nov
08
Postado em 08-11-2017
Arquivado em (Artigos) por vitor em 08-11-2017 00:10

DEU NO BLOG O ANTAGONISTA

Em depoimento à Polícia Federal, obtido por O Antagonista, o ex-assessor parlamentar Job Brandão disse que recebia dinheiro vivo de Geddel Vieira Lima na casa de sua mãe.

Ele afirmou desconhecer o ‘bunker’ com os R$ 51 milhões e não soube explicar suas digitais no local.

“O dinheiro era apresentado, em regra, em envelopes pardos e as somas giravam em torno de R$ 50.000,00 e R$ 100.000,00. A contagem era feita em sala reservada que funcionava como gabinete.”

Job disse ter recebido dinheiro também num posto de gasolina em salvador, no bairro Stella Maris, fechado há mais de um ano para reformas. “Nesse caso, os valores giravam em torno de R$ 10.000,00 e R$ 15.000,00.”

Segundo o assessor, as somas eram recolhidas, às vezes, por um motorista ou por familiares de Geddel. O dinheiro era então depositado numa conta vinculada ao próprio posto no banco Bradesco.

Ele disse desconhecer a origem e o destino da bufunfa que manuseava.

Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments: