poderá ser o Rodrigo Santoro porque no livro o personagem é um cinqüentão. Façam suas apostas.

Laura Tonhá, publicitária.

set
28

Postado em 28-09-2009 10:14

Arquivado em ( Artigos, Ivan) por vitor em 28-09-2009 10:14

Deu na Tribuna da Bahia

Sobre a crise em Honduras o jornalista político Ivan de Carvalho assina o seguinte texto na edição desta segunda-feira, 29.

====================================================
Cerco na embaixada
Embaixada

OPINIÃO / HONDURAS

===================================================
Lula, Honduras e Cuba

Ivan de Carvalho

O presidente Lula desatou a qualificar, a cada oportunidade que lhe é dada ou consegue criar, o governo hondurenho presidido por Roberto Micheletti de “golpista”, aproveitando sempre para exigir a devolução da presidência a Manuel Zelaya, destituído do cargo na véspera de promover um plebiscito – considerado ilegal pelo Congresso e pela Corte Suprema – no qual pretendia que o eleitorado dissesse se ele deve ou não poder candidatar-se à reeleição.

Acontece que é cláusula pétrea (imutável) da Constituição de Honduras a impossibilidade de reeleição presidencial. E apesar do Congresso haver rejeitado o plebiscito e a Corte Suprema haver declarado sua inconstitucionalidade, o então presidente Zelaya dispunha-se a promovê-lo na marra. O que o tornou, constitucionalmente, destituível.

Isto seria ir muito além de Hugo Chávez, que pelo menos não tinha uma cláusula constitucional pétrea em seu caminho, mas a necessidade de uma mudança constitucional, para o que obteve aprovação de um Congresso no qual tem o domínio de 95 por cento dos congressistas, pois a oposição cometeu a tolice de boicotar as eleições parlamentares, em protesto contra as tropelias do ditador-presidente da Venezuela.

Bem, voltando a Honduras, assinale-se que o nosso presidente, além de xingar de golpistas Micheletti e seu governo, vive agora a exigir – e com ele fazem entusiástico coro o chanceler Celso Amorim e o esquisito assessor especial Marco Aurélio Garcia – a devolução do poder a Zelaya, que é “hóspede de nossa embaixada em Honduras”, conforme ontem Lula definiu o status do ex-presidente (asilado, abrigado, albergado ou hospedado, não dá para adivinhar) na Embaixada do Brasil.

Não vou ficar analisando essa patacoada nem a ridícula polêmica acerca da existência ou não de uma combinação prévia com o governo brasileiro para Zelaya ir para a embaixada brasileira. É claro que houve combinação – os unânimes sorrisos de felicidade flagrados em fotografia em que estão juntos Lula, Amorim e Garcia são, como anotou em seu blog o jornalista Augusto Nunes, um inequívoco sinal de “missão cumprida”. Se a chegada de Zelaya houvesse sido uma surpresa, assinala Augusto Nunes, Lula, Amorim e Garcia deveriam estar com “cara de preocupação”.

Lula disse ontem, na Venezuela, durante a 2ª Reunião de Cúpula dos Países da América do Sul e África, que a América do Sul “lutou muito para varrer para a lata de lixo da história as ditaduras militares de outrora” e que “não se pode permitir retrocessos desse tipo no continente”. Bem, Honduras não fica exatamente no tal continente referido, a América do Sul, mas na América Central. Talvez o presidente brasileiro esteja confundindo América Latina com América do Sul – é a única explicação que me ocorre no momento.

Mas, então, por que ele não inclui logo o Caribe na América do Sul? Assim traria Cuba para o raio da sua (dele, Lula) vigilância democrática – meu Deus, Chávez, o anfitrião, estava presente quando Lula disse aquelas coisas, e Chávez tem tido o comportamento de um golpista dissimulado (uma vez comandou uma tentativa dissimulada, mas frustrada, de golpe) e é um militar, um coronel. Que ofensa ao vizinho!…

Para que Lula trazer Cuba para a América do Sul, como trouxe Honduras? Ora, ora – para exigir democracia, presidente eleito no poder, liberdade, que está faltando lá até mais do que em Honduras, mesmo estando este país em situação de emergência.

Vejamos hoje, a partir de reportagem publicada no jornal “El País”, que naturalmente não é cubano, como o governo do amigo do peito Fidel Castro, exercido por delegação pelo irmão dele, Raul Castro (ditadura hereditária) trata a liberdade de informação há 50 anos. Em Cuba, toda a mídia tradicional (jornais, emissoras de rádio e televisão, revistas) é estatal ou do Partido Comunista, o que dá no mesmo. E a internet? Cuba tem o mais baixo índice de acesso à internet em todo o hemisfério ocidental. Os preços são artificialmente altos e são pagos em “pesos conversíveis”, usados quase que só por estrangeiros. Assim, impede-se o acesso a quase todos os cubanos. Mais: as conexões têm que ser aprovadas pelo Etecsa (provedor estatal). Uma comissão interministerial restringe (censura) e os provedores autorizados têm que impedir o acesso a conteúdos contrários “ao interesse social, à moral e bons costumes”. A censura política está no “interesse social”, no qual cabe tudo que desagrade o governo e o partido.

E o que diz Lula a respeito de Cuba, seu regime e seus dois ditadores? Lula fuma os charutos.

set
28

Postado em 28-09-2009 09:44

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 28-09-2009 09:44

Deu na coluna

Na coluna Em Tempo, assinada pelo jornalista Alex Ferraz, a Tribuna da Bahia publica a seguinte nota:

==============================================

Só rindo!
Romário, Kleber Bambam (aquele ex-BBB altamente intelectualizado), a ex-cantora Simony e a ex-chacrete Rita Cadillac são as mais novas aquisições do Partido Socialista Brasileiro (PSB) do Rio de Janeiro.

Não é de matar de rir? Kkkkkk…

set
28

Postado em 28-09-2009 09:07

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 28-09-2009 09:07

bigode

set
27

Postado em 27-09-2009 23:16

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 27-09-2009 23:16


A sugestão e a garimpagem no You Tube é do jornalista Gilson Nogueira.
(VHS)

set
27

Postado em 27-09-2009 22:31

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 27-09-2009 22:31

Glaucio fecha caixão do Botafogo
glaucio
================================================
O apelo do técnico Estevam Soares para a torcida do Botafogo encher o estádio do Engenhão e começar contra o rubronegro baiano uma reação para sair das últimas colocações do campeonato brasileiro, não deu resultado. É verdade que mais de 12 mil torcedores foram ao estádio, mas o time carioca complicou-se ainda mais: foi goleado por 3 a 1 pelo Vitória e a torcida revoltada invadiu dependências do estádio e provocou quebra-quebra e distúrbios nas ruas próximas, ainda não inteiramente controlados pela polícia apesar das várias prisões já efetuadas.

Para o Vitória é só festa, iniciada com a goleada no Rio de Janeiro e agora espalhada também por bares e restaurantes de Salvador, aumentada ainda mais pela importância do resultado nos planos do time baiano de ficar entre os times que disputarão a Libertadores da América do ano que vem.

Já o Botafogo se complicou mais na Série A do Campeonato Brasileiro ao perder para o Vitória por 3 a 1, gol de Leandro e mais dois golaços de Leandro Domingues e Gláucio. Laio descontou no final. O Vitoria subiu para o 7º lugar. O Botafogo se afoga mais na zona do rebaixamento, em 18º.
Vídeo: confira os gols de Botafogo 1 x 3 Vitória

Mas no começo do jogo , empurrado pela torcida, o Botafogo tomou a iniciativa do jogo no primeiro tempo. Em alguns momento chegou deu a impressão de que iria encurralar o adversário baiano. O Bota perdeu pelo menos três boas oportunidades, mesmo com o time de Estevam Soares jogando com apenas um atacante de ofício. Para complicar mais as coisas para o Vitoria , Viáfora, goleiro e líder em campo, sentiu lesão na coxa e precisou ser substituido por Gléguer.

O primeiro golpe rubronegro veio em um contra-ataque rápido do Vitória, aos 29 minutos, quando saiu o gol que silenciaria a torcida do time carioca. O lateral Leandro cruzou da esquerda e a bola desviou no zagueiro Juninho, enganando o goleiro Jefferson: 1 a 0.

O Bota sentiu o golpe e perdeu ritmo. Para complicar ainda mais, os torcedores começaram a protestar. Na saída para o intervalo, os jogadores do Botafogo foram vaiados pela torcida.
No segundo tempo o Vitoria melhorou muito sua atuação enquanto o Botafogo se desarticulou de vez aos 27 minutos, com a expulsão do zagueiro Emerson, depois de falta feia em Vanderson no meio de campo. O Vitória então passou a ter espaço para organizar os contra-ataques.

Num deles, aos 41, Leandro Domingues arrancou do meio de campo, driblou dois e tocou na saída de Jefferson, um golaço: 2 a 0. Atônito, o Botafogo nem tinha assimilado o golpe e levou outro: aos 43, Gláucio matou no peito, driblou dois e bateu por cobertura, no ângulo esquerdo de Jefferson, em mais um belo gol: 3 a 0.Quando a torcida vaiava, cantava “time sem vergonha” e gritava “olé” no toque de bola refinado do Vitória, Laio subiu na área e, de cabeça, diminuiu o prejuízo para o Botafogo: 3 a 1.

Mas aí era tarde demais e o rupronegro baiano só precisou esperar o apito final do juizpara comemorar. E o Botafogo para começar mais uma noite infernal em sua descida que parece não ter fim.

(Postado por Vitor Hugo Soares)

set
27

Postado em 27-09-2009 14:52

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 27-09-2009 14:52

Merkel festeja vitória
ng1197046
===============================================
Deu no Diário de Notícias (de Lisboa)

Os eleitores alemães deram a vitória à conservadora Ângela Mergel nas eleições legislativas de hoje, mas a atual chanceler da Alemanha precisará fazer uma coligação de centro-direita com os liberais para formar Governo, segundo sondagens feitas à boca das urnas.

As estações de televisão ARD e ZDF avançaram que os conservadores de Merkel (CDU/CSU) e os seus aliados liberais do FDP conseguiram uma maioria confortável de mandatos parlamentares: entre 320 e 324 num total de 598.

set
27

Postado em 27-09-2009 13:15

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 27-09-2009 13:15

Polanski: preso em Zurique
Polanski

O cineasta franco-polaco Roman Polanski, de 76 anos, foi detido no sábado, 26, na Suiça e está á ” espera da extradição” para os Estados Unidos, segundo confirmou ao jornal espanhol El Mundo um portavoz do Ministério de Justiça suiço. O cineasta, fugitivo desde 1977, foi preso no aeroporto de Zurique, onde chegou para receber o Prêmio de Honra pelo conjunto de sua obra no festival de filmes da cidade.

Polanski, que pode apelar da extradição, é um dos diretores mais respeitados mas também o fugitivo mais midiático da justiça estadounidense. Em 1977 so acusaram de drogar e violar uma menor, Samantha Gaimer, de 13 anos, na casa do ator Jack Nicholson enquanto este estava ausente e no ano seguinte, antes de ser julgado, fugiu do país.

A Associação Suiça de Diretores e Realizadores protestou contra a detenção: “É um escândalo jurídico que prejuducará a reputação da Suiça”, assegurou a entidade que considera o fato “uma bofetada na cara de todos os produtores de cultura da Suiça”. Além disso, segundo El Mundo, a entidade pediu ao Escritório Federal de Justiça, “que não se aproveite de de uma homenagem cultural a um cineasta reconhecido mundialmente para uma farsa judicial”.

O cineasta foi preso em Los Angeles (EEUU) em 1977 e se declarou culpado de ter mantido relações sexuais ilegais com a menor. Passou 42 días na prisão estatal de Chino (California) sob avaliação psiquiátrica e foi posto em liberdade sob fiança no fim de 1978. No dia seguinte a uma reuniâo entre seus advogados e um juiz que deixara entender que o enviaria ao cárcere, Polanski foi para a França. Nunca voltou aos EEUU, nem mesmo para receber o Oscar que lhe concederam em 2003 pelo filme “O Pianista”.

El Tribunal Superior de Los Ángeles desestimó el pasado mayo, de manera definitiva, la petición de los abogados de

A vítima, Samantha Geimer, que agora tem três filhos e mais de 40 anos, explicou em uma entrevista em 2008 que seu suposto agressor não é um perigo para a sociedade e “não necessita ser aprisionado para sempre”.

Desde 1989, Polanski vive com a atriz frances Emmanuelle Seigner, junto a seus dois filhos. Em 1969, sua segunda esposa, Sharon Tate, fue assassinada mor membros da seita de Charles Manson quando estava grávida de oito meses. Susan Atkins, condenada pelo assassinato, morreu no cárcere esta semana.

(O texto da reportagem de La Nacion foi traduzido por Vitor Hugo Soares).

set
27

Postado em 27-09-2009 10:36

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 27-09-2009 10:36


A música para começar o dia no Bahia em Pauta é “Tocando em Frente”, neste domingo de setembro. O primeiro sem Mayra Landim, a servidora competente, a mãe e esposa presente e a mulher combatente que se foi esta semana, deixando a família inconsolável, os amigos tristes, e a Bahia mais pobre A canção de Almir Satter, que a baiana Maria Bethania interpreta como ninguém, foi entoada baixinho durante o enterro no Jardim da Saudade, em Salvador. Aqui vamos ouvi-la mais alto e prestar atenção na letra, como mais um tributo merecido á memória de Mayra.

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos

  • Janeiro 2019
    S T Q Q S S D
    « dez    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031