“De la Canilla, Adriana Varela: preciosidade do tango do poeta, músico e compositor uruguaio, Jaime Roos, sobre solteirões (Ermitanos)  boêmio nas noites de Montevidéu -mas que podem ser também de Buenos Aires e outra cidade do mundo – em seu viver festivo cercado de solidão e desenganos,. Uma preciosidade composta pelo grande compositor, poeta e musico uruguaio, que a morocha do tango argentino gravou  primorosamente e transformou em um dos maiores sucesso da sua exitosa carreira. Confira.

BOM DOMINGO!!!

(Vitor Hugo Soares)

=================================================

De La Canilla

Adriana Varela

En tu bulín de ermitaño aún te sigue faltando
La bombachita colgando de la canilla del baño
Llevás demasiados años sacándole el cuerpo al bulto
Con argumentos profundos dignos de un Dalai Lama
Y aún seguís con la cama tan fría como un difuntoCuando sos interrogado sobre tu estado civil
No sabés lo que decir, si soltero o divorciado
Los viernes, días sagrados, salís a romper la noche
Diez litros de nafta al coche, y una vuelta por las canchas
A ver lo que se levanta para poner digno brocheGalán de perfil mediano que te hacés el centrojás
Cuando al mostrador llegás con tu paso de verano
Lo que vos soñás, hermano, es difícil de encontrar
Sé que es brava de bancar la soledad del domingo
Y que el fútbol y los pingos comienzan a no alcanzar

Es verdad que los amigos son lo mas grande del mundo
Y también que en lo profundo de tu alma estás conmigo
Escuchá lo que te digo, metételo en la cabeza

No se borra esa tristeza subiéndote a cualquier tren
Te hace falta una mujer en lugar de mil princesas
No pienses que es un consejo, ¡qué te voy a enseñar yo!
Si estoy mucho peor que vos, mis recuerdos son añejos
Buscá de frente al espejo, en el botiquín del baño
El frasco del desengaño ya no tiene mas pajillas
Jugate a hacer la sencilla, que éste puede ser tu año

Besala como vos sabés, regalate la poesía
De vivir en compañía de la mujer que querés
Convencete que podés no te vallas a Sevilla
que vas a perder la silla y la alegría más bonita
De encontrar la bombachita colgada de la canilla.

 

================================================================

maio
22

DO CORREIO BRAZILIENSE

Virtual escolhida da terceira via para concorrer ao Planalto, senadora recebe apoio em Pernambuco e é cortejada por outros diretórios

VD
Vinicius Doria
VC
Victor Correia
 

 (crédito: Waldemir Barreto/Agência Senado)

(crédito: Waldemir Barreto/Agência Senado)

Praticamente definida como a candidata do consórcio formado por MDB, PSDB e Cidadania para a disputa à Presidência da República, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) recebeu um apoio expressivo de seu partido, ontem, na Região Nordeste, principal trincheira da ala que defende a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já no primeiro turno.

O presidente do MDB no estado, deputado federal Raul Henry, assegurou que Tebet tem o apoio de seu diretório. “É a candidatura com maior condição de representar o setor da sociedade que quer uma alternativa (a Lula e Bolsonaro)”, sustentou Henry.

Citando dados da pesquisa qualitativa que selou a escolha da senadora como o nome da terceira via, apresentada na quarta-feira às comissões executivas das três legendas do consórcio, o deputado avaliou que, “se formos olhar os números, o Brasil tem, aproximadamente, 40% de intenção de voto em Lula, 30% em Bolsonaro, e 30% que quer outra alternativa. “E eu me coloco nesse grupo”, acrescentou.

Desde que Tebet foi ungida como preferida da terceira via, aumentou o assédio de lideranças regionais para ter a senadora em eventos regionais do MDB. Uma fonte do comando do partido ouvida pelo Correio revelou que os convites para Tebet aumentaram consideravelmente nesta semana.

O presidente do diretório mineiro, deputado federal Newton Cardoso Jr., quer organizar um evento no estado com público de mais de duas mil pessoas para fortalecer a candidatura da senadora. Um grande evento em Mato Grosso também está sendo planejado por políticos do estado interessados em colar seus nomes ao da parlamentar.

Capacidade

O entendimento dentro do MDB é de que Tebet tem perfil e capacidade política para costurar apoios, algo que o ex-governador João Doria (PSDB) — rifado pelos três partidos — não conseguiu fazer no PSDB. Apesar da oposição de nomes fortes da legenda no Nordeste, como o senador Renan Calheiros (AL) e o ex-senador Eunício Oliveira (CE), que apoiam Lula, a pré-candidata já colheu, até agora, o compromisso de 15 diretórios estaduais de marchar com ela na corrida pelo Palácio do Planalto.

Mas a margem para captar aliados está se estreitando. Tebet já foi alertada de que os acordos regionais para as eleições de governador, senador e deputados federais e estaduais já estão avançados. No Maranhão, por exemplo, o aval do diretório nacional ainda não foi definido. Há sinais, porém, de que o partido caminhe na direção do atual governador, Carlos Brandão (PSB), que, por sua vez, apoia Lula. No Ceará, de Eunício, e em Alagoas, de Renan, não há espaço para Tebet.

Mesmo fora do Nordeste, a avaliação do MDB é que, para angariar apoio, “a janela está se fechando”. A coligação liderada por Lula, por exemplo, já se movimenta intensamente e confirmou respaldo do PSD em Minas Gerais, na quinta-feira. Agora, está de olho no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Tebet aguarda, atualmente, a confirmação de seu nome pelas executivas nacionais de MDB, PSDB e Cidadania para assumir o comando da terceira via. Ela também acompanha a movimentação de Doria. Caso ele aceite a decisão das lideranças da tríplice aliança e queira compor chapa como vice, o MDB não vai se opor. O problema deve ser resolvido internamente pelo PSDB, sem interferência dos outros partidos.

Em sabatina realizada na última segunda-feira pela Associação Comercial de São Paulo, antes do resultado da pesquisa dos partidos, Tebet enfatizou: “Se, porventura, meu nome for indicado, serei pré-candidata pelo meu partido, independentemente de outros partidos se somarem conosco ou não”. 

 O MinCulPop lulista está fulo porque, durante um debate no YouTube com um de seus propagandistas, Ciro Gomes chamou Lula de “corrupto” e, quando o propagandista balbuciou que o “corrupto” foi “inocentado”, ele respondeu:

“Não foi inocentado, isso é mentira do PT, Lula teve seus processos anulados”.

Em seguida, o propagandista defendeu o voto útil em Lula, argumentando que é preciso derrotar Jair Bolsonaro no primeiro turno.

Ciro Gomes interrompeu-o:

“Eu ganho do Bolsonaro também. Você não percebe o mal que faz à juventude brasileira. Vamos aceitar um corrupto, cuja visão de mundo é a apologia da ignorância, brother de empreiteira, porque achamos que o Bolsonaro é… Ô irmão, faz 25 anos que o Lula não entra num avião de carreira. Eu não ando em jatinho de empreiteira, não ando em jatinho de plano de saúde, não ando em jatinho de empresário de educação privada, financiado pelo Fies.”

maio
22
Posted on 22-05-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 22-05-2022

maio
22

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a dizer que só Deus o tiraria do cargo durante um discurso repleto de citações religiosas, neste sábado (21/5)

MP
Michelle Portela
 

 (crédito: AFP)

(crédito: AFP)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a dizer que só Deus o tiraria do cargo durante um discurso repleto de citações religiosas, neste sábado (21/5), na Marcha para Jesus. O evento de evangélicos que voltou a ser realizado após dois anos suspenso devido à pandemia, em Curitiba, no Paraná.  

Em cima de um carro de som, Bolsonaro falou ao público da 27ª edição da Marcha para Jesus de Curitiba, no Paraná. Durante o discurso, falou sobre algumas das suas principais bandeiras políticas, exaltando o evento e disparou em referência às eleições presidenciais de 2022.

“O Brasil é uma referência para o globo todo. É um país que tem vocação para o futuro sem se descuidar do presente. Nós, juntos, com fé, atingiremos os nossos objetivos. É uma missão que eu tenho e só Deus me tira daquela cadeira (da presidência da República)”, disse.

Além de discursar, o presidente cumprimentou apoiadores presentes ao ato. “A nossa fé é inabalável”, afirmou o presidente.

Visitas no Paraná

Bastante popular no Paraná, Bolsonaro jantou na noite de sexta-feira (20/5) com o governador do Estado, Ratinho Jr. (PSD). No evento, esteve acompanhado do deputado federal Ricardo Barros (Progressistas), e de lideranças religiosas como o pastor Silas Malafaia.

  • Arquivos