Eleições - José Dirceu – “Se ganharmos a eleição sem o Lula será uma derrota política para os que nos expulsaram dos lugares públicos” - DefesaNet
Zé Dirceu na campanha de Lula…
Michelle Bolsonaro se filia ao PL para ajudar o marido - Amazonas1
  …Michelle na campanha de Bolsonaro: figuras chaves.

ARTIGO DA SEMANA

Michelle e Dirceu: agendas submersas de Bolsonaro e Lula

Vitor Hugo Soares

Duas questões instigantes e incômodas ao mesmo tempo, em seus respectivos espaços e contextos políticos, começam a virar segredo de polichinelo, desde que, com freqüência cada vez maior, se lê e se especula nas redes sociais, jornais ou em blogs e sites de altos índices de visualizações e leitura: “Por onde anda e o que faz a primeira dama Michelle Bolsonaro, em movimentos discretos mas incessantes, neste período de  pré-campanha do atual dono do poder, Jair Bolsonaro, para renovar seu mandato no Palácio do Planalto?”, eis a primeira pergunta. A segunda é parecida: “O que faz e com quem conversa atualmente o ex-ministro Zé Dirceu (PT) – destacado articulador dos acordos e “arranjos” (no dizer dos petistas baianos) na disputa vitoriosa de Luiz Inácio Lula da Silva em 2002?”. Aos poucos faz-se luz sobre estas e outras interrogações.

A cortina de fumaça que encobre, há tempo, as estradas por onde trafegam os dois personagens, tidos como indispensáveis em suas respectivas áreas de atuação (Dirceu para Lula, PT, e Michelle para o marido, PL), se dissolve, expondo as agendas submersas de ambos. Já é possível afirmar que não faltam atividades para esses coadjuvantes de luxo, polêmicos e causadores de explosivos casos de ciúmes e falatórios internos de cada lado, dos dois candidatos à frente nas pesquisas. No caso da primeira dama, sabe-se, desde o começo deste governo, da sua proximidade e interação (sedimentada durante o internamento hospitalar de Bolsonaro, depois da facada que recebeu em Juiz de Fora (MG) na campanha passada), além da confiança pessoal no enteado Carlos, filho 02 de Bolsonaro ; condutor da campanha do pai nas redes sociais.

Laços tornados públicos mais de uma vez em falas de Michelle. Menos conhecidas são as agendas sigilosas que a primeira dama cumpre, em viagens na companhia da ex-ministra da Mulher, Damares Alves, a exemplo dos atos realizados em Feira de Santana e Salvador, com participação de líderes evangélicos, para citar apenas o exemplo da Bahia, onde Michelle tenta quebrar a resistência ao nome do marido, reveladas nas pesquisas no Nordeste.

Recentemente filiou-se ao PL, para facilitar sua atuação na campanha pelo País. Foi anunciada como a “estrela feminina das inserções de propaganda do PL na TV e trunfo na tarefa de tentar reduzir a rejeição das mulheres ao marido”. Mas Michelle não compareceu às suas gravações, alegando diferentes motivos. Coincidentemente (ou não?), depois que o 02 lançou sua “maldição” contra o trabalho do marqueteiro do PL na campanha do pai. Isso estaria na raiz dos “ruídos familiares” entre irmãos e das desavenças entre bolsonaristas da primeira hora.Ponto.

Quanto a agenda paralela de Zé Dirceu na campanha petista daria um artigo. Por agora, diga-se apenas – até por falta de espaço – que o ex-ministro chefe da Casa Civil não pára; além de conversas com importantes personagens da política nacional – petistas ou não – discute até estratégias de atuação do  candidato a vice, Geraldo Alkmim, e o impasse da candidatura de Freixo (PSB), no Rio de Janeiro. Na Bahia, Dirceu trafega livremente há 20 anos, quando coordenou a primeira campanha vitoriosa de Lula, e tem na paradisíaca praia de Guaibim, em Morro de São Paulo, seu local preferido de “repouso do guerreiro”, no dizer de seus companheiros baianos. Um deles, o senador e ex-governador Jaques Wagner, um dos principais coordenadores nacionais da campanha de Lula.Precisa desenhar?

Vitor Hugo Soares é jornalista, editor do site blog Bahia em Pauta. E-maiil: vitors.h@uol.com.br

jun
18

DO CORREIO BRAZILIENSE

A Polícia Federal conseguiu identificar arcada dentária pelo exame enviado pela família do jornalista britânico. Corporação aguarda exames enviados pela família de Bruno Araújo

TA
Tainá Andrade
 

 (crédito: Joao LAET / AFP)

(crédito: Joao LAET / AFP)

A perícia dos supostos corpos de Bruno Araújo e Dom Phillips, que chegaram na noite dessa quinta-feira (16/6), ao Instituto Nacional de Criminalística de Brasília, começaram a mostrar as primeiras identificações. O exame de arcada dentária feito hoje confirma a compatibilidade com o jornalista britânico. A informação foi confirmada pelo comitê de crise coordenado pela Polícia Federal do Amazonas.

“O comitê de crise, coordenado pela Polícia Federal/AM, informa que a Polícia Federal confirma que os remanescentes de Dom Phillips fazem parte do material que foi recolhido no local apontado pelo Sr. Amarildo da Costa Oliveira, que estão sendo periciados no Instituto Nacional de Criminalística. A confirmação foi feita com base no exame de Odontologia Legal combinado com a Antropologia Forense. Encontram-se em curso os trabalhos para completa identificação dos remanescentes, para a compreensão das causas das mortes, assim como para indicação da dinâmica do crime e ocultação dos corpos”, informou em nota.

Após essa etapa, será realizado o exame de DNA nos restos mortais de Dom Phillips para uma segunda confirmação. A PF colheu amostras genéticas junto às famílias das vítimas no último dia 10, mesma data em que foram encontrados materiais biológicos “aparentemente humanos”.

“Quartier Latin”, Charles Trenet: apaixonada e imortal canção de de Trenet sobre o famoso bairro boêmio de Paris. Vai dedicada ao feliz casal de namorados, Carolin( Cacá) e pedro, que passeia pela capital francesa nestes belos dias de despedida da primavera europeia. A escolha não poderia ser melhor. Viva!

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

jun
18
Posted on 18-06-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-06-2022

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Os disparos foram dados durante uma atividade de jantar compartilhado, de acordo com o site da igreja

AF
Agência France-Presse
 

 (crédito: SPENCER PLATT / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)

(crédito: SPENCER PLATT / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)

 Washington, Estados Unidos- Um tiroteio em uma igreja no estado americano do Alabama deixou dois mortos e um ferido na quinta-feira (16/6), de acordo com a polícia local.

O local do crime foi na Igreja Episcopal de Santo Estêvão, localizada no bairro de Vestavia Hills. Um suspeito foi preso, informou o Departamento de Polícia em sua conta no Facebook.

O capitão da polícia, Shane Ware, disse à imprensa que um atirador solitário entrou na igreja e começou a atirar, atingindo três pessoas.

Os disparos foram dados durante uma atividade de jantar compartilhado, de acordo com o site da igreja.

Os Estados Unidos se encontram em meio a um particular aumento da violência armada. O pior caso mais recente foi na escola de ensino fundamental da localidade de Uvalde, no estado do Texas, em 24 de maio passado. Nele, 19 menores e duas professoras foram mortos por um atirador.

Desde o início do ano, mais de 20.000 pessoas morreram por causa da violência decorrente de armas de fogo nos Estados Unidos, conforme a ONG Gun Violence Archive, incluindo mortes por suicídio.

jun
18
Posted on 18-06-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-06-2022

  • DO ANTAGONISTA
  • Pré-candidata do MDB ao Planalto disse que soluções a aumento de preços passam por maior Orçamento ou dividendo, mas principalmente por maior capacidade de refino
“Quem quer, resolve. Quem não quer, joga a culpa nos outros”, diz Simone Tebet
 

Simone Tebet (foto), pré-candidata do MDB ao Palácio do Planalto, disse nesta sexta-feira (17) que há mais de uma resposta para o problema do aumento no preço de combustíveis anunciado pela Petrobras durante a manhã. A senadora acredita que a questão envolve a falta de liderança entre os atores federais.

“Quem quer, resolve. Quem não quer, joga a culpa nos outros. A Constituição Federal dá saídas, no plural, para diminuir o preço dos combustíveis em situações excepcionais como agora, criando-se crédito extraordinário ou usando os dividendos da União”, escreveu, em seu Twitter.

Outra solução apresentada pela parlamentar é o subsídio a motoristas que usam diesel para trabalhar, como os caminhoneiros autônomos, e para os consumidores de gás de cozinha, que veem os preços também aumentando. No futuro, ela defende, a mudança teria de ser estrutural.

“A solução passará, no futuro, por ampliar a capacidade de refino nacional”, reconheceu a pré-candidata. “Isso, sim, ajudaria a termos combustível a preços compatíveis, mesmo quando houver escassez internacional.”

  • Arquivos