abr
04

DO EL PAIS

Afonso Benites

Brasilia / São Paulo

O julgamento da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi adiado. Os sete ministros da Corte, entre eles o relator Herman Benjamin, aceitaram o pedido da defesa e concederam mais prazo para que os advogados de Dilma Rousseff e Michel Temer apresentem suas alegações finais sobre as acusações de corrupção na campanha presidencial de 2014. Com isso, o julgamento no TSE, iniciado nesta terça-feira, 4 de abril, não será retomado antes do fim do mês.

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 4 abril, 2017 at 20:59 #

E bota serpente!

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin homologou hoje (4) acordo de delação premiada do publicitário João Santana e sua mulher, Mônica Moura. Responsáveis pelo marketing da campanha da ex-presidenta Dilma Rousseff nas eleições de 2010 e 2014, o casal assinou a delação com a Procuradoria-Geral da República (PGR).


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments: