set
03
Postado em 03-09-2017
Arquivado em (Artigos) por vitor em 03-09-2017 01:30

Texto publicado no dia 13 de setembro de 2015, no blog da jornalista e escritora Maria Aparecida Torneros, a Cida amiga do peito deste BP, que ontem (2/9) festejou mais um aniversário. O Bahia em Pauta republica a bela crônica neste domingo, 3, renovando os parabéns a autora aniversariante de ontem. O texto vai também a outro ser especial da floração de setembro, Graça Tonhá, amiga e incentivadora deste BP.
Setembremos todos!!!

Felicidades e Tim Tim para as duas.

(Vitor Hugo Soares)
=============================================

CRÔNICA

Setembrando

Maria Aparecida Torneros

Minha prima Lu, que mora em Salvador , comentou comigo a quantidade de aniversários para comemorar em familia em Setembro, na ala baiana dos que a cercam.

Comigo não é diferente. Por aqui, setembrar quer dizer esquecer dieta e festejar. Começa com o meu no dia 2 , geralmente com festinha no próprio dia, na casa de mamãe e depois na minha casa no Sábado ou domingo seguintes.

Este ano foi no dia 6. Uma festa anos 60 com trilha sonora especial e o tema das bolinhas que a mulherada assumiu nos detalhes e nas roupas. Meu filho usou até gravata de bolinhas. O clima foi de leveza com amigos e amigas com quem estudei nos anos 60 no Colégio Pedro ll, além de primos e vizinhos.

Mas hoje, meu Mano Paulão é o aniversariante do dia e o almoço será na casa da mamãe . Vou aproveitar para abraçar o marido da minha Sobrinha Ana, o Rafael, que aniversariou dia 7 e a Dinha que acompanha mamãe e o dia dela foi 11.

Fechamos a comilança setembrina no dia 23 no Rio com o niver do Pedro meu sobrinho.

Na Bahia, a pequena Ju completa um aninho dia 27 .

Entretanto preciso contar uma história que os mais jovens não sabem. Nossa família durante muitos anos, se reunia na casa da tia Vera, e fazia uma só festa em torno dela para os aniversariantes do mês . Nessa leva entravam os tios Gerson, Hélio, Vera, eu, meu irmão e agregados. Os doces das saudosas tia Geni e tia Maria. As comidas e assados a cargo das tia Fernanda e da mamãe Norma. Supervisão da tia Vera que aniversariava dia 30 e morava na Vila operária da Fábrica Nacional de Motores em Xerem.
Íamos de busão e a alegria nos unia. Mais do que alegria era o amor. Muitos docinhos caseiros e bolos confeitados. Balas de coco. Doces en calda. Guaraná. Brincadeiras. Papai roubando os pastéis. Um clima que se repetia todo setembro. Vovó a matriarca, ia conosco e se rejubilava assistindo os filhos e netos naquela balbúrdia setembrina.
Quando retornavamos era só cansaço e muito sono na viagem até o Rio. O ônibus lotava com nossa família que já combinava o mesmo encontro no próximo ano. Isso aconteceu durante muitos anos
Setembramos sempre . Seguimos assim. Nos dias atuais em cidades diferentes ou casas de bairros diversos. Porém o espírito dos aniversários de setembro nos acompanha por gerações. Tio Hélio que tem quase 80 é o único dos filhos de Carmem e António que sobrevive. Mora em Botafogo. Seu niver dia 17. Merece comemorarmos pelo menos com uma prece. Sua ex esposa tia Geni era a mais entusiasmada para organizar os quitutes e como éramos felizes naquele dia.
Setembravamos esperando a tal festa do final do mês .
Não vamos romper a tradição . A cada parabéns cantemos em homenagem também aos nossos antepassados que nos legaram a Primavera de muitas festas em Setembro.
Setembremos pois! Saúde e Paz. Sobretudo, Amor e união. Fé em dias melhores . empre!

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Cida.

Comentários

Cida Torneros on 3 setembro, 2017 at 10:56 #

Vitor. Obrigada pela homenagem e tanto carinho. O BP é minha família baiana também. Como se diz em carioques: “tamo junto!”


Cida Torneros on 3 setembro, 2017 at 11:34 #

Um grande abraço para a Graça Tonhá! Felicidades!


Ermelinda rita on 3 setembro, 2017 at 12:42 #

Parabéns .Mais um ano de luta,amor e fé .Felicidades e muita Paz.Um grande beijo!!!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments: