mar
18


Fernando Coelho: light em Petrolina
=======================================

Grazzi Britto

De Petrolina (PE) para Bahia em Pauta Ontem (17) foi mais um dia quente deste fim de verão no Vale do São Francisco. O calor irritante da região parece ter estressado o governador Eduardo Campos, que bateu boca com um jornalista ao ser questionado sobre máquinas paradas na cidade de Serra Talhada, durante sua visita a Petrolina como parte do programa Todos por Pernambuco, promovido pelo Governo do Estado.

Já o Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, natural de Petrolina, teve comportamento bem mais “light” e ameno. Para satisfação do sertanejos de Petrolina, sua cidade natal, anunciou a universalização da rede de esgoto da cidade e o abastecimento de água tratada em todas as agrovilas do Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho, nome dado em homenagem ao seu tio.

Para quem diz que santo de casa não faz milagre, o ministro petrolinense, em sua terceira visita a cidade desde que assumiu o posto antes ocupado pelo baiano Geddel Vieira Lima,  surpreendeu ao assinar convênios no valor de R$ 156 milhões, para prefeituras da região, como Petrolina, Ouricuri e Araripina.

Os investimentos serão feitos na área de irrigação, estradas em canais de irrigação, abastecimento d´água e esgoto sanitário. Fernando frisou que a intenção é “lançar o edital de 100% do esgoto de Petrolina até o final de maio”, na modalidade concorrência nacional.

Já para a área irrigada do município, ministro e governador liberaram cerca de R$ 20 milhões para elaboração de projetos e execução das obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho.

Maior perímetro irrigado público do país, o Nilo Coelho tem uma população estimada em 50 mil habitantes, superior a muitos municípios de Pernambuco, mas ainda assim não conta com o serviço de água encanada.

Grazzi Britto é jornalista, mora em Juazeiro, na margem baiana do Vale do São Francisco.

mar
03
Posted on 03-03-2011
Filed Under (Grazzi, Newsletter) by vitor on 03-03-2011


Mosquito trangênico para atacar Aedis Aegipt
=====================================================
GRAZZI BRITO

Direto de Juazeiro(BA)
Pesquisadores da Biofábrica Moscamed estão produzindo em laboratório e soltando uma versão transgênica do mosquito em bairros e distritos da cidade. O Programa de Controle Genético do Mosquito Aedes Aegypti busca um novo método para a erradicação do inseto transmissor da Dengue. O programa é fruto de um convênio entre a Moscamed e a Universidade de São Paulo (USP).

O inseto geneticamente modificado foi criado por cientistas ingleses para controlar as populações naturais do mosquito causador da dengue e já foi usado em outros países no controle da doença. Aqui no Brasil, a experiência está sendo realizada em Juazeiro, o Programa foi aprovado pela CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança).

A coordenação do convênio é constituída pela Dra. Margareth Capurro, pesquisadora da USP, e pelo Diretor Presidente da Moscamed, Aldo Malavasi. “A integração dos técnicos da Moscamed com os pesquisadores e estudantes da Universidade de São Paulo será uma associação de grande valia para novas tecnologias no controle de mosquitos”, ressalta Malavasi.

Os cientistas envolvidos misturam material genético de outro mosquito, a conhecida moscas-das-frutas, ao do Aedes aegypti. O bicho geneticamente modificado gera filhotes que não chegam à fase adulta, a transformação faz com que os novos insetos produzam uma proteína que causa sua morte ainda no estágio larval.

Em laboratório, os embriões são produzidos e identificados. Por diferença de tamanho em relação às fêmeas, os machos são isolados antes da fase adulta, quando serão liberados no ambiente. Soltos, concorrerão para procriarem com as fêmeas, o que, em longo prazo, deve reduzir a população local dos insetos.

Instalada em Juazeiro desde 2005, a Moscamed é uma organização social que desenvolve experimentos para o controle, a redução e a erradicação de pragas, principalmente as incidentes nas atividades agropecuárias, por isso sua instalação no Vale do São Francisco. E vem inovando em sua área de atuação. O Projeto de controle genético do mosquito da dengue tem como parceiros o Ministério da Saúde, a Secretaria da Saúde da Bahia e Prefeitura Municipal de Juazeiro.

Grazzi Brito é jornalista, mora em Juazeiro, na margem baiana do vale do Rio São Francisco

fev
28


Mercado do Produtor: sem carroças
Foto: blog Carlos Brito

======================================================

GRAZZI BRITO

Direto de Juazeiro

O Mercado do Produtor de Juazeiro, um dos maiores entrepostos comerciais do país, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) o quarto no ranking nacional em movimentação de hortigranjeiros, mais uma vez é alvo de polêmica.

A atual administração municipal vem tentando promover mudanças e modernizar o funcionamento do entreposto de referência no Nordeste, implantando desde o final do ano passado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que inclui além da sanidade dos alimentos, as instalações elétricas e espaço físico apropriado, a partir de termo celebrando entre o Município e o Ministério Público do Estado.

A polêmica gira em torno do uso de carroças no Mercado que foi proibida pela administração a partir de hoje dia 1º março. Não será mais permitida a entrada e circulação de carroças com tração animal em suas dependências, que deverão ser substituídas por carrinhos padronizados.

De acordo com a direção do mercado, essa é uma exigência de adequação com a legislação federal sanitária, sendo que sua desobediência poderá acarretar severo ônus para todos que descumprirem tais comandos normativos, além de graves implicações criminais. “A mudança é uma necessidade detectada pela Vigilância Sanitária e o Ministério Público da Bahia devido a uma questão de sanidade e segurança alimentar. Infelizmente ninguém antes resolveu tomar essa atitude por causa de transtornos políticos, mas a atual gestão com a preocupação de fazer o diferencial trará para cada indivíduo que usa o entreposto alimentos saudáveis, valorização profissional e melhores condições de trabalho”, explicou Justiniano Félix (Tiano), gerente operacional do entreposto.

Como lembrou Justiniano, a atitude trouxe transtornos políticos para atual gestão municipal, sob comando do PC do B, responsável pela administração do entreposto. A oposição pegou a carona dos carroceiros e mandou seu recado “Diante do impasse entre Poder Público e carroceiros, a bancada de oposição da Câmara Municipal de Juazeiro defende a retomada da discussão (…) os benefícios de alguns não devem causar prejuízos a tantos outros. Assim, as melhorias aventadas precisam abranger o entendimento comum, porque assimilados por todos elevam-se as chances de se favorecerem ambas as partes.”, apoiaram os vereadores de oposição, em nota, encabeçados pelo vereador José Carlos Medeiros (PV), ex-líder do governo na câmara, fazendo seu atual papel de oposição.

Grazzi Brito é jornalista, colaboradora do BP, mora em Juazeiro, na margem baiana do Valo do Rio São Francisco.

mar
24

GRAZZI BRITO

A cúpula do Partido Verde de Juazeiro, no vale do São Francisco, concedeu hoje (24) uma entrevista coletiva em que esclarece o seu desligamento da base governista do prefeito Isaac Carvalho (PC do B). A ruptura da aliança política e administrativa provoca a saída do secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Jairton Fraga e Dalmir Pedra secretário da Defesa Social, além destes, dois vereadores do PV passam de situação a oposição entre eles o líder do governo na Câmara Municipal, José Carlos Medeiros.

O presidente do Partido Verde, Marcelo Junior, esclareceu que o PV foi convidado pelo prefeito a se afastar do governo. “Nunca vi governo nenhum expulsar ninguém da base do governo, pelo contrário, já vi convidando. Estamos diante de uma nova maneira de governar”, disse Marcelo já se mostrando a vontade no papel de oposição.No plano estadual , o PV recusou a diretriz dos comunistas de apoiar a reeleição e mantém Marina Silva como candidata própria à sucessão de Lula.

