====================================================
A música do dia vai para a jornalista Zoraide Villas-Boas, uma aniversariante especial neste 13 de janeiro da Lavagem do Bonfim, amiga do peito do Bahia em Pauta. Que Oxalá a proteja e guie pelos caminhos da vida que os amigos que fazem BP desejam seja longa, generosa como a aniversariante e muito feliz. Sempre.

(Vitor Hugo Soares, por todos do BP)


=======================================================
Blogbar do Fontana — Nos balcões dos bares da vida

ELZA SOARES – CARNAVAL & SAMBA

ODEON – 1969

Música – “Bahia De Todos Os Deuses” (Bala & Manuel Rosa) Samba Enredo, Salgueiro, 1969

Letra:

Bahia, os meus olhos estão brilhando,
Meu coração palpitando
De tanta felicidade.
És a rainha da beleza universal,
Minha querida Bahia,
Muito antes do Império
Foste a primeira capital.

Preto Velho Benedito já dizia
Felicidade também mora na Bahia,
Tua história, tua glória
Teu nome é tradição,
Bahia do velho mercado
Subida da Conceição.
És tão rica em minerais,
Tens cacau, tens carnaúba,
Famoso jacarandá,
Terra abençoada pelos deuses,
E o petróleo a jorrar

Nega baiana,
Tabuleiro de quindim,
Todo dia ela está
Na igreja do Bonfim, oi
Na ladeira tem, tem capoeira,
Zum, zum, zum,
Zum, zum, zum,
Capoeira mata um !

Bahia em Pauta agradece mais uma vez ao poeta paulista Luiz Fontana.

(VHS)


========================================================
BOA NOITE SÃO PAULO !!! Que o Senhor do Bonfim da Bahia, poderoso Oxalá dos nossos terreiros, a proteja e à sua gente nesta noite da antevéspera da lavagem festiva das escadarias da sua basílica na colina sagrada de Salvador.

Neste e nos próximos dias de um tempo de temporais e de maus governantes nas duas cidades simbólicas do País.

(VHS)


======================================================
Palavra de baiano:

Aguenta firme, São Paulo, que vai passar e tudo voltará a pulsar como sempre! Mas, gente paulista, abra os olhos da grande cidade para os que a governam e a consomem como macunaimas antropofágicos!

Os baianos que vivem em Salvador (ou em Sampa, como o grande Tom Zé) conhecem bem este sofrimento.

Bom dia, apesar de tudo!

(Vitor Hugo Soares)

jan
10


=========================================
Os Seis em Ponto, grupo de rapazes amantes da Bossa Nova, que explodia no Rio de Janeiro, na década de 1960 do século passado, dá, aqui, um boa noite especial para os amantes das coisas boas da vida, como, por exemplo, o Bahia em Pauta e a Lavagem do Bonfim.

Em 1965, pela gravadora RGE, Os seis em Ponto, formado por Francis Hime, Alberto Hekel Tavares, Carlos Alberto Cumarão, Nelsinho Motta, Carlos Eduardo Sadock de Sá e João Jorge Vargas, lança LP consagrador com o nome do conjunto. Tom Jobim escreve: “Eis aqui um disquinho feito com Amor.Simplicidade, Pureza, moços que amam a música e se reuniam para tocar, fizeram agora este disco.” Mais adiante, acrescenta: “A moçada sabe o que quer e cria sua linguagem para dizer o que sente. Do “Samba do Carioca”até o “O Menino das Laranjas” tudo é amor e é caminho que trilha a música popular brasileira.”

É, hoje, o vinil em foco uma raridade. Lembrança do conjunto que se desfez.

No LP, os arranjos de Francis Hime, com 25 anos, estudante de engenharia, e a “guitarra de ginga convincente, toda medida, certinha como ele”, de Nelsinho Motta, 19 anos, estudante de desenho industrial, sustentam, com o resto do time, um repertório de primeira.
Ronaldo Boscoli também assina a contracapa do disco em alta fidelidade. Encantado, como Tom, com o talento da moçada, Boscoli anota: “Estes seis rapazes encontram-se invariavelmente às seis em casa de um e de outro. E atravessam horas ensaiando.”

A Bossa embalava sonhos.Vão-se os anos…
E o Rio de Janeiro, que continua bossanoveiro, como o grande pianista baiano Aranha -cadê você, meu rei?!-, segue sendo uma festa de sol!

GILSON NOGUEIRA é jornalista, garimpeiro da boa música, colaborador e amigo da primeira hora do BP.


=====================================================
A sugestão da música para começar o dia veio junto com o artigo de Regina Soares, postado mais cedo no Bahia em Pauta. Mandado de Belmont, na área da baia de San Francisco, para alegrar ouvidos baianos e do mundo. Convira.

(VHS)


========================================================

B0A NOITE!!!

BOA TARDE!!!


======================================================
Parabéns, campeão! Receba aí em São Paulo – em casa ou no batente do plantão de Terra Magazine -, os versos recolhidos do livro do notável poeta pernambucano Carlos Pena Filho, que você com a sua generosa delicadeza comprou na recente viagem a Recife para oferecer de presente de Natal ao casal de amigos em Salvador.

Cartola e Elton Medeiro, em se tratando de aniversário de Claudi Leal, também são indispensáveis.

(Vitor Hugo , editor, Margarida , revisora, e todos da equipe do BP que o admiram cada vez mais, como profissional e como gente boa de verdade)
======================================================
VIAGENS

Essa verdágua azul pelo maralto
sacudida por gastos vendavais,
o pacífico Atlântico e ainda mais
a estrela brancazul do céu mais alto

Essas verdes ternuras vegetais,
a cidade de Málaga, Leonarda
de claro nome e todavia parda
em seu caminho para os pantanais.

A coisa sem remédio, o rubro inferno,
e essa brancura sob os céus andinos
era tudo conversas de meninos
no pátio antigo do colégio interno

CARLOS PENA FILHO, no “Livro Geral” (poemas).


======================================================
Maravilhosa Sapoti!

Boa Noite!!!

(VHS)

Pages: 1 2 3 4 5 6 7 ... 103 104

  • Arquivos

  • Janeiro 2018
    S T Q Q S S D
    « dez    
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031