fev
09

Postado em 09-02-2009 01:55

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 09-02-2009 01:55

 

Mais de 35 mil torcedores lotaram o estádio do Barradão, neste domingo; para vibrar com uma das festas mais bonitas e tradicionais do futebol baiano: o clássico entre Bahia e Vitória – o BA-VI – que terminou com o triunfo do time tricolor por 2 a 0. A bela festa da arquibancada proporcionada pelas torcidas dos dois times – com faixas, batuques, cantoria e muita pirraça de parte a parte- , saiu do estádio com o apito final do juiz e foi para as ruas e bares de Salvador, onde prossegue animada, como um grito de pré-carnaval.

 

O primeiro Ba-Vi do ano foi só emoção e alegria para o time tricolor, apesar da pouca importância  desta vitória em termos de decisão de um campeonato apenas em seu início, mas já empolgante. Com o triunfo, o Bahia pulou para a liderança, com 16 pontos ganhos (e um jogo a menos), e empurrou  seu maior adversário para o segundo lugar, com 15 .

 

Além disso, derrotou o rival em seu domínio, o Barradão, , “e isso não tem preço”, como gritava uma torcedora eufórica na saída do estádio do Vitória, lembrando que no  Estádio Manuel Barradas Carneiro o time rubro-negro não vence o tricolor há mais de dois anos.

 

Haja festa para fechar o domingo baiano!

fev
08

Postado em 08-02-2009 21:56

Arquivado em ( Artigos) por fernanda em 08-02-2009 21:56

Vítima de câncer, morreu ontem, a jornalista Regina Coeli, 59 anos. Regina  começou sua carreira no antigo Diários Associados; apresentou, durante muito tempo, o Jornal da Manhã, da TV Bahia, e depois tornou-se uma respeitada colunista social no Jornal A Tarde, onde escrevia a coluna “Nomes”, às sextas feiras. Ela vinha travando uma batalha incansável contra a doença há muito tempo. Seu sepultamento será hoje, no Campo Santo, às 15 horas. (Por Fernanda Dourado)

fev
07

Postado em 07-02-2009 15:08

Arquivado em ( Artigos) por fernanda em 07-02-2009 15:08

A TV Brasil, ou a TV do Lula, comprou os direitos de transmissão do documentário norte-americano “Barack Obama, sua História”, sobre a vida do presidente democrata. Pagou R$ 8.000. (Por Fernanda Dourado)

fev
07

Postado em 07-02-2009 01:07

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 07-02-2009 01:07

Da gaveta à transparência
 
Vitor Hugo Soares
 
     
Postado em Boston, recebi em Salvador, no começo da semana, um e-mail da jornalista Rosane Santana. Logo dá para ver que ela não desgruda os olhos da terrinha que deixou há dois anos, para azeitar o inglês na Universidade de Harvard. Enquanto estuda, exercita o espírito polêmico em textos de análise sobre os labirintos e contradições de  Obama e a crise americana, ou em coberturas como a da passagem de João Gilberto por Nova Iorque para celebrar, na Broadway, os 50 anos da Bossa Nova, publicados na revista eletrônica Terra Magazine, de Bob Fernandes e Bahia Já (blog de Tasso Franco, também escreve na Tribuna da Bahia), entre outros espaços de opinião.

      A afiada repórter política de sempre fala da nota lida em um blog de Salvador (Política Livre, de Raul Monteiro, também da TB ), sobre a surpreendente posição do Brasil como oitavo colocado no ranking de transparência das contas públicas, entre os mais de 80 países do mundo (do Reino Unido ao Sudão), relacionados no levantamento da Open Budget Partnership. Chama à atenção para o espaço ínfimo dedicado ao assunto pela imprensa brasileira, em contrastes com os latifúndios generosos abertos para tratar das tramóias e traições de um retrocesso de doer: o senador José Sarney, e o deputado Michel Temer – ambos do PMDB -, eleitos para comandar o Senado e a Câmara, respectivamente, pelos próximos e cruciais dois anos.
  
     Bato na madeira três vezes, como fazem em geral os baianos para afastar maus presságios, e corro para recuperar informações sobre o estudo referido. Fico sabendo, via BBC-Brasil, que dos 85 países pesquisados, apenas cinco – Reino Unido, África do Sul, França, Nova Zelândia e Estados Unidos – fazem parte do time que “fornece informações abrangentes sobre orçamento público”. O Brasil, na segunda divisão, está entre aqueles que “provêm informações substanciais” sobre o destino do dinheiro dos impostos. Nesse item relevante fica atrás, apenas, da Noruega e da Suécia.
 