Segundo Marcelo, o prefeito alegou que as declarações do presidente do PV sobre as obras da ponte em Juazeiro, responsabilizando o DNIT/PE pelos atrasos e descaso com a obra, ao contrário do que é dito pela prefeitura que atribui tudo isso ao antigo prefeito Misael Aguilar, seria o estopim para a retirada do partido da base do governo. Responsabilidade essa que também foi atribuída a Misael pelo próprio Presidente Lula em sua ultima visita a região.

Difícil situação para os dois lados, o vereador José Carlos Medeiro presente na coletiva e líder do governo na Câmara, sempre engajado na defesa de Isaac terá que fazer oposição “quem for do partido e queira continuar no governo terá que pedir desligamento do PV” disse ainda o presidente do partido. Já Isaac com dois vereadores a menos ainda terá maioria, embora apertada e mais trabalho para negociar seus projetos.

Os secretários já entregaram os cargos e novos nomes já haviam sido divulgados pelo prefeito, sendo empossados na próxima sexta-feira (26). São eles Agnaldo Meira (Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Juazeiro) e Genes Batista (Capitão da Policia Militar), de Agricultura Meio Ambiente e Defesa Social respectivamente.

Grazzi Brito, Jornalista, mora em Juazeiro, no Vale do São Francisco

(74) 3611 5640/ (74) 8814 7891

Vinhos do Vale do São Francisco

=====================================================
GRAZZI BRITO

Esta semana, em Petrolina-PE, no Vale do São Francisco, o Coordenador Nacional de Vitivinicultura do Sebrae (Brasília), Aníbal Bastos e o Gestor Estadual de Agronegócio, Alexandre Alves anunciaram um convênio de abrangência nacional firmado entre o Sebrae e o Ibravin – Instituto Brasileiro do Vinho, com o objetivo de desenvolver, certificar e mapear a vitivinicultura e a fabricação de sucos nos principais pólos do país.

Os representantes das entidades, acompanhados do vice-prefeito de Petrolina, Domingos Sávio e do gestor do Projeto do Roteiro do Vinho da Unidade de Negócios do Sebrae Sertão do São Francisco, Helder Freitas, conheceram de perto o potencial de cinco vinícolas do Vale do São Francisco, conferindo inclusive o primeiro vinho produzido na região, há 25 anos.

“Em 1985 na Fazenda Milano foi produzido o primeiro vinho no Vale, em termos de região produtora ainda somos jovens se comparado a região Sul que tem uma tradição de 120 anos, porém o diferencial do Vale com seu clima, solo e produzindo de 2 a 3 safras por ano constitui-se num grande produto a ser explorado”, argumentou Aníbal Bastos.

O Coordenador Nacional de Vitivinicultura do Sebrae, disse ainda que o convênio anunciado nesta segunda-feira em Petrolina, reúne ações de desenvolvimento no Cadastro Vinícola Nacional, além de traçar um diagnóstico tecnológico das empresas, promoção de seminários, capacitação e mapeamento da estrutura da cadeia produtiva, bem como, as ações para a certificação do produto vinho do Vale.

O vice-prefeito de Petrolina, Domingos Sávio disse na oportunidade que a região tem diversificado seus produtos e sempre apresenta novidades ao mercado nacional. “Já possuímos a uva e manga do Vale com selo de qualidade e certificação de origem, agora desejamos capacitar, mapear e auxiliar na certificação das vinícolas, variando assim não só para o vinho, bem como, para um mercado que tem crescido, a exemplo da produção do suco de uva”, revelou.

Na oportunidade foi lembrado que de 25 a 29 de maio próximo acontecerá o IIº Simpósio Internacional de Vinhos Tropicais, coordenado pela Organização Internacional de Vinho, com a participação de 17 países. “Esse ano Petrolina vai sediar o evento. Esta é a prova maior do reconhecimento da qualidade dos nossos vinhos”, comemorou Domingos, que também é Secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura do município.

Grazzi Brito, jornalista, mora em Juazeiro(BA), na região do Vale do São Francisco