jun
19

Postado em 19-06-2009 18:04

Arquivado em ( Artigos, Multimídia) por vitor em 19-06-2009 18:04

Hortensia Bussi, falecida ontem em sua residência em Santiago, será sepultada neste sábado(20), no cemitério da capital chilena, com todas as honras de estado, decretadas pela presidente socialista do Chile, Michelle Bachelet.

A professora de história, que dirigia a Fundação que leva o nome de Salvador Allende, seu marido, símbolo de resitência à intolerância em seu país, merece tudo isso e muito mais. No Chile e em outros lugares da América Latina e do mundo. Aqui vai para Hortensia um tributo através da musica. “Oblivion”, que o mestre argentino Astor Piazolla compos para o filme “Chove sobre Santiago” , produção franco-búlgara, dirigida por Helvio Soto (1975) com Jean-Louis Trintgnant e Annie Girardot nos papeis principais, que retrata toda dramaticidade da preparação e execução do golpe militar contra o governo da Unidade Popular, democratimente eleito. A música de Piazolla, executada neste video pela Orquestra de Câmera do Kremlin, é de arrepiar. Confira.

(Vitor Hugo Soares)

jun
19

Postado em 19-06-2009 15:41

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 19-06-2009 15:41

A Segunda turma do Supremo Tribunal Federal – STF que no dia 14/04/2009 por votação unânime, não conheceu do recurso extraordinário do Governo do Estado da Bahia (RE/591648) contra a decisão que estende para os aposentados do fisco o Premio de Desempenho Fiscal – PDF, na terça-feira passada (16/06/2009), também por unanimidade, rejeitou os embargos de declaração (que o Estado entrou contra está decisão), com imposição, à parte embargante, de multa de 1% sobre o valor da causa.

O PDF representa em torno de 35% dos vencimentos líquidos dos fazendários que estão na ativa, e desde que foi criado não é pago aos inativos, fazendo com que há vários anos praticamente não existam aposentadorias no grupo fisco, exceto as compulsórias.

Mais de 300 auditores, e outros tantos agentes de tributos, possuem condições de aposentadoria, e a maioria só aguarda a decisão final deste processo para se aposentar sem perder parte significativa dos seus vencimentos.

Caso o Estado queira continua a protelar o pagamento, ainda poderá entrar com embargo de divergência, sujeitando-se a uma multa de 5%, mas antes terá que recolher o valor da multa já imposta. Isto só fará aumentar o tamanho da conta, pois não há chances de reverter a decisão.

Mesmo que o Estado entre com embargo de divergência, o processo será rápido, pois com base na idade dos interessados (aposentados com mais de 65 anos), o STF tem sido célere no julgamento, todo o processo da RE/591648 durou 10 meses, e os embargos de declaração foram rejeitados em menos de 30 dias.

Ainda neste ano de 2009 espera-se o inicio de uma renovação sem precedentes no grupo fisco do Estado da Bahia, a aposentadoria desta quantidade de auditores forçará o Governo a abrir concurso para repor seus quadros.

O que virá depois é mistério guardado nas estrelas.

A conferir

jun
19

Postado em 19-06-2009 09:46

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 19-06-2009 09:46

A sexta-feira, 19, começa com um grande susto e muita confusão em Salvador. Um incêndio de grandes proporções, iniciado às primeira horas da manhã, atingiu um dos prédios do Centro de Atendimento à Saúde José Maria Magalhães, conhecido como prédio do Planserv, em frente ao Hiper Bompreço, na área do Iguatemi. O fogo, que segundo o Corpo de Bombeiros acaba de informar, já está sob controle, atingiu o Centro de Atendimento aos Idosos e vários núcleos de atendimentos, que suspenderam as atividades. O incêndio, em uma das áreas mais valorizadas da cidade, é responsável também por grandes engarrafamentos e transtornos na região do Iguatemy.

Segundo o Corpo de Bombeiros, que atua com grande quantidade de veículos e de efetivos no local, o incêndio foi percebido por volta das 5h30 da manhã, no andar em que funcionariam o Centro Estadual para Reabilitação de Deficiências (CEPRED) e o Centro de Reabilitação de Saúde do Idoso (CREASE). Ja circulavam por lá alguns servidores e os primeiros pacientes em busca de atendimentos de saúde e fisioterapia. Entrevistado pelo jornal A Tarde, o aposentado Nilton Lopes, 84, que chegou cedo para experimentar uma prótese de perna mecânica informou: “Foi a maior correria e tive muita dificuldade para sair por causa das muletas”.

Depois de evacuar a áres para evitar vítimas e combater o fogo, será preciso investigar as causas e informar como fica o atendimento de quem precisa dos serviços de saúde nos centros de atendimento público de saúde que funcionam no prédio do Planserv, onde são atendidas cerca de 1.000 (mil) pessoas diariamente

(Postado por:Vitor Hugo Soares)

jun
19

Postado em 19-06-2009 08:15

Arquivado em ( Artigos, Multimídia) por vitor em 19-06-2009 08:15


============================================
Sexta-feira, 19 de maio de 2009
Hoje é dia do aniversário de Francisco Buarque de Hollanda, ou mais simplesmente Chico Buarque para tornar as coisas mais afetivas como merece este filho de paulista e tataravô baiano, que está completando 65 anos de idade. Dia de muitas e merecidas homenagens para este tricolor número um do bairro do Leblon, no Rio de Janeiro, e o Bahia em Pauta não poderia ficar de fora. De Belmont, área da baia de San Francisco, na Califórnia, vem a primeira mensagem, mandada pela leitora e colaboradora Regina Soares, em forma de sugetão de música para começar o dia. Leia e escute a seguir:

================================================

FELIZES ANOS CHICO

“Quando penso em Chico Buarque de Holanda, eu vou além da música, da pessoa, dos escritos, dos exemplos, da figura maravilhosa, do que sei e ouvi dizer. Pensotambém em minha mãe, que costumava dizer: “Chico era o filho que toda mãe merecia ter”.

Certas pessoas, como o Chico, a gente não precisa dizer nada, basta ouvir. Ele tem nos presenteado com uma obra magnífica e sua vida e trabalho estão entrelaçados com a própria historia do Brasil, sua gente, seus lugares, seus costumes, seus momentos políticos de um passado recente, pois ele está completando somente 65 primaveras. Para ler sobre o Chico e sua trajetoria recomendo sua própria pagina na Internet, www.chicobuarque.com.br

Aqui só quero prestar minha homenagem a quem eu considero o nosso maior e melhor poeta. Como minha mãe, minhas irmãs e irmãos, milhões de pessoas espalhadas por esse Mundo afora tem a honra de testemunhar sua existencia e seu trabalho e agradece por enriquecer nossa cultura, nossos ouvidos, nossos corações, nossas mentes e nossos olhos.

O mais difícil na obra de Chico Buarque é escolher somente uma peca pra representa-lo. São muitas facetas: O Chico romântico, político, cronista, humorista, critico, cinematográfico, que corremos, sem remédio, o risco de ser injusta, mas vou pedir sua atenção para uma das minha favoritas (que aliás são todas) : OLHOS NOS OLHOS

Parabéns CHICO BUARQUE DE HOLANDA

Regina Soares, advogada, mora em Belmont, área da Baia de San Francisco(EUA)

jun
19

Postado em 19-06-2009 04:14

Arquivado em ( Artigos) por Laura em 19-06-2009 04:14

Alegria: aquela do sorriso fácil, que não depende das circunstâncias, que na correria do dia-a-dia você pode até perder, mas sabe lá. Alegria, mesmo que você esteja com raiva do tempo que passou. Alegria, ainda que alguém que você goste, ou mesmo você, não esteja tão bem. Alegria; aquela que é só sua e você, por vezes, esconde; permita-me lembrar.

Por Laura Tonhá

jun
19

Postado em 19-06-2009 00:57

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 19-06-2009 00:57

A internet entre muitas outras coisas revolucionou a relação entre empresas e consumidores. Blogs, sites, chats etc, são canais constantes e abertos de interação entre pessoas, são também uma poderosa ferramenta de divulgação de idéias, opiniões e críticas. Segue o relato real e engraçado de um consumidor numa experiência com a Gol.   

Por Laura Tonhá
__________________________________________________________________

Recentemente fiz uma promessa e iniciei uma campanha Don’t “Go” Gol, cansado dos constantes atrasos, enjoado das barrinhas de cereal entre outras “delicadezas” constantes da companhia.

Porém, não resisti e quebrei minha promessa de NUNCA MAIS VOAR PELA GOL, seduzido pelo super, mega, blaster baixo preço. Acabei fazendo um vôo para o Rio de Janeiro, saindo de São Paulo, R$ 129,00 – ida e volta pro Rio – já com as tarifas de embarque; não é todo dia que achamos, enfim, FUI!

Chego para o embarque e a primeira bomba:
– Sr. Daniel, Obrigado por escolher a Gol, objetos cortantes e líquidos acima de 100 ml estão proibidos, boa viagem!

Ué, líquidos acima de 100ml? Pensei comigo… “Mas eu vou pro Rio?/ Não para os USA!!” Como estava atrasadinho nem dei conta…

Episodio I: A Máquina de Raio X

– Sr, o sr pode abrir sua mochila??

Claro, por que não? Já havia tirado meu lap, meu cinto, minha jaqueta, minhas chaves, minha carteira, minhas moedas, meu livro, o tênis, porque não abrir a mochila??

– Sr, Desodorante não PODE! Creme de mão, não PODE! Shampoo não PODE! Perfume não PODE!!

Confuso… “Querida” o que devo fazer com esses itens?

– Ah senhor, o Senhor pode jogar fora!! Alí!

Na hora vi um monte de “zóião” prontos pra pegar o meu “lixo”.
 
Aí eu falei pra ela… “Querida”Eu estou indo pro RIO!

– Mas senhor, a Cia não informou que seu vôo é internacional?

Como assim internacional? Eu vou pro RIO. Aí q me dei conta, que estava no embarque internacional e a policia federal já me olhando de rabo de olho. Fui reclamar com a Gol e eles claro, nada puderam fazer!

Só me restava jogar tudo fora, joguei o shampoo, joguei o creme… Snif, snif… Joguei o desodorante… Peguei o vidro de perfume “ROMA UOMO” ainda pela metade, uma dor no coração e enfiei no bolso de trás da calça.

Episodio II: A Máquina de Raio X “Again”

 – Sr, o sr precisa passar novamente a sua mochila e passar novamente pela maquina (que dedura objetos de metal).

Passei e a máquina apitou! Um filme rápido passou pela minha cabeça, advogado, fiança, explicando pra minha mãe etc. Aí ela diz que eu bati o braço e por isso a máquina disparou. Ufa! Passei novamente e meio de ladinho pra esconder a retaguarda que estava maior por causa do vidro de perfume.

Até a chamada do voo, tudo normal… Entreguei meu ticket, Boa viagem senhor! (Amigo, não tem boa viagem com a Gol, pensei comigo).

Coloquei a jaqueta, entreguei meus documentos e fui. O embarque seria pelo solo naqueles ônibus pensei: “Nossa… Vôo Internacional, saindo da pista!”. Algo estava estranho.

Eis que o vôo vinha do México; todo mundo de máscara, e eu lá no meio de gaiato. No Rio, fomos – “escondidos” – recepcionados e fichados pela ANVISA.

Resumindo: o barato muitas vezes sai caro, a Gol continua sendo uma merda, mesmo tendo voado na aeronave da Varig; e eu sou um bestinha que deixou de cumprir sua palavra. A campanha continua! Don’t “Go” Gol 🙂

Daniel Carvalho Cruz,

publicitário e diretor do portal Scramble – www.scramble.com.br

jun
18

Postado em 18-06-2009 19:11

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 18-06-2009 19:11

Imagem de Hortensia, em 2003 (com Allende ao fundo)/ “El Mundo”
hortensia
==================================================
SANTIAGO DO CHILE- Morreu nesta quinta-feira (18) em sua residência, em Santiago do Chile, aos 94 anos de idade e larga trajetória de resistência, Hortensia Bussi, viúva do presidente chileno, Salvador Allende. Ela presidia a Fundação que leva o nome do marido, líder da Unidade Popular, morto dentro do Palácio de La Moneda, por ocasião do golpe militar comandado pelo ditador Augusto Pinochet.

Segundo a agência EFE, a família disse que “Tencha”‘, como a chamavam as pessoas mais próximas, estava acompanhada, nos últimos instantes de vida, por suas filhas Carmen Paz e Isabel Allende, esta última escritora e deputada socialista no Congresso do Chile.

Nascida em 22 de julho de 1914, Hortensia Bussi era professora titular de Historia e Geografía e depois do golpe militar que lhe custou a vida do marido, em 11 de setembro de 1973, se exilou no México. Em 1940 se casou con Salvador Allende, com quem teve três filhas: Carmen Paz, Beatriz, ja falecida, e Isabel.

Durante a ditadura de Augusto Pinochet, a viúva de Salvador Allende se comprometeu de forma decidida com as forças políticas que no exílio lutaram pela recuperação da democracia.

Quando Hortensia comemorou 94 anos, em julho do ano passado, a presidenta do Chile, Michelle Bachelet, lhe enviou uma carta de saudação em que transmitia sua admiração, “por seu exemplo de integridade e de consequência”, uma vez que firmou “seu enorme compromisso, ontem e hoje, com nossa democracia”.

De acordo com pessoas mais próximas a ela, Hortensia Bussi se manteve totalmente lúcida até os últimos momentos de sua vida.

Paz para Hortensia. Que viva Chile!

(Postado por Vitor Hugo Soares, com informações da agência EFE e jornal El Mundo, de Madri).

jun
18

Postado em 18-06-2009 18:24

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 18-06-2009 18:24

Carlos Martins e os dados da Sefaz
martins
=================================================
Alertado por leitores atendos e especializados em análises de números do Fisco, este site-blog fez uma verificação dos dados da matéria “SEI e SEFAZ: números complicados da Bahia” postada no Bahia em Pauta dia 16/06/2009. Descobrimos ter cometido falha, que nos apressamos em corrigir.

Os dados da arrecadação do ICMS da SEFAZ referente ao 1º trimestre de 2008 estão em valores históricos, sem correção pela inflação, enquanto os dados do PIB apresentados pela SEI estão corrigidos pela inflação do período. Por este motivo a queda de arrecadação do ICMS de 8% que apontamos no 1º trimestre de 2009, foi apenas nominal, para apurar o valor real, bem maior, é necessário ajustar os dados de 2008 pela variação no período do Índice de Preços ao Consumidor Ampliado – IPCA, índice oficial da inflação brasileira.

Aplicando-se a correção de 5,90% no mês de fevereiro de 2008, 5,61% em março e 5,53% em abril, teremos a arrecadação do 1º trimestre de 2008, em valores dos meses correspondentes de 2009, de R$2.632.057,94, contra uma arrecadação do ICMS de R$2.291.695,00 em 2009, resultando numa queda real de arrecadação de 13% no 1º trimestre de 2009, em lugar dos 8% que citamos na matéria original, algo em torno de 340 milhões de reais.

Considerando que os dados do PIB da Bahia, divulgados pela SEI para o 1º trimestre de 2009 já considera os valores de 2008 corrigidos pela inflação oficial, para encontramos o acréscimo esperado da arrecadação do ICMS, em valores reais, basta aplicar os 2% apurados na matéria anterior no valor corrigido de 2008 (R$2.632.057,94 obtidos no parágrafo anterior), ou seja, uma arrecadação de ICMS de R$2.684.699,10 prevista no 1º trimestre de 2009.

Temos uma diferença de 15% entre a arrecadação do ICMS prevista e a realizada, uma quebra de expectativa de arrecadação de ICMS de 393 milhões de reais, apenas no 1º trimestre de 2009, que não pode ser explicada pela crise econômica.

Continuamos aguardando as explicações do Secretário Carlos Martins.

(Postado por Vitor Hugo Soares e equipe do Bahia em Pauta)

jun
18

Postado em 18-06-2009 15:19

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 18-06-2009 15:19

Mendes: fim do diploma
gilmar
==================================================
O Jornalista Ivan de Carvalho assina nesta quinta-feira(18) em sua coluna política na tribuna da Bahia, artigo sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal, que extinguiu a exigência de diploma de nível superior para o exercício profissional do jornalismo. Em trecho do comentário com o título “Jornalismo sem Diploma”, Ivan lembra a exigência do diploma foi estabelecida por decreto-lei em 1969, durante fase aguda do regime militar. Antes disso, o diploma não era exigido e o que se fez agora foi restabelecer uma situação que anteriormente existia e fora eliminada.

“Esse decreto é mais um entulho do autoritarismo da ditadura militar que pretendia controlar as informações e afastar da redação dos veículos os intelectuais e pensadores que trabalhavam de forma isenta”, disse Lewandowski, ao proferir o seu voto, assinala o colunista em seu texto.

E prossegue: “O Ministério Público Federal entrou com ação em outubro 2001 para que não fosse exigido o diploma de jornalista para exercer a profissão. Uma liminar também de outubro de 2001 suspendeu a exigência do diploma de jornalismo.

Em outro trecho, Ivan assinala:

“Do que disse Mendes, porém, o mais importante me parece ser a observação – feita após dizer que “os jornalistas se dedicam ao exercício pleno da liberdade de expressão” – de que “o jornalismo e a liberdade de expressão, portanto, são atividades imbricadas por sua própria natureza e não podem ser pensadas e tratadas de forma separada”. Isso significa que estaria errado, na opinião dele (na minha, também) negar aos cidadãos não portadores de diploma de jornalista um dos instrumentos mais vitais para o exercício da liberdade de expressão.

O advogado da Fenaj, que defendeu a exigência do diploma, argumentou que “um artigo escrito por um inepto poderá ter um efeito devastador e transformar leitores em vítimas da má informação”, afirmou. De um artigo ou de uma reportagem ou de uma simples nota, diria eu. Mas existem no Código Penal instrumentos para se punir a informação errônea dada de má fé”…

======================================================
Leia o artigo de Ivan de Carvalho, na íntegra, na Tribuna da Bahia.

jun
18

Postado em 18-06-2009 14:55

Arquivado em ( Artigos) por vitor em 18-06-2009 14:55

Perguntar não ofende

Do jornalista Alex Ferraz, em sua coluna desta quita-feira(1), na Tribuna da Bahia:
================================================

“Dengue
E as águas limpas e paradas do monumento a Clériston Andrade (Garibaldi), do Campo Grande e outras praças, não são criadouros do mosquito da dengue?
Ah, bom! Pensei”.
==================================================
LEIA A COLUNA DE ALEX NA INTEGRA NO JORNAL TRIBUNA DA BAHIA

  • Arquivos

  • setembro 2018
    S T Q Q S S D
    « ago    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930