maio
05

Postado em 05-05-2010 12:42

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 05-05-2010 12:42


==============================================
“Nunca aos Domingos”, com a deusa grega Melina Mercouri, para amenizar no Bahia em Pauta esta quarta-feira de fogo, mortes e tumultos em Atenas . (VHS)

maio
05

Postado em 05-05-2010 11:50

Arquivado em ( Artigos, Eventuais) por vitor em 05-05-2010 11:50

UFBA:hora de escolhas

============================================

Em meio ao intenso rufar de tambores retóricos do debate para a escolha do novo reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA) – em alguns casos camufla a defesa de propostas e principios ou esconde a transparência essencial em disputas do tipo – Bahia em Pauta entra em campo na busca de alguma luz esclarecedora.

Com esse objetivo reproduz o artigo do professor Caio Castilho, do Instituto de Física, publicado na página de Opinião de A Tarde. Castilho é um dos mais lúcidos pesquisadores da UFBA – e também um dos mais polêmicos do ambiente científico nacional. Vale a pena – e BP recomenda – ler com atenção o que ele escreve. Confira.

(Vitor Hugo Soares, editor )

=========================================
ENSINO SUPERIOR

Caio Castilho

Algum tempo atrás, ilustre pesquisador da Universidade Federal da Bahia (Ufba) afirmava: “A atividade de pesquisa na Ufba é uma questão de foro íntimo”. Uma frase estranha. Afinal, a pesquisa não é atividade essencial de uma universidade? Seria uma atividade não institucionalizada? Quando se apresentam candidatos à Reitoria, é essencial refletir sobre a situação da atividade de pesquisa na Ufba e o que podem esperar a sociedade e os pesquisadores dos candidatos à nova gestão.

A Ufba aprovou novo regimento interno, que adota práticas ameaçadoras à atividade de pesquisa. Exemplo é o significativo aumento na carga didática para docentes de cursos de pós-graduação, com atividade regular de pesquisa, formação de mestres e doutores e iniciação científica de alunos de graduação. A carga mínima ora fixada mais que ameaça, significa sentença de morte. E esta não é a única.

Antes da aprovação do novo regimento já houvera mudanças na estrutura da universidade que causaram e continuam causando danos a ativos e internacionalmente reconhecidos órgãos de pesquisa. São os casos do Centro de Recursos Humanos, Núcleo de Estudos Interdisciplinares da Mulher, Centro de Pesquisa em Geofísica e Geologia, Centro de Estudos Interdisciplinares em Energia e Ambiente, entre outros. Estes centros/núcleos perderam, ou poderão perder, boa parte dos meios administrativos e técnicos mínimos necessários à sua atuação.

Outra ameaça vem de recente determinação do Conselho Universitário, relativa à captação de recursos de pesquisa, que prevê o nihil obstat de um órgão colegiado no qual uma maioria eventual pode impedir a realização de pesquisas, ainda que aprovadas por comitês específicos, constituídos de pesquisadores com mérito formal e nacionalmente reconhecido, ou mesmo por agências de financiamento vinculadas aos governos estadual e federal. É universal o reconhecimento de que o exercício da “liberdade acadêmica” fica ameaçado se sujeito à mordaça de maiorias, particularmente quando elas se constituem no seio de órgãos de natureza essencialmente política.

O progresso científico, a criação, a invenção e o produzir do novo requerem o oxigênio da liberdade de pesquisa, de indivíduos e grupos, independentemente de serem apoiados por maiorias ou minorias, restringida apenas por parâmetros éticos instituídos. Sabe-se da influência que dirigentes exercem sobre órgãos colegiados que presidem. Muitos deles não exercem atividade regular de pesquisa, nem atuam em cursos de pós-graduação. As atividades de pesquisador e de dirigente, mesmo não excludentes, não são sinônimas.

Outra ameaça diz respeito aos pesquisadores bolsistas de produtividade em pesquisa do CNPq. Esta agência concede bolsas a docentes que realizem pesquisa e que, avaliados periodicamente por seus pares, apresentem indicadores de excelência na formação de recursos humanos, bem como resultados relevantes na pesquisa básica, aplicada e/ou inovação. Em várias unidades da Ufba, esses pesquisadores, além de não receber qualquer reconhecimento pela contribuição agregada à instituição, são perseguidos e estigmatizados.

Uma boa universidade pratica bom ensino e interage com a sociedade que a financia. Mas só inova quem faz pesquisa. Inovação aqui num sentido amplo: o de produzir o novo, inventar, descobrir, conceber, reinventar, estabelecer modelos visando compreender o que ainda não se entende, enfim, pesquisar.

Entre as melhores universidades do mundo, aquelas que mais se notabilizam são as que apresentam excelência na pesquisa que realizam. E, porque pesquisam bem, ensinam bem e se relacionam proficuamente com a sociedade.

No momento em que a Ufba escolhe novo reitor, é, pois, relevante que os candidatos ultrapassem o vago compromisso de “defender uma universidade pública, democrática e de qualidade”, e assumam propostas objetivas, concretas, claras e de natureza prática, que contemplem a atividade de pesquisa. Só a adoção de ações institucionais que favoreçam a atitude investigativa evitará que a pesquisa na Ufba continue a ser “uma questão de foro íntimo”.

*Caio Castilho Professor do Instituto de Física da Ufba
caio@ufba.br

maio
05

Postado em 05-05-2010 10:42

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 05-05-2010 10:42

Pelo menos três pessoas morreram nesta quarta-feira em incêndio numa sucursal bancária do centro de Atenas, atingida por “cocktails” molotov lançados por jovens encapuçados à margem de uma manifestação. A informação dos bombeiros da capital grega foi postada no portal TSF, de Lisboa.

Segundo a polícia, cerca de 20 pessoas estavam dentro da sucursal no momento do incêndio.TSF assinala que Atenas é hoje palco de uma manifestação – cerca de 20 mil pessoas a meio do dia – organizada no âmbito da greve geral convocada pelas grandes centrais sindicais gregas contra as medidas de austeridade aprovadas pelo governo.

maio
04

Postado em 04-05-2010 23:59

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 04-05-2010 23:59

A Controladoria-Geral da União (CGU) lançou nesta terça-feira, 4, os portais “Copa 2014” e “Jogos Rio 2016”, que ficarão hospedados no Portal da Transparência, administrado pela própria CGU. O lançamento aconteceu durante reunião do Conselho Nacional de Transparência Pública e Combate à Corrupção, na sede da CGU em Brasília.

Segundo a CGU, a partir de hoje, através desses dois canais, todo cidadão brasileiro pode contribuir para o controle dos investimentos públicos referentes à realização da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016

A CGU assinala ainda que o objetivo dos portais é dar ampla transparência às ações do governo federal para a realização desses eventos esportivos no País, permitindo o acompanhamento pela sociedade.

“Os cidadãos terão informações detalhadas e regularmente atualizadas sobre os investimentos feitos para a realização dos dois eventos, tais como: programa e ação governamental, fonte de recursos, órgãos executores, cronogramas, editais, convênios, operações de crédito realizadas por instituições financeiras oficiais de fomento e fotografias, entre outros”, informa a CGU .

Dossiê e Matriz

Os dois portais irão ao ar, inicialmente, com informações do Dossiê da Candidatura (no caso das Olimpíadas) e da Matriz de Responsabilidades (para a Copa do Mundo), além dos respectivos cronogramas de ações e previsões de investimentos nas diversas áreas, como construção e modernização de estádios, transporte (mobilidade urbana, portos, aeroportos), segurança etc. À medida que forem feitas as licitações, assinados os contratos e liberados os recursos para obras e outras ações, as informações serão incluídas e permanentemente atualizadas.

Se identificar algum indício de irregularidade, o cidadão pode denunciar utilizando os espaços apropriados em cada um dos portais, que farão links com o canal de denúncias existente no site da CGU.

maio
04

Postado em 04-05-2010 23:33

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 04-05-2010 23:33


===========================================
Em 4 de maio de 1937 morria no Rio de Janeiro Noel Rosa, com apenas 26 anos. Apesar de muito jovem, o poeta de Vila Isabel deixou para a vida, para a história e para nosso eterno deleite belíssimas composições. Fica difícil escolher uma para a homenagem do Bahia em Pauta nesta noite, mas vamos lá…’Quando o apito, da fábrica de tecidos”…
SAUDADES DO POETA DA VILA. BOA NOITE!!!
(Maria Olivia)

maio
04

Postado em 04-05-2010 12:38

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 04-05-2010 12:38


===========================================
“Vamos nessa, galera, o Bahia v ai fazer a festa na Série B!!!” (Gilson Nogueira )

Palavra do editor: Beleza de vídeo, Gilson! Indicação primorosa para a Rádio BP. Mais bonito só o filme argentino “O Segredo de Seus Olhos”, ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro, que está nas telas baianas.

Não percam!!
(Vitor Hugo Soares)

maio
04

Postado em 04-05-2010 11:45

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 04-05-2010 11:45

Suspeito detido no JFK/ IG/AP

=========================================
DEU NO PORTAL IG ( www.ig.com.br )

Um homem paquistanês-americano foi preso por dirigir o carro-bomba encontrado no último sábado na Times Square, em Nova York, enquanto investigadores continuam a buscar pistas sobre o incidente, disseram autoridades dos Estados Unidos nesta terça-feira.

Faisal Shahzad, um cidadão norte-americano naturalizado que nasceu no Paquistão, foi preso por volta de 23h45 da segunda-feira (0h35 da terça-feira em Brasília) no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, quando tentava embarcar em um voo para Dubai, disseram autoridades locais e federais. “A intenção por trás desse ato terrorista foi de matar americanos”, disse o procurador-geral dos EUA, Eric Holder, em uma entrevista coletiva no início da manhã.

Segundo uma autoridade ligada à investigação, o suspeito teria confessado aos investigadores que agiu sozinho e que não mantém relações com grupos radicais no Paquistão.

Faisal comparecerá perante um tribunal federal em Manhattan ainda nesta terça-feira para enfrentar acusações de “supostamente dirigir um carro-bomba para a Times Square na noite de 1º de maio”, segundo comunicado assinado pelo procurador Preet Bharara, pelo agente do FBI George Venizelos e pelo comissário de polícia de Nova York, Raymond Kelly.

O suspeito teria retornado de uma viagem ao Paquistão recentemente e comprado, em dinheiro vivo, a caminhonete Nissan Pathfinder usada na tentativa de ataque. Segundo a polícia, o carro foi adquirido há cerca de três semanas de um dono em Connecticut sem que fosse feita a atualização do nome do proprietário.

Acredita-se que Shahzad, de 30 anos, levou o utilitário esportivo da Nissan usado para carregar a bomba feita de combustível e fogos de artifício para a Times Square num momento em que a região, conhecida por suas lojas e teatros, estava lotada de pessoas numa noite quente de sábado. Se a bomba tivesse sido detonada, muitas pessoas poderiam ter morrido, disseram autoridades.

maio
04

Postado em 04-05-2010 11:27

Arquivado em ( Artigos, Ivan) por vitor em 04-05-2010 11:27

Lídice e Pinheiro: além das aparências

Segundo o colunista político Ivan de Carvalho assinala em seu artigo desta terça-feira na Tribuna da Bahia, comenta-se em todos os quadrantes da política baiana que o PSB e sua candidata ao Senado, a deputada e ex-prefeita Lídice da Mata, não querem porque não querem que o deputado petista Walter Pinheiro seja o outro candidato a senador da coligação governista. Para Ivan, no texto que Bahia em Pauta reproduz, esta pode ser uma análise correta, pode não ser. Mas não há dúvida nenhuma de que é feia. Porque é como se quem a faz dissesse: “Se for assim, nós vamos perder”. Confira.
(VHS)
===========================================
OPINIÃO POLÍTICA

Uma análise feia

Ivan de Carvalho

Pode ser uma análise correta, pode não ser. Mas não há dúvida nenhuma de que é feia. Porque é como se quem a faz dissesse: “Se for assim, nós vamos perder”.
Explicando. Comenta-se em todos os quadrantes da política baiana que o PSB e sua candidata ao Senado, a deputada e ex-prefeita Lídice da Mata, não querem porque não querem que o deputado petista Walter Pinheiro seja o outro candidato a senador da coligação governista.
Houve reunião do PT, PSB, PC do B e PDT exatamente para que o primeiro destes partidos ficasse sabendo em detalhes o pensamento dos demais a respeito da candidatura de Walter Pinheiro ao Senado – como nos bastidores se afirma que deseja o governador Jaques Wagner – na mesma chapa de Lídice da Mata.
O pensamento daqueles três partidos aliados do PT e da própria Lídice – quanto ao pensamento desta, não se trata de telepatia, mas de uma presunção baseada em lógica cristalina – é simples e complexo ao mesmo tempo.
Tento enunciá-lo à maneira simples. Walter Pinheiro é do PT, contaria com o entusiasmo da militância e dos simpatizantes deste partido, seria preferencial (suponho que todo mundo vai negar isso) na chapa governista para o Senado, o que não significa que Lídice seria abandonada.
Além disso, obteve 200 mil votos nas eleições de 2006 para deputado federal e foi candidato a prefeito de Salvador em 2008, chegando ao segundo turno, no qual finalmente amargou a derrota ante o prefeito peemedebista (que o PT refugara) João Henrique. Pinheiro está – sem trocadilho – bem plantado na capital, justamente a área de Lídice, a quem faria, portanto uma companhia inconveniente.
Para completar, Pinheiro e Lídice são de “esquerda”, disputam votos na mesma área. Não sei de onde se tirou a idéia de que a tendência seria a eleição de um senador de “esquerda” e outro de “centro”, mas há muita gente pensando assim e para essa gente o fato de um candidato de “esquerda” ser preferencial funciona quase que como uma condenação eleitoral para o outro pretendente de “esquerda”.
PSB, PC do B e PDT (mas este com extrema moderação) estão cobrando um entendimento antigo entre os partidos da coligação, entendimento segundo o qual nenhum partido deveria ter mais de um integrante na chapa governista que disputará as eleições majoritárias. O PT já tem o governador candidato à reeleição, o PP tem o candidato a vice, o PSB tem uma candidata a senadora, como é que o PT, que já tem o principal nome da chapa, vai incluir nela um segundo quadro seu? – questionam os aliados de “esquerda”.
Como? Sendo o partido do governador, de longe o maior dos partidos governistas de “esquerda” e ainda tendo as simpatias da direção do PP, pela palavra do presidente estadual Mário Negromonte, para Walter Pinheiro.
Alguma coisa contra?

maio
04

Postado em 04-05-2010 10:51

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 04-05-2010 10:51

Vídeo sugerido pelo leitor Jader Martins ao Bahia em Pauta, sobre as escolhas eletivas de José Serra, pré-candidato do PSDB à presidência da República, feita na área de comentários do post sobre as leituras da ex-ministra Dilma, candidata do PT à sucessão de Lula.
===========================================

Sugestão aceita. Confira.

(VHS)

maio
04

Postado em 04-05-2010 00:22

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 04-05-2010 00:22

BOA NOITE!!!

  • Arquivos

  • Março 2019
    S T Q Q S S D
    « fev    
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031