Bahia em Pauta reproduz neste domingo, 12 de novembro, em seu espaço principal de informação e opinião, a mensagem postada ontem na área de comentários pela escritora Lucia Jacobina, colaboradora deste site blog, de pesar e tributo, diante da morte repentina do escritor e cientista político baiano, de referência internacional, Luiz Alberto Moniz Bandeira, aos 81 anos, na sexta-feira, na Alemanha.

BP subscreve cada palavra da mensagem de Lucia: na surpresa, na dor, no sentimento de ausência e enorme vazio intelectual, cultural e afetivo, que se abre como buraco sem fundo, nesta hora da irremediável partida de Moniz Bandeira. A Bahia, o Brasil e o mundo inteligente seguramente opreservarão na memória. Isso reconforta nesta hora triste. Morre Moniz Bandeira, Viva Moniz Bandeira!!! (Vitor Hugo Soares, pelo Bahia em Pauta).
=====================================

Moniz Bandeira, em memória

Lucia Jacobina

Prezado Vitor,

É com profundo pesar que leio a notícia do desaparecimento de Luiz Alberto Moniz Bandeira.

A Bahia, terra onde ele nasceu e amava profundamente, e o Brasil perdem uma das expressões de sua intelectualidade, um pensador atuante e plenamente lúcido aos 81 anos, às vésperas de completar 82 anos em dezembro próximo.

Escreveu uma obra extensa onde se dedicou a analisar e interpretar a situação política e econômica principalmente enfocando o Brasil e o continente americano.

Dedicou todo este ano de 2017 para atualizar e reeditar dois de seus livros “Lenin – Vida e Obra” e “O Ano Vermelho” que a Editora Civilização Brasileira acaba de disponibilizar nas livrarias. “O Ano Vermelho”, que traz como subtítulo “”A Revolução Russa e seus reflexos no Brasil”, possui o duplo significado de rememorar o centenário da revolução russa e comemorar para o autor o cinquentenário de lançamento da primeira edição.

Infelizmente, extinguiu-se ontem a existência de um homem valoroso que lutou com desassombro por seus ideais.

LUCIA JACOBINA

E tudo o que fez permanecerá como exemplo.

Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments: