DO CORREIO BRAZILIENSES

A operação, segundo a polícia, era para prender chefes do Comando Vermelho escondidos no complexo de favelas  cariocas ; Na ação a PM apreendeu também várias armas.

Camilla Germano
 

 (crédito: Reprodução/PMRJ)

(crédito: Reprodução/PMRJ)

Já passam de 21 o número de mortos da operação policial na Vila Cruzeiro, uma das favelas que compõem o Complexo da Penha, no Rio de Janeiro. A ação começou na madrugada desta terça-feira (24/5) e, até a última atualização desta matéria, ainda não havia sido concluída. 

O objetivo da operação era encontrar os chefes do Comando Vermelho que estavam escondidos na Vila. Para a AFP, Ivan Blaz, porta-voz da Polícia Militar do Rio de Janeiro, afirmou que o Comando Vermelho (CV) é responsável por mais de 80% dos confrontos armados no Rio.

Segundo a coorporação, quando a equipe da polícia chegou no alto da favela para iniciar a ação, eles foram recebidos com tiros.

 

11 entre os mortos foram identificados como suspeitos pela polícia e uma moradora foi vítima de uma bala perdida. Os outros mortos ainda não foram identificados.

A polícia também não descarta que ainda existam outras vítimas, porque o tiroteio ocorreu em uma área de vegetação fechada.

Durante a ação os agentes apreenderam 13 fuzis, 12 granadas, quatro pistolas e uma quantidade indeterminada de drogas. Além disso, foram confiscados vinte motos e vinte carros que supostamente pertencem à quadrilha.

Ao menos 19 escolas da região fecharam por causa do tiroteio. Segundo um fotógrafo da AFP, ao meio-dia, tiros e explosões ainda podiam ser ouvidos perto da favela.

Está foi a segunda operação policial com um alto número de mortes na Vila Cruzeiro.

*Com informações da Agence France Presse

“Estação derradeira”, Alcione: Excepcional performance da Marron na interpretação de uma obra prima musical de Chico Buarque, para pontuar no BP a indignação do Rio de Janeiro, contra mais um massacre (24 mortos) nos morros da cidade dividida. A letra antológica de Chico e a primorosa interpretação de Alcione dizem tudo.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

maio
25

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Vídeo mostra procurador-geral da República indo em direção ao colega durante discussão. Seguranças interferiram

LP
Luana Patriolino
postado em 24/05/2022 17:16
 

 (crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado)

(crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado)

O procurador-geral da República, Augusto Aras, perdeu a paciência e quase partiu para cima do subprocurador Nívio de Freitas, durante uma sessão do Conselho Superior do Ministério Público Federal nesta terça-feira (24/5). O PGR chegou a se levantar da cadeira e precisou ser contido por seguranças [veja o vídeo].

A confusão começou assim que Aras anunciou que abriria uma votação, ao que foi interrompido pelo subprocurador: “Posso sustentar meu ponto de vista, presidente?” Aras respondeu: “Pode. Eu só não posso admitir aqui essa bagunça que o colega…” Neste momento, o PGR foi interrompido mais uma vez por Nívio de Freitas.

“Não, bagunça, Vossa Excelência também interferiu quando o colega estava falando. Então, se vossa excelência quer respeito, me respeite também”. Aras retrucou: “Vossa Excelência não é digno de respeito”. 

A discussão seguiu e os dois bateram nas mesas. Augusto Aras se levantou da cadeira e foi em direção ao colega. As imagens mostram um segurança correndo antes de a transmissão ser suspensa.

O Correio entrou em contato com a PGR, mas, até o momento, a procuradoria ainda não teve retorno. O espaço segue aberto para manifestação do órgão.

maio
25
Posted on 25-05-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 25-05-2022

Coração ferido

Coração ferido

Amarildo no jornal Gazeta online(ES)

Vítimas são 18 crianças e uma professora da Escola Primária Robb, na cidade texana de Uvalde. O atirador, de 18 anos, foi morto pela polícia. Joe Biden reagiu: “Como nação, temos de nos questionar: quando é que vamos fazer frente ao lobby das armas?”

criancas,tiroteio-eua,eua,mundo,crime,america,

Fotogaleria
Reuters/MARCO BELLO
criancas,tiroteio-eua,eua,mundo,crime,america,

Pelo menos 18 crianças e uma professora morreram esta terça-feira, 24 de Maio, num tiroteio numa escola primária no Sul do Texas, nos Estados Unidos, de acordo com os meios de comunicação social locais. O tiroteio ocorreu na Escola Primária Robb, que se localiza num bairro residencial modesto na cidade texana de Uvalde, a cerca de 135 quilómetros de San Antonio.

“O que aconteceu em Uvalde é uma tragédia horrível que não pode ser tolerada no estado do Texas. As autoridades policiais locais já estão agindo com medidas imediatas”, disse o governador do Texas, o republicano Greg Abbot, em conferência de imprensa, citado pela CNN. “Dei instruções ao Departamento de Segurança Pública do Texas e aos Texas Rangers para trabalharem com as forças policiais locais de forma a procederem a uma investigação completa deste crime”, acrescentou.

O atirador, Salvador Ramos, um jovem de 18 anos, também foi dado como morto, segundo o governador, tendo sido atingido pelos agentes da polícia chamados ao local. Dois deles ficaram com ferimentos ligeiros. Embora ainda não se saiba a ligação, o atirador teria alvejado a avó antes de se dirigir para a escola, que tem cerca de 600 alunos. Sabe-se que foi “aluno da Escola Secundária de Uvalde e é um cidadão norte-americano”, esclareceu Abbot.

 

“Pensa-se que ele tenha abandonado o seu veículo e entrado na Escola Primária Robb, em Uvalde, com uma pistola, e pode também ter tido uma espingarda, mas ainda não está confirmado, de acordo com o meu relatório mais recente”, continuou o governador. ?As autoridades acreditam que Ramos terá agido sozinho.

 O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, dirigiu-se emocionado ao país e ao mundo, horas depois do tiroteio: “Como nação, temos de nos questionar: quando é que vamos fazer frente ao lobby das armas?”. E continuou, a partir da Casa Branca, pouco depois da 1h30 desta quarta-feira (hora de Lisboa): “Estou farto disto. Temos de agir. E não me digam que não podemos ter um impacto neste massacre (…) Onde está a nossa espinha dorsal, a coragem para fazer mais? É altura de transformar esta dor em acção.”
 Marco Bello/Reuters
Marco Bello/Reuters
Fotogaleria
Marco Bello/Reuters

País de luto

Biden ordenou que as bandeiras na Casa Branca e nos edifícios federais e públicos dos Estados Unidos sejam erguidas a meia haste em sinal de luto, anunciou a Casa Branca numa declaração emitida a partir do avião presidencial Air Force One, segundo a Reuters. Quando concorreu à presidência, Biden prometeu, enquanto democrata, promover medidas de segurança relativas às armas e baixar o número de mortes associadas, que chegam às dezenas de milhares todos os anos. Contudo, não conseguiu obter votos suficientes no Congresso para avançar com a proposta.

 Depois de se referir ao sucedido como um “crime inqualificável”, o senador republicano pelo estado do Texas, Ted Cruz, afirmou não considerar que a solução para este tipo de situações passe por uma reforma à lei sobre a utilização de armas de fogo.
 

Já o presidente da Câmara de Houston, a cidade texana com mais população, mostrou-se “desolado” com o sucedido. Sylvester Turner, do Partido Democrata, questionou de seguida: “Quantas mais crianças precisam perder as suas vidas devido a violência armada sem sentido?”

 Em 2021, Greg Abbott assinou uma lei que passou a permitir o porte de armas em público, sem respectiva licença, para maiores de 21 anos, assim como legislação que permite o pedido de licença de porte de arma a pessoas dos 18 aos 21 anos.
 Este tiroteio no Texas é o mais mortífero numa escola norte-americana desde o ataque de 2012 em Sandy Hook, no Connecticut, também numa escola primária, que fez 26 mortos, entre os quais 20 crianças entre os cinco e os dez anos de idade.
 

De acordo com o Small Arms Survey, um grupo de investigação sediado em Genebra, na Suíça, os Estados Unidos são o país onde a população está mais armada. Os estados menores e mais rurais, onde a posse de armas é muito comum, têm uma influência desproporcionada no Senado do país, onde é necessária uma vasta maioria de 60 votos para fazer avançar a maior parte da legislação na câmara que conta com 100 lugares.?

  • Arquivos