maio
18
Posted on 18-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-05-2009

PMDB no Othon: sem risco de alagamento
othon
==================================================
Depois da convocação partidária de “descer todo mundo do interior para a capital”, o PMDB iniciou nesta segunda-feira (18), no Hotel Othon de Salvador, sua anunciada série de “encontros regionais” , com o objetivo prioritário de discutir as eleições de 2010, avaliando forças e estratégias políticas. No comando e dando cartas entre os participantes, desde a abertura nesta manhã diluviana, o ministro da Integração Geddel Vieira Lima.

O local do evento, sem dúvida, não poderia ser melhor escolhido. O belo e sólido hotel junto ao mar agitado de Ondina é um dos pontos mais seguros, bem cuidados e com reduzidas possibilidades de ser inundado ou dissolvido pelas chuvas que voltaram com intensidade desde a noite de ontem.

Tudo agravado pelos fortes ventos que elevam – e muito – os riscos para a população da “cidade de verão”, principalmente a parte da população obrigada a viver no subúrbio, nas encostas dos morros e em áreas de frágil sustentação, carentes de quase tudo,  a começar de infra-estrutura e de atenção de seus governantes. .

Quanto à agenda do encontro de hoje , bem que a direção do PMDB poderia ter aproveitado a presença de seus principais líderes locais – O ministro da Integração, Geddel Vieira, o presidente regional, Lúcio Vieira Lima e o prefeito João Henrique de Barradas Carneiro (além do presidente da Câmara, Michel Temmer, se de fato aparecer por aqui hoje como se anuncia ),  para uma visita de campo a Salvador em risco de afogamento e caos.

Acompanhados, evidentemente, por “prefeitos, vereadores e lideranças do interior que desceram para o encontro no Othon”, como pedido pelos líderes. Uma visita não apenas de solidariedade formal e burocrática, como costuma acontecer em situações como esta, mas também de aprendizado mais prático, necessário e imediato que as disputas eleitorais do ano que vem.

Afinal, chuva e vento estão aí, presentes e devastadores nesta segunda-feira, causando estragos e desatres urbano e humano. Poderão dissolver, também, projetos políticos de muita gente, antes de 2010 chegar.

Avisar não ofende

(Por: Vitor Hugo Soares)

maio
18
Posted on 18-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-05-2009

trabalho

OPINIÃO/MUNDO E TECNOLOGIA

O TRABALHO DO FUTURO

“Dez anos atrás, Facebook não existia. Dez anos atrás, antes disso, não tinhamos a Web. Portanto, quem sabe como será o trabalho dentro de dez anos? Apesar da taxa de desemprego ser a mais alta desses 25 anos, o trabalho voltará, mas não será como antes. Ninguém vai lhe pagar só por marcar o ponto. Veremos formas de trabalho mais flexíveis, mais autonomas, mais cooperativas e bem menos seguras. Será dirigido por uma geração com novos valores e a mulher estará em crescente controle.  Aqui estão dez maneiras como o trabalho, tal qual o conhecemos, mudará. Em verdade já mudou.”

Leio atenta na revista TIME, ainda quente em minhas mãos. Recém aposentada, poderia não me interessar pelo assunto. Ao contrario, sei muito bem que se falta trabalho ou se não estamos preparados para as mudanças não haverá futuro.

Jogue fora sua pastinha, você não estará indo a uma escritório, ou lugar designado para o trabalho. Você pode se despedir dos seus benefícios e talvez nem alcance a tão sonhada aposentadoria. O seu chefe não será como o estereótipo que você esta acostumado. Não haverá uma escada a subir mas sim oportunidades, se você descobrir o caminho certo.

High Tech, High Touch, High Growth

Para entender como será o ambiente de trabalho em dez anos, você deve pensar como será o trabalho em dez anos. Aqui vai uma dica: Empregadores não vão precisar lhe pagar para dirigir até um certo local especifico, em verdade, diante da pressão de uma economia instável, estão descobrindo que de fato não existem muitas razões para continuar essa prática.

O trabalho do futuro terá muito pouco que ver com processamento de palavras e números (a Internet pode fazer isso agora). Nem haverá a necessidade de contratar pessoal de suporte, recepcionistas, mensageiros, manutenção. A necessidade estará focada em encontrar as pessoas essenciais e cortar o resto. Então, você é essencial?

A lista segue, mas não quero assustar ninguém, afinal estamos falando da America do Norte. Se a moda pega, e pode apostar que sim, logo veremos o resultado.

Regina Soares>, advogada , mora em Belmont, na área da baia de San Francisco, a poucos quilômetro do Vale do Silício, paraíso da moderna tecnologia americana

maio
18
Posted on 18-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-05-2009

Deu no jornal

Na coluna Gente Boa, do jornal O Globo, na edição deste domingo (17), a editora interina, Cleo Guiimarães, publica nota com informação interessante sobre o saudoso,  mas sempre presente, “maluco beleza” da Bahia. Vamos lá:

DIABO, PAI DO ROCK – Raul Seixas pode ser o primeiro artista de língua não inglesa a entrar para o hall da fama do Museu do Rock, em Ohio (EUA).  A indicação já foi feita. Caetano Veloso já mandou carta de recomendação”..

======================================================
Bahia em Pauta comenta: Homenagem mais merecida impossível. E Raul na veia e na música para começar a madrugada. (VHS)

maio
17
Posted on 17-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 17-05-2009

Vitoria no Barradão:favoritismo confirmado
vitoria

Com o título “Sport sofre derrota para o Vitória, em Salvador”, a edição on-line do Diário de Pernambuco, um dos mais tradicionais jornais de Recife, postou há pouco o seu comentário sobre o triunfo de 1 a 0 do Vitória , da Bahia, sobre o Sport, de Pernambuco, no embate de leões rubronegros do Nordeste pelo Campeonato Brasileiro. Veja, a seguir, como os pernambucanos viram o jogo dos dois campeões em seus respectivos estados.

===================================================
“O Sport não conseguiu segurar o ataque do Vitória e perdeu o jogo deste domingo, por 1×0, no Estádio Barreirão, em Salvador Imagem: Eduardo Martins/AE
Imagem: Eduardo Martins/AE

“Um time apático e deficiente na defesa. Esse foi o Sport, na partida deste domingo (17), contra o Vitória, pela segunda rodada do Brasileirão 2009, no estádio Barradão, em Salvador. Diferente do time que se apresentou contra o Palmeiras, na última terça-feira, o leão parece não ter se recuperado do baque da eliminação da Libertadores e amargou a derrota por 1 x 0 contra o rubro-negro baiano.

Sem conseguir avançar contra o time adversário e errando na defesa, foi inevitável para o Sport levar o primeiro gol da partida. Aos 34 minutos do primeiro tempo, Bosco, sem marcação, faz o cruzamento para Neto Baiano. César tenta conter o jogador do Vitória, mas o atacante, livre na área, aproveita a falha da defesa leonina e manda a bola com o pé direito por baixo das pernas do goleiro Magrão.

O time da Ilha do Retiro ainda tentou empatar, aos 47 minutos, com uma jogada de Luciano Henrique, mas a bola sobrou fácil para Viáfara.

No segundo tempo, após uma pressionada do técnico Nelsinho Batista, o Sport entrou mais ofensivo e encontrou um Vitória disposto a segurar o placar, com jogadores caindo frequentemente em campo.

Aos 19 minutos, Jackson manda uma bomba para o gol do leão, mas Magrão livra a bola do gol. Aos 33, Luciano Henrique desperdiça um escanteio para o Sport, mandando a bola para a torcida dos donos da casa.

Agora, o Vitória é o segundo no Brasileirão e o Sport, o 16º. Mais uma vez, o rubro-negro baiano confirmou seu favoritismo jogando contra o Sport dentro de casa.

Da Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR

=======================================
Opinião do Bahia em Pauta: Perfeito. Nada a acrescentar. Isenção jornalística é isso.
(VHS)

maio
17
Posted on 17-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 17-05-2009

Catedral de Santiago de Compostela
santiago

VIAGEM/DIÁRIO DE CIDA

Santiago: o mundo roda para trás

Aparecida Torneros

“Fui a Santiago hoje com minhas amigas
o mundo rodou para trás …
explicar o que senti ainda é dificil…porque o tempo se misturou na figura de peregrinos, imagens de anjos, capelas e orações…
a fè dos seres humanos
a senhora japonesa que voltou para completar o caminho depois de ter parado na metade…sozinha, com mais de 70 anos…
a missa em polonês que assistimos… as ladeiras e o vento frio
um gaiteiro gallego encantando o final da tarde
um guitarrista chileno chorando mágoas de amor
o encontro com a espiritualidade humana que busca compreender-se
muito mais, bem mais, um dia me acomodo para contar
por enquanto, ainda estou vivenciando os ares daqui da Galicia
amanhã vamos para Portugal, Porto
mas o mundo continua caminhando por caminhos centenários, milenares…
quem somos?
todos perguntamos
e nos abraçamos para tornar nossa caminhada mais aconchegada e leve
ou entao, nos ajudamos quando o peso das costas se faz tão grande
caminhantes…
peregrinos
lugares lindos ali …aqui…acolá…
benditos somos nós que testemunhamos nossas buscas e as dividimos com Deus”…

Aparecida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro. Autora do livro “A Mulher necessária”, Cida Torneros viaja atualmente por vários países da Europa. Seu diário completo de viagem está publicado no blog “A Mulher necessária” (http://blogdamulhernecessaria.blogspot.com).

maio
17
Posted on 17-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 17-05-2009

Dengue:emergência em Itabuna
criancas
====================================================
A Bahia está muito mal na fotografia e no texto da ampla reportagem que o jornal O Globo traz em sua edição deste domingo(17), sobre o crescimento da Dengue no País. Segundo o jornal editado no Rio de Janeiro (recordista da doença até o ano passado), assombra a expansão geográfica da epidemia, com mais de quatro mil cidades já atingidas pela infestação do mosquito Aedes. “O Brasil perdeu a guerra contra a dengue”, diz o texto assinado por Jose Casado, na abertura da reportagem.

Ao avaliar o quadro nacional, o Globo afirma que “fracassaram todos os programas governamentais para erradicação do mosquito transmissor(Aedes aegypt) anunciados nos últimos 13 anos.A epidemia avançou a agora abrange uma área geográfica 2,3 vezes maior que em 1995. Pelos número atualizados, devulgados pelo jornal carioca, “a dengue passou a dominar dois terços do território nacional”. A Bahia apresenta atualmente a situação mais preocupante e, segundo O Globo, “o despreparo de médicos agrava ainda mais o quadro da epidemia no Estato”

“A Bahia, neste início de ano, é o exemplo de que a apediemia não acontece por acaso. De cada três novos brasileiros que adoeceram por dengue nos 100 primeiros dias, um reside em cidades baianas”, afirma O Globo. A reportagem assinala que o estado concentra apenas 4% da população nacional “e deixou acontecer a propagação dos mosquitos em 70% dos municípios”. Itabuna, por exemplo, é considerada zona de alto risco da epidemia, pelas normas sanitárias em vigor.

===========================================================
Leia a íntegra da reportagem sobre a Dengue no Brasil na edição de O Globo deste domingo(!7)
============================================= ==============

(Por:: Vitor Hugo Soares)

maio
17
Posted on 17-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 17-05-2009

Juazeiro:tranquilidade quebrada
juazeiro

CRÔNICA DA CIDADE

Dois jovens, duas armas e muita sede de justiça!

Grazzi Brito

“Duas moças conversam na calçada em frente à casa de uma delas, quando um rapaz de “boa aparência” se aproxima. De posse de uma arma, toma de assalto o celular de uma, quando num rompante de nervosismo as duas começam a gritar, desesperadamente, em busca de socorro enquanto o rapaz corre de posse do celular.

O que se viu depois foi uma verdadeira caçada! Pai, irmãos, vizinhos todos saem de casa para ir atrás do assaltante, de carro, de moto, a pé. O rapaz que correu várias quadras do bairro com seus perseguidores chamou a atenção de todos, no início da tarde, em que muitas pessoas descansam em casa. E muitos saiam para correr atrás do rapaz gritando “Pega ladrão!”.

Até aqui a história parece cômica. Um monte de gente correndo atrás de um rapaz, sem saber direito porquê, e gritos de “Pega, pega…”, um sol de rachar, algumas pessoas com roupas de dormir e pés descalços correndo pelas ruas.

A partir daqui a história se transforma numa verdadeira tragédia. Dentre os que entraram no embalo correndo atrás do ladrão, estava outro jovem. Rapaz do bairro, que saia de casa em sua moto para a faculdade e na confusão também foi atrás do ladrão. Conhecido no bairro, bonito, popular, há poucos dias se tornou pai, pois é, estava armado e nesta perseguição, já dá pra imaginar o que aconteceu.

Ele pegou a arma deu dois tiros e acertou um nas costas do “bandido”. Nesse momento policias também já estavam fazendo parte da perseguição, e pareciam não acreditar no que tinha acontecido. Na verdade até agora ninguém sabe ao certo porque ele estava armado. Um dos policiais, no momento, ao perceber que o atirador “era um rapaz direito conhecido por todos”, perguntou: “Porque você fez isso”? Ele atônito, trêmulo, branco feito papel não disse uma só palavra, parecia não acreditar no que ele próprio havia feito.

O rapaz foi conduzido para delegacia, sob o protesto dos moradores. Mas, enfim, não tem porte de arma, atirou na presença de todos e ficou parado esperando a polícia chegar. Foi preso em flagrante! Enquanto o bandido era conduzido para o hospital na SAMU.

A pergunta do policial, sem resposta por parte do infeliz rapaz que atirou, ainda ecoa pelas ruas do bairro. “Por que você fez isso?”

Existem as respostas mais óbvias como o nervosismo e a inexperiência do rapaz, o calor da confusão…Acho que existe algo além disso. Todos temos uma sede de justiça muito grande, vivemos bombardeados de notícias de bandidos que arrastam criancinhas por metros, presas ao cinto de segurança, de histórias de amigos e parentes que pagam os celulares que dividiram em dez vezes no cartão e no segundo mês teve seu celular roubado e até hoje trabalha honestamente para pagar a dívida.

Acredito que foi isso que levou as pessoas a correrem atrás do bandido, a sede de Justiça.

E olha no que deu. Um “jovem” bandido, que saíra a poucos dias de instituição para menores infratores e que morreu ao chegar no hospital. Um “jovem” estudante , que portava arma , no complexo policial, e que responderá ainda que em liberdade por homicídio e porte ilegal de arma. E os moradores do bairro que há pouco corriam atrás do bandido sedentos de justiça rezando penalizados com o seu fim trágico.

Grazzi Brito, jornalista, mora em Juazeiro, cidade baiana no vale do São Francisco

maio
17
Posted on 17-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 17-05-2009


A música para começar o dia neste domingo, 17, é “Cambalache”, um clássico do tango argentino. Mescla perfeita da melhor música de Buenos Aires, como preferia Piazolla, com crítica social mordaz e sempre atual, mesmo tendo sido feita pelo maestro Enrique Discepulo para ironizar o século XX.Imortalizada na voz de Gardel, aqui vai na interpretação de outro monstro sagrado do tango portenho, Julio Sosa. Confira.