      Nada mal, pois em sua categoria, segundo mostra o estudo da instituição com sede em Washington, que trabalha com outras especialistas em orçamentos de várias partes do planeta, consta apenas mais um latino-americano: o Peru. A Colômbia, Argentina, México estão na terceira divisão, a dos que “fornecem alguma informação”, colados com Rússia e Índia. No grupo abaixo da linha democrática, os que dão “pouca ou nenhuma informação”, como a Bolívia (o pior classificado do continente), Arábia Saudita, China, Angola, Sudão e Afeganistão.
 
      Não demoro a reconhecer o valor jornalístico da mensagem. Bastou bater na testa e recordar outro fato e situação: há seis anos, o País sujava-se no lodo da má fama, exatamente por remar na direção inversa da corrente da transparência da coisa pública.Verificava-se, então, notória tendência para conviver, cúmplice e impunemente, com a corrupção de políticos, magistrados, empresários, administradores e burocratas, de todos os partidos e escalões de governos, em suas estranhas e promíscuas relações com o dinheiro dos orçamentos destinados a obras e serviços públicos.
 
     Tempo em que pipocavam por todo lado graves e urgentes processos. Denúncias as mais cabeludas sobre saques ao erário, botins de dinheiro desviado dos tesouros (da União, dos Estados, das Prefeituras Brasil afora) para bolsos, cofres e até colchões privados distantes do real destino orçamentário. Escândalos, em geral, congelados depois de um tempo de grita popular e do barulho intenso mas passageiro na mídia, que iam mofar nas atulhadas gavetas da Procuradoria Geral da República.
 
      Levantamentos publicados na época do ministro-procurador, Geraldo Brindeiro, apelidado de “engavetador-mor da República” no governo FHC, apontavam o engavetamento de 242 desses processos mais graves, enquanto outros 217 foram arquivados, pura e simplesmente, antes de Brindeiro deixar o posto.
 
      Em artigo publicado no Observatório da Imprensa, em 2006, o procurador George Brito assinalou que tais aspectos, “inicialmente vestidos de análise meramente política – ou seja, papel a ser exercido exclusiva e supostamente pelos cientistas políticos – seriam cruciais se trabalhados como notícias pela imprensa, de forma contextual, o que quebraria a fragmentação pobre predominante na cobertura”.
 
Na mensagem mandada de Boston, esta semana, a jornalista alerta: diante da virada de jogo detectada agora no levantamento da Budget Partnership, é preciso não esquecer, por dever de justiça, de destacar o papel do ex-ministro Waldir Pires na criação da Controladoria Geral da União – “uma das melhores coisas da era Lula”- e da competência com que Jorge Hage, “seu seguidor e fiel amigo, homem de ética notável, vem tocando a CGU, órgão fundamental para à democracia, para o combate à corrupção, e para cortar os laços com o passado colonial”. Está dito Rosane. E assino embaixo.
 

Vitor Hugo Soares é jornalista – E-mail: vitors.h@ig.com.br

fev
05

Postado em 05-02-2009 16:22

Arquivado em ( Artigos) por fernanda em 05-02-2009 16:22

O estado de saúde do vice-presidente da República, José Alencar, é estável e vem apresentando boa evolução, informa o boletim médico do Hospital Sírio-Libanês. O vice-presidente já se alimenta por via oral e conversa normalmente, segundo o boletim. Informações da Folha. (Por Fernanda Dourado)

fev
05

Postado em 05-02-2009 15:25

Arquivado em ( Artigos) por fernanda em 05-02-2009 15:25

fev
04

Postado em 04-02-2009 05:01

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 04-02-2009 05:01

Parque Wanstead – noroeste de Londres

 

 

Enquanto o mundo debate a crise econômica mundial, o planeta vive outra crise. Em 2008 caiu neve em Londres em outubro, pela primeira vez em 70 anos. O último mês de dezembro na cidade foi o mais frio desde 1996. Nos últimos 2 dias toda Grã Bretanha parou. Escolas fechadas, cirurgias hospitalares reduzidas, estradas bloqueadas, aeroportos parados ou operando no mínimo, futebol suspenso e o Serviço Nacional de Saúde (NHS) só atendeu os casos de vida ou morte.

 

Simultâneo ao frio na Bretanha, a Austrália vive a maior onda de calor em 100 anos. De acordo com a agência de noticias Reuters, desde o último dia 29, a temperatura, que supera os 40 graus Celsius, provoca atrasos no sistema ferroviário e mais de 10 mil casas estão sem energia. As autoridades sanitárias dos Estados da Austrália do Sul e Vitória aconselharam as pessoas a ficarem em lugares fechados, com ar-condicionado, e a manterem uma boa hidratação. A ministra australiana da Mudança Climática, Penny Wongo (sim, eles têm uma Ministra para Mudança Climática) declarou que nos últimos 12 anos a Austrália viveu os 11 anos mais quentes da história.

 

Em 2006, morando em Londres curti o inverno Europeu, apenas 1 ou 2 dias de neve. As crianças brincaram na porta de casa,  a neve quando pouca é comemorada. Que diferença dos dias atuais. Bato papo com uma grande amiga dos tempos londrinos, ela, australiana, agora de volta a Melbourn, também estava em Londres há exatos 2 anos e diz-me que não sabe o que é pior o frio que esta fazendo na Inglaterra ou calor que estão passando na Austrália.

 

As mudanças climáticas, decorrentes do aquecimento global, estão apenas começando, e nada indica que os EUA, sob o governo Barack Obama irão assinar o Protocolo de Kyoto, isto é o pior.

 

 

por Laura Tonhá

 

fev
03

Postado em 03-02-2009 14:58

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 03-02-2009 14:58

 

São e salvo, como assinalou um de seus amigos em saudação emocionada, o âncora da Rádio Metrópole, Mário Kertész, demonstrou na manhã desta terça-feira (03/01) não apenas que está de volta ao habitat onde ele impera há anos e se sente à vontade como “pinto no lixo”, mas que voltou para ficar. Depois de dois meses de ausência para recuperar-se de cirurgia cardíaca e problemas imprevistos na voz, o radialista surpreendeu os ouvintes e colegas da Metrópole: entrou no ar com autorização médica “para uma mensagem de uns 10 minutos, no máximo”, em 02 de Fevereiro, Dia de Iemanjá, mas falou sem interrupção durante duas horas.

 

“Foram sessenta dias que fiquei fora da Rádio, de muita luta, paciência. O tempo mais longo que passei sem trabalhar”, disse o ex-prefeito de Salvador. “Passei a escrever em meu blog (que agora é meu mesmo), sobre a minha recuperação, minhas angústias, minha rotina”, contou Kertész de um estúdio improvisado em sua casa, para tornar o retorno mais cômodo a um paciente em recuperação. Começou a chover ligações de ouvintes, depois dos agradecimentos do âncora pelas mensagens recebidas. “Mario querido, que bom ter você de volta. Eu e toda a minha família estávamos torcendo por você”, disse a cantora Ivete Sangalo ao telefone durante o programa. Também ligaram o governador Jaques Wagner e a primeira dama Fátima Mendonça, entre outros amigos e personalidades políticas.

 

Na manhã desta terça-feira, 03/01, Mario Kertész retornou ao microfone com a corda (quase) toda, por conta de alguma dificuldade ainda na voz. Chorou e fez muita gente chorar, recebeu ligação do ministro Geddel Vieira Lima, destacou o fortalecimento do PMDB ao eleger os presidentes da Câmara ( Michel Temer),  do Senado (Jose Sarney) e da Câmara de Salvador ( Alan Sanches). Na Assembléia Legislativa da Bahia, a vitória, segundo ele, foi do governador. E fustigou Marcelo Nilo (PSDB), reeleito presidente da Casa: “é um político menor”.

 

Por: Vitor Hugo Soares

.

fev
02

Postado em 02-02-2009 22:19

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 02-02-2009 22:19

O vereador Alan Sanches (PMDB) foi eleito na manhã desta segunda-feira, 2, o novo presidente da Câmera Municipal de Salvador com 38 votos, encerrando a confusão que se tornou a presidência da Câmara após a renúncia do vereador Alfredo Mangueira (PMDB) uma semana depois de ter sido eleito para o cargo. Entre as propostas do novo presidente, estão a reformulação da lei orgânica do município, do regimento interno da Câmara, da estrutura administrativa do legislativo e a elaboração de um plano de cargos e salários para os servidores da Casa.

 

Na Assembléia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado estadual Marcelo Nilo (PSDB) venceu novamente as eleições para presidente, dessa vez por 41 votos contra 22 do concorrente, Elmar Nascimento (PR). Em entrevista ao blog de Samuel Celestino, ele falou do sabor de vencer, segundo ele, o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB), o ex-governador Paulo Souto (DEM) e o deputado federal ACM Neto (DEM) e afirmou que pode estar de partida do ninho tucano.

 

por Laura Tonhá

fev
02

Postado em 02-02-2009 21:00

Arquivado em ( Artigos) por bahiaempauta em 02-02-2009 21:00

A Casas Bahia lançou hoje a sua loja virtual, a filial nº 5.000 e tem como perspectiva responder por até 2% do faturamento da Casas Bahia em seu primeiro ano de funcionamento.

É o primeiro site no mundo desenvolvido em cima de uma plataforma de mainframe –  computador  de grande porte que processa os dados da Casas Bahia segundo a segundo.

A tecnologia permite um ambiente virtual integrado com o da rede em tempo real, ou seja, exatamente como na loja física,  assim que a compra é validada no site, há geração de cadastro, de pedido de venda, baixa no estoque, a entrega é acionada e a mercadoria levada ao cliente no prazo determinado.

Fonte:  http://www.updateordie.com/

 

por Laura Tonhá

  • Arquivos

  • Fevereiro 2018
    S T Q Q S S D
    « jan    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728