maio
13
Posted on 13-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 13-05-2009

Itapagipe ao pé da baia
itapagipe

Deu no Terra Magazine

“Bomba, Bomba” diria o colunista Ibrahin Sued, se vivo estivesse, ao deparar com as surpreendentes e assustadoras informações, principalmente para os moradores da bela e histórica península de Itapagipe e Cidade Baixa, contidas na reveleadora reportagem assinada pelo reporter Claudio Leal e publicada na revista virtual Terra magazine, nesta quarta-feira, 13 de maio.

Na surdina, sem qualquer consulta prévia à população, o prefeito João Henrique Carneiro(PMDB), assinou decreto que torna de utilidade pública larga faixa litorânea da Baia de Todos os Santos. O ato e o fato alcançam vasta extensão de uma das áreas mais belas da capital baiana, ultimamente também das mais cobiçadas por grupos imobiliáriosl, principalmente a partir da aprovação do PDDU, que altera os gabaritos e permite a construção de grandes edificios na orla de Salvador.

Vejam alguns trechos da reportagem do TERRA MAGAZINE:
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
A área do decreto de JHC
prefeito

“Um decreto obscuro da Prefeitura de Salvador assusta os moradores de uma das áreas mais belas da capital baiana. Sem consulta popular, o prefeito João Henrique Carneiro (PMDB) decretou a utilidade pública dos imóveis da orla da Baía de Todos os Santos, à borda da península de Itapagipe, na Cidade Baixa.

A área de 324 mil metros quadrados inclui bens tombados pelo patrimônio histórico – como o Abrigo D. Pedro II e o Forte do Monte Serrat, palco da resistência aos holandeses em 1624 -, prédios abandonados, residências, lojas de varejo, antigas fábricas e casarões seculares. A desapropriação deve atingir os prédios fincados entre a tradicional Feira de São Joaquim e a Praia da Boa Viagem.

O dado mais surpreendente: a prefeitura só deve apresentar um projeto em outubro deste ano. Desapropriou sem nada revelar. Os moradores se queixam da insegurança patrimonial.

CAVALO E ESCADA- A pretexto de reurbanizar a orla de Salvador, o prefeito considerou de utilidade pública outros pontos da cidade, a exemplo da popular Vila Brandão, situada à beira-mar, na encosta do bairro da Barra, alvo habitual da especulação imobiliária. A Defensoria Pública do Estado entrou com uma ação cautelar para suspender os efeitos desse decreto.

Por sua vez, a investida contra a península de Itapagipe, que tem alguns dos pontos turísticos mais visitados da Bahia, causou espanto aos deputados federais Lídice da Matta (PSB) e Emiliano José (PT) pela estranha abrangência territorial. Ambos atentam para a obscuridade do ato de João Henrique. Ex-prefeita de Salvador (1993-1996), Lídice levanta equívocos na decisão oficial e defende um debate prévio na Câmara.

——————————————————————-
Opinião do Bahia em Pauta: Diante do apresentado, a população deve ficar atenta com o que ainda virá. Afinal, como também dizia Ibrahim, “cavalo não desce escada“.

(Postado por:Vitor Hugo Soares)

(LEIA INTEGRA DA REPORTAGEM DE CLAUDIO LEAL NO TERRA MAGAZINE (http://terramagazine.terra.com.br)

maio
13
Posted on 13-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 13-05-2009

13 DE MAIO – de Caetano Veloso

Dia 13 de maio em Santo Amaro
Na Praça do Mercado
Os pretos celebravam
(Talvez hoje inda o façam)
O fim da escravidão
Da escravidão
O fim da escravidão

Tanta pindoba!
Lembro do aluá
Lembro da maniçoba
Foguetes no ar

Pra saudar Isabel
Ô Isabé
Pra saudar Isabé

A música do dia vem de Santo Amaro da Purificação, na voz de seu maior cantor. Bahia em Pauta publica também a letra da canção para o leitor poder acompanhar e sentir mais intensamente toda a sua força e beleza. E nada mais é preciso dizer.
(Vitor Hugo Soares)

maio
13
Posted on 13-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 13-05-2009

Festa em Santo Amaro
maio

Hoje, 13 de Maio, Dia da Abolição que quase não se comemora mais no País, é data festiva e especial para a cidade de Santo Amaro da Purificação e os adeptos do candomblé na histórica região canavieira do Recôncavo Baiano.

Internamente os terreiros festejam desde a alvorada, mas no começo da tarde a celebração vai para a rua nesta quarta-feira na cidade de D. Canô e seus filhos, que promove mais uma edição de um dos eventos mais tradicionais da Bahia: o Bembé do Mercado, que acontece há 120 anos e congrega todos os terreiros da região na comemoração da data em que a princesa Isabel assinou a Lei Áurea, em 1888, que aboliu a escravatura no País.

ABOLIÇÃO-Como assinala a repórter Dóris Miranda em reportagem publicada na edição de hoje do Correio da Bahia, “mais do que a comemoração pertinente pela abolição ou festival de arte e religiosidade ancestral, o Bembé (sinônimo de candomblé na região; palavra que em nagô significa ‘bater tambor’ e em angola, ‘candomblé’) é uma das mais genuínas expressões públicas de reconhecimento e afirmação da negritude no Brasil porque forma o único candomblé de rua do mundo, realizado desde quando era proibido por lei bater tambor para os orixás”.

As celebrações em Santo Amaro da Purificação seguem intensas até domingo (com exceção da sexta-feira – o candomblé não tem função neste dia – e incorpora também manifestações de capoeira, maculelê, samba-de-roda, coça-coça, nego fugido e homenagens ao artista plástico e museólogo santo-amarense Emanuel Araújo (diretor do Museu Afro-Brasileiro) e à sambista Edith do Prato (1914-2009), que visita sua terra natal.

Segundo informa também a matéria do Correio, a programação especial deste ano abre espaço também para a música popular de Jota Velloso, Ulisses Castro e até Caetano Veloso, que deve participar do show do sobrinho, cantando 13 de maio, originalmente gravada no disco Noites do Norte, de 2000.

Santo Amaro fica bem ali pertinho, a menos de 70 quilômetros de Salvador. Povo de santo ou não, vale a pena dar um pulo por lá hoje, ou até domingo, para ver de perto e participar de uma das mais belas tradiçoes da Bahia.

(Por: Vitor Hugo Soares)

maio
13
Posted on 13-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 13-05-2009


E já que o assunto é o Festival de Cannes, que abre nesta quarta-feira(13) a sua 62ª edição, o Bahia em Pauta escolhe como música para trazer emoção à madrugada e começar(bem) o dia, o tema musical do filme Cinema Paradiso, que deu ao maestro italiano Ennio Moriconne, uma das merecidas palmas de ouro do mais charmoso festival de cinema do mundo. O clipe com a música ao correr de uma das cenas marcantes do filme maravilhoso de Tornatore é uma emocionante atração à parte. Confira.

(Vitor Hugo Soares)

maio
13
Posted on 13-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 13-05-2009

festival

CANNES-2009

Se você daqueles apaixonados pelo cinema de verdade prepare o coração para novas e grandes emoções.

Pela 62.ª vez, o mundo do cinema instala-se de armas e bagagens na Cote d’Azur, para mais uma edição do Festival de Cannes. Com uma novidade absoluta, este ano. É que hoje à noite, pela primeira vez na história deste grande acontecimento da sétima arte, em vez das estrelas de carne e osso que costumam pisar a Croisette, a tela da grande sala Lumière do Palácio dos Festivais acolherár os mais improváveis heróis de “Up – Altas Aventuras”, a última maravilha da animação digital e em 3D da Pixar, que inaugura Cannes-2009.

Este fato, segundo escreve o enviado do diário português a Cannes, João Atunes, confirma não só a cada vez maior atenção aos mais variados géneros cinematográficos por parte dos organizadores do festival, como a animação e o documentário, e o “namoro” cada vez maior em relação à indústria cinematográfica de Hollywood, “indispensável para trazer até ao Sul de França a parada de estrelas de que os muitos milhares de pessoas que se acantonam todos os dias em frente à mítica passadeira vermelha desejam ver de perto”.

GLAMOUR E DESCOBERTAS- Mas, segundo o repórter do DN, é no equilíbrio entre o glamour das estrelas e a paixão da descoberta de novos autores, passando pela confirmação dos maiores talentos da arte cinematográfica actual, que Cannes vai mantendo, sem nenhum arranhão, o status de maior festival de cinema do Mundo.

Em Cannes estão a partir desta quarta-feira, os últimos filmes de Pedro Almodóvar, Marco Bellocchio, Jane Campion, Michael Haneke, Ang Lee, Ken Loach, Alain Resnais, Quentin Tarantino, Johnnie To, Tsai Ming-liang ou Lars von Trier. Um naipe de cineastas de prestígio acima de qualquer dúvida.

Pelo menos dois cineastas brasileiros terão suas obras exibidas no 62ª Festival de Cannes, que vai até 24 de maio. Heitor Dhalia, de Nina e O Cheiro do Ralo, vai apresentar seu novo longa, À Deriva, na seleção oficial da mostra Un Certain Regard.

Já a estreante Vera Egito foi convidada a exibir seus dois primeiros curtas, Espalhadas pelo Ar e O Elo, na abertura e no encerramento da Semana da Crítica, um dos principais eventos paralelos à competição oficial do festival.

maio
12
Posted on 12-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 12-05-2009

Assembléia: quorum como moeda
assembleia

Os sinais de fumaça que saem da chaminé da Assembléia Legislativa do Estado começam a causar sério desconforto no Palácio de Ondina e na Governadoria.O Projeto de Lei de nº17.940 que prevê alterações na Lei que trata do regime previdênciário do servidor público completa a terceira semana sem conseguir o quórum de votação, ou seja, 32 senhores deputados.

É verdade que, desde o início de seu mandato, o governador Jaques Wagner sempre teve dificuldades nas votações dos projetos originários do Executivoe na Assembléia.Mas fica cada vez mais evidente a mudança brusca de rumos na relação entre os poderes executivo e legislativo, à medida que o tempo passa.

Antes, a liderança do governo, que coordena as votações, não tinha qualquer dificuldade de quórum para aprovar as propostas, a não ser em casos de alguma reação muito tímida da oposição que tentava obstruir, mas sem muito resultado.

Nos últimos dias, no entanto, o que se vê no Plenário e nos bastidores do Legislativo, é uma atuação governista confusa e tumultuada nas votações, princialmente diante da liberdade de atuação sem precedente dos parlamentares na fase pós-carlista.

Assim, o quorúm anteriormente sem muita importância, virou ultimamente valiosa moeda de troca entre os deputados e o governo Wagner. O líder Waldenor,além de ter agora o cada vez mais constante boicote do PMDB, a todo momento sofre também pressão de sua base, para que os pleitos solicitados nas variadas instâncias de governo sejam atendidos .

Quando há demora de atendimento ou negativa do governo, a ameaça é o quorúm.

Saiu a corda curta , entrou o escambo, e a barca vai no Plenário da Assembléia, não se sabe em direção a que porto, mas não parece ser o do interesse público.

maio
12
Posted on 12-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 12-05-2009

santo

A maioria dos prefeitos de municípios baianos que desde cedo, nesta terça-feira(12) cruzava os dedos preocupados com a possibilidade de seu município ser sorteado e cair na malha das 60 cidades no País que passarão nos próximos dias pelo crivo dOS AUDITORES da Corregedoria Geral da União (CGU), já respira mais aliviado. Anotem aí: os municípios baianos sorteados são: Presidente Tancredo Neves; Santo Amaro, Ibirapuã, Itapicuru e Cocos.

