set
19

Postado em 19-09-2010 18:28

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 19-09-2010 18:28

Uma mulher armada entrou num hospital alemão e começou a disparar.  Segundo as autoridades alemãs há a registar deste incidente quatro mortos e vários feridos . O tiroteio aconteceu no Hospital Sainte-Elizabeth, na cidade de Lörrach (sudoeste da Alemanha).

Ainda são desconhecidas razões que motivaram este tiroteio, contudo, as autoridades alemãs informam que a autora deste incidente foi morta.

(Informações do portal europeu TSF)

set
19

Postado em 19-09-2010 14:45

Arquivado em ( Charges) por vitor em 19-09-2010 14:45

Clayton – O Povo – Fortaleza, CE

Reproduzido no Blogbar do Fontana ( http://fontanablog.blogspot.com/ )

Carla Bruni: “complemente egocentrica”.

=================================================
A primeira dama francesa inspirou dois livros que a descrevem como “devoradora de homens” e “invejosa” de Michelle Obama. Em matéria sobre os lançamento, publicada em sua edição dominical, o jornal português Diário de Notícias assinala: “É provável que a primeira dama da França, Carla Bruni, esteja furiosa com a publicação, esta semana, de Carla, Uma Vida Secreta, uma biografia não autorizada escrita pelo jornalista e investigador francês Besma Lahouri.

Segundo DN, depois de um ano e meio de pesquisa e mais de cem entrevistas – nenhuma delas com a própria Carla -, Besma (que já publicou um livro em que desmascarava o ex-futebolista Zinedine Zidane) descreve uma mulher muito diferente da figura elegante que acompanha o presidente Nicolas Sarkozy.

O jornal de Lisboa adianta ainda que o livro menciona Bruni, de 42 anos, como uma mulher “completamente autocentrada, desinteressada por coisas que não a afetem diretamente”. Apresentando-a como devoradora de homens e lançando graves acusações – inclusive ter convidado três ex-amantes para a sua mansão no Sul da França, no verão de 2009.

O livro cita também a “rivalidade” entre a cantora e ex-modelo e a primeira dama dos EUA, Michelle Obama. “A única mulher vista por Bruni como capaz de disputar o título de dama mais sexy e com mais glamour do planeta é a mulher de Obama”, relata o livro.

A matéria do diário português fala ainda sobre outra biografia publicada nessa mesma semana, intitulada Carla e o Ambicioso, dos jornalistas Michael Darmon e Yves Derai, também tem criado polémica, sobre a relação Michelle-Bruni. O livro conta que, durante uma visita de Sarkozy aos EUA, ela perguntou a Michelle como estava na Casa Branca. Segundo o livro, além de dizer que era “um inferno”, a senhora Obama afirmou que não suportava a nova vida. Fatos logo negados pela Casa Branca.

Apesar de ser menos agressiva e de ter contado com a colaboração da própria Bruni, esta biografia revela que ela recorreu aos serviços secretos franceses para descobrir quem era o autor de rumores sobre o seu casamento.

set
19

Postado em 19-09-2010 11:19

Arquivado em ( Artigos, Eventuais) por vitor em 19-09-2010 11:19

Assinada pela correspondente Maria João Guimarães o jornal Público, um dos mais importantes diários de Portugal, publica interessante reportagem sobre o surpreendente papel da ferramenta Twitter, na Internet, na campanha presidencial em curso no Brasil. Bahia em pauta reproduz:
———————————————————————————————————————————————

A campanha política brasileira apostou na Net, e a Net apostou de volta. A presença dos três principais candidatos no Twitter é grande: juntos têm mais de 750 mil seguidores. O Twitter serviu para divulgação de boatos e notícias (por exemplo em relação à escolha dos “vices”), e serviu ainda de palco para debates – esta campanha viu o primeiro debate presidencial na Internet.

======================================================================

Maria João Guimarães

Curiosamente, a candidata à frente nas sondagens, Dilma Rousseff, tem bastante menos seguidores do que o seu rival mais direto, o ex-governador de São Paulo José Serra (@joseserra_). Serra foi um “tuiteiro” entusiasta enquanto governador de São Paulo e ia bem lançado, com mais de 400 mil seguidores, enquanto Dilma Rousseff (@dilmabr) chegou ao Twitter apenas em Abril, mas ia subindo de audiência, comemorando recentemente os seus 200 mil seguidores. Marina Silva (@silva_marina), a candidata do Partido Verde, contava com quase 176 mil seguidores.

José Serra é um “tuiteiro” descontraído, embora os risos informais (“rsrs”) tenham diminuído à medida que a campanha foi decorrendo e ele foi descendo nas sondagens. Aumentam as mensagens sobre comícios, eventos e temas de campanha, mas há ainda alguma interação com outros “tuiteiros”.

Os candidatos aproveitam para mostrar o seu lado “comum”, com notas para músicas, embora isso possa por vezes dar polémica – Dilma Rousseff falou do novo álbum da banda Pato Fu, mas o problema é que o fez quando decorria um debate entre candidatos a que faltou, alegando problemas de agenda.

Da Net para a imprensa

Mas também lançam ou rebatem ataques, emendam a mão explicando alguma citação mais polémica, e acabam citados na imprensa.

Quando Dilma Rousseff disse, num comício, que o “vice” de Serra, Índio da Costa, tinha “caído do céu”, ele respondeu no serviço de microblogging: “Para uma ateia, deve ser duro ter um “vice” que cai do céu”. Logo foi fustigado por seguidores, e foi obrigado a explicar que respeitava profundamente “todas as crenças e opções”.

O jornal O Estado de São Paulo relatava que, nos bastidores, o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira, de Serra) tem pelo menos dez mil militantes a atuar na rede em nome do seu candidato. O PT tem, só em São Paulo, quase mil pessoas defendendo o partido na Net – isto para além das equipes especializadas, pagas, para controlar o que sai nos blogues, Twiter, etc.

Dilma Rousseff confessou logo no início que não seria apenas ela a colocar informação no microblog: “Também não vou ficar fingindo que passarei muito tempo na Web. Vocês sabem que será impossível. Alguns amigos vão me ajudar”-

Imitar Obama não resultou

Mas há vida na Web para além do Twitter. Quem acabou por ter uma das ações mais originais de campanha usando a Internet foi José Serra. O candidato pediu contribuições dos internautas para o seu programa de Governo num site interactivo – talvez para disfarçar o fato de ter entregado ao Tribunal Superior Eleitoral (que agora exige programas dos candidatos) uma mistura de dois discursos como programa.

No entanto, Dilma Rousseff e Marina Silva levaram a cabo outra novidade inspirada em Obama: a possibilidade de doações via Internet, uma opção não utilizada por José Serra. Mas esta campanha foi vista como um fracasso. Segundo o jornal Folha de São Paulo, Dilma Rousseff obteve 90 mil reais (40 mil euros; 0,18 por cento do total de doações) de 860 pessoas, e Marina Silva 75 mil reais (33,5 mil euros, 0,55 por cento do total de doações) vindos de 1118 internautas. Em 2008, Barack Obama tinha conseguido cerca de 3,5 milhões de dadores individuais.

O fascínio com o uso eleitoral da Net aumentou com a campanha de Novembro de 2008 nos Estados Unidos. PT e PSDB cortejaram intervenientes da parte digital da campanha, e um deles acabou por acordar trabalhar para a equipa de marketing do PT.

set
19

Postado em 19-09-2010 10:39

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 19-09-2010 10:39

Pedro Paulo e Waldez: dupla volta ás ruas

=================================================================
DEU NO UOL

Por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o governador do Amapá, Pedro Paulo Dias (PP), e o ex-governador do Estado Waldez Goes (PDT) foram soltos pela Polícia Federal (PF) na noite deste sábado (18).

Eles estavam detidos no Comando de Operações Táticas da PF em Brasília. Os dois são acusados de participar de um amplo esquema de desvio de recursos públicos do Estado e foram presos pela Operação “Mãos Limpas” no último dia 10.

Mais cedo, o ministro do STJ João Otávio de Noronha transformou em preventiva a prisão temporária do presidente do Tribunal de Contas do Amapá, José Julio de Miranda, e o secretário de segurança pública, Aldo Alves Ferreira, que permanecem detidos em Brasília.

Entenda o caso

No último dia 10, a PF prendeu 18 pessoas suspeitas de envolvimento no caso. Além de Dias, Góes e o presidente do TCE, foram detidos o ex-secretário de Educação José Adauto Santos Bitencourt; o secretário estadual de Segurança, Aldo Alves Ferreira; e o empresário Alexandre Gomes de Albuquerque.

A PF apreendeu na operação R$ 1 milhão em dinheiro, cinco carros de luxo – uma Ferrari, uma Maserati, duas Mercedes e um Mini Cooper – e duas armas durante a ação.

As apurações da PF revelaram indícios de um esquema de desvio de recursos da União que eram repassados à Secretaria de Educação do Estado do Amapá, provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e do extinto Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

A PF disse que a maioria dos contratos firmados pela Secretaria de Educação do Amapá não respeitava as formalidades legais e beneficiava empresas previamente selecionadas.

Apenas uma empresa de segurança e vigilância privada manteve contrato emergencial por três anos com a Secretaria de Educação, com fatura mensal superior a R$ 2,5 milhões, e com evidências de que parte do valor retornava, sob forma de propina, aos envolvidos.

Durante as investigações, constatou-se que o mesmo esquema era aplicado em outros órgãos públicos. Segundo a PF, foram identificados desvios de recursos no Tribunal de Contas do Estado do Amapá, na Assembleia Legislativa, na Prefeitura de Macapá, nas Secretarias de Estado de Justiça e Segurança Pública, de Saúde, de Inclusão e Mobilização Social, de Desporto e Lazer e no Instituto de Administração Penitenciária.

Os envolvidos estão sendo investigados pelos crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, advocacia administrativa, ocultação de bens e valores, lavagem de dinheiro, fraude em licitações, tráfico de influência e formação de quadrilha.

set
19

Postado em 19-09-2010 10:24

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 19-09-2010 10:24


=======================================================================
Marcha De Quarta-Feira De Cinzas
Composição: Vinicius de Moraes / Carlos Lyra

Acabou nosso carnaval
Ninguém ouve cantar canções
Ninguém passa mais brincando feliz
E nos corações
Saudades e cinzas foi o que restou

Pelas ruas o que se vê
É uma gente que nem se vê
Que nem se sorri
Se beija e se abraça
E sai caminhando
Dançando e cantando cantigas de amor

E no entanto é preciso cantar
Mais que nunca é preciso cantar
É preciso cantar e alegrar a cidade

A tristeza que a gente tem
Qualquer dia vai se acabar
Todos vão sorrir
Voltou a esperança
É o povo que dança
Contente da vida, feliz a cantar

Porque são tantas coisas azuis
E há tão grandes promessas de luz
Tanto amor para amar de que a gente nem sabe

Quem me dera viver pra ver
E brincar outros carnavais
Com a beleza dos velhos carnavais
Que marchas tão lindas
E o povo cantando seu canto de paz
Seu canto de paz

set
18

Postado em 18-09-2010 23:03

Arquivado em ( Multimídia) por vitor em 18-09-2010 23:03

DEU NO TERRA (ELEIÇÕES 2010)

Claudio Leal

Direto de Campinas (SP)

Em discurso bem humorado e, ao mesmo tempo, irritado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a imprensa brasileira na cobertura das eleições, referindo-se às denúncias contra a campanha de Dilma Rousseff (PT), durante comício com a presidenciável e o candidato ao governo de São Paulo Aloizio Mercadante (PT) em Campinas. “Vamos derrotar jornais e revistas que se comportam como partidos políticos”. Lula acrescentou: “jornais e revistas que têm candidato e não têm coragem de dizer que têm candidato”.

“Não são democratas e pensam que são democratas. Democrata é este governo que permite que lhe façam o que eles entenderem… Porque não sou eu que vou censurá-los. É o telespectador, é o ouvinte e o leitor que vai censurar aquilo que presta e aquilo que não presta”, afirmou Lula. Nesse momento, a plateia – estimada pelos organizadores em 15 mil pessoas – começou a gritar: “Olê, olê, olê, olá… Lula, Lula…”.

O presidente ainda ironizou o nome da revista Veja. “Ouvi dizer de algumas revistas que vão sair esta semana. Sobretudo em uma, que eu não sei o nome dela. Parece ‘óia’. Nordestino falaria ‘óia'”, brincou. “Ela destila ódio e mentira!”.

Pouco antes dos ataques diretos aos jornais e revistas, Lula se queixou do nível da imprensa. “Tem dia que determinados setores da imprensa chegam a ser uma vergonha. Se o dono do jornal lesse seu jornal, se o dono da revista lesse sua revista, eles ficariam com vergonha do que eles estão escrevendo exatamente neste instante. E eles falam em democracia… Eles não suportam escrever que a economia brasileira vai crescer 7% este ano, não se conformam é que um metalúrgico vai criar mais emprego que presidentes elitistas que governaram este País”.

Do palanque, o presidente comemorou a capitalização da Petrobras, no próximo dia 24 de setembro, num tom novamente endereçado aos donos de grupos midiáticos. “Esse metalúrgico que não fala espanhol, não fala inglês, não fala francês e falava ‘menas laranja’… Esse metalúrgico vai pra Bolsa de Valores bater o martelo para capitalizar a maior capitalização da história da humanidade, nós vamos capitalizar a Petrobras, pra transformar ela maior, mais forte… Não será Bill Gates, Dilma. Não será George Soros. Não será o presidente dos Estados Unidos, o presidente da Alemanha, não será o presidente da França, a rainha da Inglaterra… Será o metalúrgico de São Bernardo do Campo que vai passar pra história com a maior capitalização que o capitalismo já fez no mundo. Isso tudo porque eu sou socialista”, discursou.

As críticas de Lula à imprensa brotam depois da queda da ex-ministra Erenice Guerra e na semana em que a revista Veja trouxe uma nova reportagem com denúncias de lobby e corrupção na Casa Civil. Desta vez, ela aponta um caso de propina de R$200 mil na Casa Civil, para dispensar o uso de licitação na compra do medicamento Tamiflu.

Leia mais Eleições

http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010

luizmottafontana | 18 de setembro de 2010
Blogbar do Fontana – Nos balcões dos bares da vida
=================================================================
Nara Leão – Nara Leão 1968

PHILIPS – 1968

Música – Deus vos salve Esta Casa Santa

Composição – Caetano Veloso& & Torquato Neto

Arranjos e regência – Rogério Duprat

Letra:

Deus Vos Salve Esta Casa Santa

(Torquato Neto & Caetano Veloso)

Um bom menino perdeu-se um dia
Entre a cozinha e o corredor
O pai deu ordem a toda família
Que o procurasse e ninguém achou
A mãe deu ordem a toda polícia
Que o perseguisse e ninguém achou

Ó deus vos salve esta casa santa
Onde a gente janta com nossos pais
Ó deus vos salve essa mesa farta
Feijão verdura ternura e paz

No apartamento vizinho ao meu
Que fica em frente ao elevador
Mora uma gente que não se entende
Que não entende o que se passou
Maria amélia, filha da casa,
Passou da idade e não se casou

Ó deus vos salve esta casa santa
Onde a gente janta com nossos pais
Ó deus vos salve essa mesa farta
Feijão verdura ternura e paz

Um trem de ferro sobre o colchão
A porta aberta pra escuridão
A luz mortiça ilumina a mesa
E a brasa acesa queima o porão
Os pais conversam na sala e a moça
Olha em silêncio pro seu irmão

Ó deus vos salve esta casa santa
Onde a gente janta com nossos pais
Ó deus vos salve essa mesa farta
Feijão verdura ternura e paz

set
18

Postado em 18-09-2010 17:48

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 18-09-2010 17:48

deu no COMUNIQUE-SE (PORTAL ESPECIALIZADO EM NOTÍCIAS DE BASTIDORES DA IMPRENSA)

Izabela Vasconcelos

O candidato Tiririca (PR), que disputa uma vaga a deputado federal pelo estado de São Paulo, superou os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV) no número de buscas do Google. A ferramenta Google Insigths mostra que o candidato ultrapassou os candidatos à presidência da República a partir de agosto, com pico de buscas entre 22 e 28/8, e ainda se mantém na frente. Em uma escala de 0 a 100, Tiririca aparece com 100 pontos, Dilma com 35, Marina 22 e Serra com 10, no ranking do buscador. Os dados se repetem na pesquisa nacional e mundial.

Redes sociais
Com o slogan “Vote Tiririca, pior que tá não fica!”, Francisco Everardo Oliveira Silva, ganhou espaço na web, principalmente após a publicação de seus vídeos no YouTube. “O que é que faz um deputado federal?”. “Na realidade, eu não sei. Mas vote em mim que eu te conto”, dizia ele. Um de seus vídeos já ultrapassou 3 milhões de acessos e chegou a ser o mais visto da semana no YouTube.

O candidato também é assunto no Twitter. No dia 17/8, Tiririca ocupou um lugar no Trending Topics mundial. Além de perfis no canal de vídeos do Google e do microblog, o candidato também está no Orkut, Facebook e Flickr. O site de Tiririca chega a ter 6 mil visitas por dia.

De acordo com a assessoria de imprensa de Tiririca, a campanha do candidato é composta, em média, por 50 cabos eleitorais e 10 assessores, entre supervisores, coordenadores e assessoria.

Segundo o Ibope, Tiririca lidera as pesquisas de intenção de voto a deputado federal em São Paulo. Como as pesquisas a deputado não são registradas nos tribunais eleitorais, os percentuais não foram divulgados. No entanto, em entrevista ao jornal Extra, o presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, disse que o candidato é o mais citado em São Paulo.

set
18

Postado em 18-09-2010 17:35

Arquivado em ( Newsletter) por vitor em 18-09-2010 17:35

Dilma com Del Toro: “ele é muito bonito”

====================================================================

DEU NO TERRA (ELEIÇÕES 2010)
De Campinas (SP)

Claudio Leal

Barbado, como quem acabou de palmilhar por dias a Sierra Maestra, o ator hollywoodiano Benicio Del Toro, recente intérprete de Che Guevara no cinema, chegou no horário exato do café-da-manhã com a candidata Dilma Rousseff, no hotel Vitória, em Campinas (SP), na manhã deste sábado (18). Óculos escuros, boné azul e branco, olhar calculadamente blasé, o portorriquenho se esquivou de dúvidas matutinas de um jornalista americano, às 8h30: “Pergunte a ela”, respondeu, apontando para uma boneca de papel.

Antes do quebra-jejum com Dilma, Benicio desistiu de puxar um cigarro, para não ser bombardeado pelos fotógrafos. Em viagem pelo Brasil, acompanhado pelo produtor Fernando Sulichin (de “Babel”), o ator visitou assentamentos do MST e observará um comício da campanha petista na cidade paulista.

Com o histórico de guerrilheiro nas fitas de Steven Soderbergh, Benicio cativou a durona ex-guerrilheira Dilma, não só pelo seu talento mais conhecido.

– A conversa? Olha, eu vou te falar: eu achei assim ótima, né? Ele, de fato, é um ator excelente. Excepcional -, contou Dilma, deixando algo suspenso: – Além disso, sem sombra de dúvida, ele é muito bonito…

Risonha ao falar do astro, depois de uma artilharia de perguntas sobre Erenice Guerra e a Casa Civil, Dilma esclareceu se foi apenas uma troca de ideias ou manifestação de apoio.

– Há uma simpatia. Obviamente ele tem uma simpatia, por isso que ele pediu a reunião. Foi mais uma conversa fluida, sobre cinema, sobre a importância da América Latina, da América Caribenha, de como aquele mapa que apareceu na revista The Economist, em que tá o Caribe e a América Latina pra cima, e a América do Norte pra baixo, faz todo sentido histórico, porque estão crescendo. A América Latina hoje tem uma perspectiva que no passado ela não tinha. Tudo isso foi tocado. E o problema do cinema. Como eles são amigos de Oliver Stone, falaram do lançamento de “Wall Street 2”. Foi uma conversa muito boa – relatou, ressaltando que não pediu autógrafo.

E… não falaram do passado da candidata na luta armada. Em seguida à coletiva, Benicio apareceu na área da piscina, para tentar mandar brasa pela segunda vez. Cigarro na boca, os flashes pipocaram. “Why not?”, brincou. Novamente incomodado por ser visto entre fumaças – não é nenhuma Rita Hayworth -, o ator deixou seu lugar ao guarda-sol e voltou para uma sala reservada, com o séquito de assessores cinematográficos.

– Parece que ele vai pro comício – vibrara Dilma, mais cedo. – Vai ser interessante ele acompanhar um comício no Brasil. Mostramos pra ele que, hoje, somos os únicos a fazer comício neste País…

Às 10h, Benicio seguia recostado, tediosamente, num sofá. Como no tango, fumando esperava. Para sossego final, e contra a lei paulista, acendeu o cigarro em espaço fechado. Why not?

Mais eleições: http://terramagazine.terra.com.br

  • Arquivos

  • junho 2019
    S T Q Q S S D
    « maio    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930