(Vitor Hugo Soares)

maio
17
Posted on 17-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 17-05-2009

Humor incomoda Cristina
programa
cristina
================================================
Se a presidenta da Argentina, Cristina Fernandez de Kirchner, já andava estressada há meses com a turma de preto do programa humorístico semanal de televisão CQC (Custe o que Custar) -“uma praga que me persegue onde quer que eu vá”-, ultimamente ganhou motivo ainda maior de preocupação e contrariedade com o programa diário de TV de maior audiência em seu país, “Gran Cuñado”.

Segundo o jornal espanhol, “El Mundo”, um dos diários mais lidos de Madri, Cristina não anda satisfeita com as imitações que fazem com ela no, ‘Gran Cuñado’, um espaço de humos político, inspirado no reality show ‘Gran Hermano’, que em sua versão 2009 tambem satiriza a seu marido e ex-presidente Néstor Kirchner, mais 16 altos funcionários e dirigentes de seu governo.

RISADA ARGENTINA -‘Gran Cuñado’, conduzido por Marcelo Tinelli, é transmitido todas as noites pelo Canal 13, que pertence ao grupo midiático Clarin, diário argentino que os Kirchner consideram seu pior inimigo jornalístico. O programa – segundo pesquisas – bateu esta semana marcas históricas de audiência, com 40 pontos em cada emissão. O segundo de publicidade em Gran Cuñado custa o equivalente a 1.000 euros, “uma fortuna para o mercado local”, segundo o madrilhenho “El Mundo”.

A imitação de Cristina Kirchner, a cargo do ator Martín Bossi, recria trejeitos da presidenta, a voz que tenta imitar Eva Perón nos comícios, seus “micos” de linguagem ao remarcar o genero femenino , a obsessão no cuidado do cabelo e da estética, os vestidos “estridentes” da Presidenta.

Cada dia , segundo os analistas e jornalistas que cobrem a Casa Rosada, fica mais evidente que a peronista Cristina Kirchner não se sente nada bem quando fazem mofa com ela na tela e meia Argentina ri. Por isso, no dia seguinte a uma dessas edições saiu em várias emisoras de rádio o ministro da Justiça, Anibal Fernández (habitual porta-voz oficial) a anunciar que, na opinião do governo, deveria regular-se o número de ‘Gran Cuñado’ porque “é a Presidenta e há excessos” (na imitação)

No entanto, Fernández voltou a falar esta semana nos microfones, mostrando sinais de arrependimento por haver ameaçado “regular”, com medida de Estado, um programa de humor, possibilidade que registra como único antecedente o ditador militar e general Juan Carlos Onganía, que em 1967 fechou a revista de humor ‘Tía Vicenta’ porque fazia caricaturas com ele.

Enquanto a política ferve, o povo argentino gargalha com os trejeitos da presidenta Cristina e os tropeções de seus dirigentes. Bravo!

(Por Vitor Hugo Soares, com El Mundo e agências de notícia

maio
16
Posted on 16-05-2009
Filed Under (Artigos) by vitor on 16-05-2009


A canção mais pungente que um filho já escreveu algum dia para recordar uma mãe:Julia. Esta é a música que a netinha de Gilson Nogueira pediu para ouvir, segundo conta o avô coruja na crônica publicada aí embaixo por este site-blog. Uma pedida extraordinária, ainda mais partindo de uma criança, esta música em que Lennon lembra com saudade a prematura e trágica perda da mãe, que marcaria o artista para sempre.

Julia, que ensinou o John a tocar banjo e despertou o talento do gênio ainda na infância, morreu em 15 de julho de 1958, depois de uma visita ao filho na casa dos tios, com os quais Lennon vivia então, depois da separação dos pais. Julia morreu a poucos metros da casa, aos 44 anos, atropelada por Eric Glague, um policial britânico que dirigia bêbado.

Se der vontade de chorar durante a interpretação não sinta vergonha. A história de Julia é mesmo dolorosa, e a canção de saudade do filho Lennon, é pura emoção.

(Vitor Hugo Soares)

Pages: 1 2 ... 1913 1914 1915 1916 1917 ... 1960 1961

  • Arquivos

  • setembro 2018
    S T Q Q S S D
    « ago    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930