Há quem jure nos corredores do Centro Administrativo , principalmente na União de Prefeituras da Bahia (UPB), que depois do sorteio, deu para escutar um forte ruído de alívio. É desconhecido ainda o sentimento na sede das seis prefeituras sorteadas para receber os fiscais da CGU.

O sorteio de hoje, em Brasilia, teve a presença do ministro-chefe da CGU, Jorge Hage, Mais 60 municípios serão fiscalizados pela Controladoria-Geral da União quanto à aplicação de recursos repassados pela União para a execução descentralizada de programas federais. Foi a 28ª edição do Programa de Fiscalização por Sorteios, criado em 2003 pelo então ministro-corregedor Waldir Pires.

Mais outros dez municípios também foram sorteados para receberem orientação da CGU sobre a correta gestão dos recursos públicos, como parte do Programa de Fortalecimento da Gestão Pública. Segundo a assessoria da CGU, dentre os municípios definidos no sorteio para serem fiscalizados, o mais populoso é Aparecida de Goiânia, em Goiás, com 494.919 habitantes. Fernão, em São Paulo , é o município com o menor número de habitantes: 1.514.

Os municípios com população de até 20 mil habitantes serão fiscalizados em todas as áreas em que se aplicaram recursos federais; os que têm entre 20 mil e 100 mil habitantes serão fiscalizados nas áreas de Habitação, Saneamento e Urbanismo, Assistência Social, Saúde e Educação. Já nos municípios com mais de 100 mil habitantes serão fiscalizados quanto aos recursos aplicados na área da Educação.

CONTRA A CORRUPÇÃO – O Programa de Fiscalização a partir de Sorteios Públicos visa inibir a corrupção entre gestores de qualquer esfera da administração pública. O Programa usa o mesmo sistema de sorteio das loterias da Caixa Econômica Federal para definir as áreas municipais e estaduais a serem fiscalizadas quanto ao correto uso dos recursos públicos federais.

Em cada uma das unidades sorteadas, os auditores examinam contas e documentos e fazem inspeção pessoal e física das obras e serviços em realização, mas privilegiam, sobretudo, o contato com a população, diretamente ou por meio dos conselhos comunitários e outras entidades organizadas, como forma de estimular os cidadãos a participarem do controle da aplicação dos recursos oriundos dos tributos que lhes são cobrados.

Depois do alívio para a maioria dos chefes municipais, agora é aguardar o resultado da fiscalização nas cidades baianas que caíram na malha do sorteio da CGU..

(Vitor Hugo Soares)

maio
12
Posted on 12-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 12-05-2009

Nordeste submerso
nordeste1
====================================================
Perguntar não ofende:

No portal Globo.com a Rede Globo faz nesta segunda-feira (11) chamada para um de seus mais vistos programas semanais de jornalismo no País. O “Profissão Repórter”, que na época das cheias em Santa Catarina produziu uma edição primorosa sobre o assunto, que tocou o coração do País , despertou a população para o drama no próspero estado do sul, e fez chover doações e solidariedade, que seguramente minoraram a dor e levantaram a auto-estima dos catarinenses.

No Profissão Repórter desta terça-feira, a vida de quem trabalha duro enquanto os outros se divertem: os artistas da noite. Caco Barcellos acompanha a rotina surpreendente do casal que ganha a vida com shows de sexo explícito na noite de São Paulo. Ao longo de uma madrugada, marido e mulher fizeram 10 apresentações. Eles são casados há 8 anos, têm um filho e sonham juntar dinheiro para montar uma confecção.

Thiago Jock segue os passos de um tecladista que chega a faturar R$ 100 mil reais por mês em shows pelo Nordeste. É Zezo – o Príncipe dos Teclados. Thaís Itaqui acompanha a luta da baterista que sonha ganhar a vida – e ficar famosa – com a música. Enquanto a fama não chega, ela dá aula de inglês e de bateria para pagar as contas e sustentar seu sonho.

Em Salvador, nosso repórter convidado, Renan Pinheiro, percorre as ruas do Pelourinho, acompanhado pelo repórter Felipe Gutierrez, em busca de artistas que fazem de tudo por um trocado. Um destes artistas da noite é o sanfoneiro Luiz. Cego, ele ganha a vida nos ônibus da periferia da cidade”.

===================================================
Pela chamada, o público da Bahia e do País deverão ter informação misturada com divertimento de primeira esta noite.

Mas a pergunta que não quer calar é a seguinte: Quando o “Profissão Repórter” (ou outro especial de TV qualquer) mostrará o drama humano, o desamparo social e a destruição causados pelas chuvas e enchentes dos últimos dias em Salvador e nos estados do Norte e Nordeste? Afinal, na região já morreram quase 50 pessoas, cidades inteiras foram destruídas ou estão submersas, milhares estão desabrigados, sem ter para onde ir e com a auto-estima no fundo do poço.

Ou, simplemente, não se pensa mais nisso?

(Vitor Hugo Soares)

maio
12
Posted on 12-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 12-05-2009

Nova lei de Imprensa: um tema para o Congresso
plenario

Deu no Terra Magazine

O deputado Emiliano José (PT-BA) recém-empossado na Câmara, em substitruição a Nelson Pelegrino, puxado de Brasília para a secretaria de Justiça do governo Jaques Wagner, assinala a sua chegada no Congresso com a defesa de uma questão que divide opiniões- principalmente nos meios de comunicação e nas áreas mais engajadas da política e do jornalismo no País.

Deputado federal, jornalista e professor universitário na Faculdade de Comunicação da UFBA, o parlamentar diz em entrevista à revista digital Terra Magazine publicada nesta terça-feira(12), que a revogação da Lei de Imprensa, em julgamento histórico do Supremo Tribunal Federal (STF), no dia 30 de abril, começa a produzir desdobramentos informais no Congresso.

Segundo revela Emiliano na entrevista ao repórter Cláudio Leal, deputados e senadores, ainda que timidamente, começam a discutir uma nova legislação para o setor, “ancorada desta vez em marcos do regime democrático”. O deputado petista é um dos congressistas que pretendem reabrir o debate sobre o tema polêmico.

Na apresentação da entrevista Terra magazine lembra que, no STF, os ministros Ellen Gracie, Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes defenderam a manutenção de alguns artigos. Mendes citou o artigo 36, referente ao direito de resposta. Venceu a revogação total. Agora, o debate deve ir além das indenizações e do direito de resposta, como propõe Emiliano José:

– É fazer um debate sobre os meios de comunicação, a democratização dos meios de comunicação… Se nós consideramos que há um pequeno número de vozes a elaborar o discurso sobre a realidade brasileira, temos que pensar como democratizar, como tornar mais plural a formulação do discurso.

Para o deputado petista, a extinção da lei nascida na ditadura militar é “muito positiva”. Entretanto, enfatiza que o País precisa definir, sem retardos, uma nova legislação para o setor.

– Não é possível você ficar sem uma legislação democrática, que discipline os direitos e deveres da imprensa.

LEIA A ÍNTEGRA DA ENTREVISTA DO DEPUTADO EMILIANO JOSÉ NO TERRA MAGAZINE

(http://terramagazine.terra.com.br)

maio
11
Posted on 11-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 11-05-2009


E por falar do acidente desta segunda-feira (11) no belo cartão postal britânico: que tal Caetano Veloso para encerrar o dia com uma lembrança pungentemente agradável, interpretando sua canção do exílio “London London”, hino a uma das mais belas e sempre surpreendente cidade da Europa? Veja e ouça então este clipe do You Tube, com imagens de Londres e a letra de Caetano. Melhor para terminar o dia, impossível.  Boa noite.

( Vitor Hugo Soares)

Pages: 1 2 ... 1953 1954 1955 1956 1957 ... 1997 1998

  • Arquivos

  • novembro 2018
    S T Q Q S S D
    « out    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930