Gama Livre: Missa do jornalista político da Bahia Ivan de Carvalho
 
Ivan de Carvalho: imagem Gama Livew.
 
 GOLPE PESADO NO CORAÇÃO, APESAR DO CONFORTO AFETIVO DA MEMÓRIA: LOGO AO DESPERTAR NESTE SÁBADO, 7 DE MAIO, DE 2022, SOU COLOCADO EM TEXTO E IMAGEM, DIANTE DA RECORDAÇÃO AMARGA DA MORTE HÁ EXATOS 8 ANOS,  DO JORNALISTA IVAN DE CARVALHO, COLEGA E AMIGO INSUBSTIUÍVEL  O FACEBOOK LEMBRA, AO MESMO TEMPO – E REPRODUZ- , O TEXTO DE DESPEDIDA QUE ENTÃO POSTEI NESTE ESPAÇO, COM A CHAMADA:”MORRE IVAN DE CARVALHO, O COLUNISTA POTÍTICO (DA TRIBUNA DA BAHIA) QUE DEIXA A BAHIA SEM UMA DE SUAS REFERÊNCIAS  MAIORES E MELHORES NO JORNALISMO”. DE LÁ ATÉ HOJE O VÁCUO DA AUSÊNCIA E A SAUDADE  SÓ CRESCERAM. ABRAÇO CÉLIA, FILHOS E PARENTES DE IVAN – ENTRE ELES TACIANO DE CARVALHO , IRMÃO DE IVAN, BLOGUEIRO NO DF E AMIGO DO PEITO DO BAHIA EM PAUTA E DESTE EDITOR- E COMPARTILHO O TEXTO COM AMIGOS, LEITORES E OUVINTES DO BP (QUE TEVE EM IVAN UM DE SEUS PILARES). SAUDADE, IMENSA SAUDADE. (Vitor Hugo Soares)
=================================================

                       Ivan de Carvalho, Adeus

                       Vitor Hugo Soares

Morreu ontem a noite, no Hospital da Bahia, Ivan Lemos de Carvalho, ou simplesmente Ivan de Carvalho, como ele assinava há décadas a coluna política que escrevia diariamente para a Tribuna da Bahia, publicada também no Bahia em Pauta desde a fundação deste site blog.

O BP perde um esteio generoso, um guia seguro e uma âncora firme e resistente como o Carvalho do seu nome. A Bahia perde o seu jornalista político brilhante, culto, inteligente e capaz de se renovar a cada dia, na abordagem de temas no seu universo inesgotável de assuntos. Do dia a dia dos bastidores da política partidária e do poder na Bahia e no Brasil, aos discos voadores, os OVNIS, tema que ele dominava como poucos.

Tudo com informações fartas, texto atraente e cativante, éticos, críticos e não raramente autocríticos. Temperados sempre com fartas doses de bom humor, uma marca de Ivan, pessoal e profissionalmente falando.

O agravamento geral de antigos e novos problemas cardíacos e pulmonares, na saúde já delicada, apontava para o triste desenlace deste dia de luto e pesar do jornalismo baiano e nacional, pois Ivan de Carvalho ocupou, também, durante um período, a chefia da sucursal do Jornal do Brasil, em Salvador, onde trabalhava também este editor do Bahia em Pauta.

Aí foi sedimentada a forte amizade pessoal nascida na Faculdade de Direito da UFBA, fortalecida em muitos anos de batente de imprensa e convívio intenso, respeito e admiração intelectual. Ultimamente, até o seu mais recente internamento, os contatos por telefone eram praticamente diários, não raro madrugada adentro.

O prenúncio da partida veio através do telefonema de sua Célia, a amada, corajosa e leal companheira até o último suspiro, comunicando o estado crítico de Ivan.
Por volta das 22h chegou o e-mail de Taciano de Carvalho, editor do Blog Gama Livre, em Brasília, que vai transcrito na integra nesta madrugada de despedida:
“Vitor,
Meu irmão Ivan Lemos de Carvalho, seu amigo, acaba de partir na noite desta terça, 6 de maio de 2014. Estava internado desde o dia 26 de maio no Hospital da Bahia. O enterro será no Jardim da Saudade ás 15h30. Está previsto o corpo chegar ao cemitério às 10h30”.

Abraço,
Taciano Lemos de Carvalho


Na hora da morte, um viva à vida e ao exemplo de Ivan de Carvalho.
(Vitor Hugo Soares, editor, em nome de todos os que pensam e fazem o BP e em memória de seu cronista político maior)

 

Sidônio Palmeira explana sobre intervenção, presidência e nova campanha

Sidônio Palmeira: novos rumos no marketing

político na campanha de Lula (PT)

ARTIGO DA SEMANA

PT menos vermelho: desafio do marqueteiro de Lula

Vitor Hugo Soares

Um toque aos petistas de raiz – militantes históricos do Partido dos Trabalhadores, nascidos  dos núcleos operários da região do ABC paulista e dos movimentos universitários e intelectuais na redemocratização do país:recolham suas bandeiras e camisetas, de outras jornadas, e comecem, a partir deste sábado(7), a adaptar-se à mudança estratégica de “desavermelhar” o PT”. Este é um dos planos explícitos do novo marqueteiro do partido, Sidônio Palmeira, 63 anos, ao assumir a propaganda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, líder das pesquisas até aqui, cuja candidatura para retornar ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano, será oficializada hoje, em São Paulo. A chegada de Sidônio no comando do marketing nacional do PT é tema forte e polêmico, mesmo na semana em que Lula é Capa na Time norte-americana.  

Aluno destacado e herdeiro, dos mais bem sucedidos, na tradição do chamado “marketing político baiano” – escola de nomes como do saudoso Geraldo Walter(Geraldão), Fernando Barros, Domingos Leonelli, Duda Mendonça (também falecido), João Santana, Nizan Guanais e Zé Américo Filho,entre outros -, Sidônio é profissional de sucesso desde a “Campanha das três Marias”, que elegeu pelo  PSB , a atual deputada socialista Lídice da Matta,  primeira mulher prefeita de Salvador. Desde então, praticamente, o publicitário não mais saiu do poder. Sobressaindo com a chegada do PT no Palácio de Ondina, na primeira vitória de Jaques Wagner (dois mandatos) e lá permaneceu com o atual governador Rui Costa, (também duas vezes), até a semana passada, quando saiu para assumir (25/4) o projeto, amplo e ambicioso, de mudar rumos do atual marketing petista, dando-lhe tons menos agressivos, para amenizar o discurso ideológico – ao gosto dos grupos sociais e sindicalistas –, tornando-o de mais amplo alcance e  palatável aos setores empresariais e de classe média liberal.  Sidônio conduziu a campanha de presidencial de Haddad em 2018.

Em entrevista – que segue produzindo ruídos nas bases do PT, e dando o que falar entre analistas políticos – ao jornal Estado de S. Paulo, reproduzida pela Tribuna da Bahia e outros veículos do país, Sidônio, mesmo não sendo calouro, no contacto com a impulsividade e arroubos, no palanque, de Lula e militantes “mais à esquerda” do PT, – toma o cuidado de esclarecer: o vermelho simbólico de outras campanhas não embranquecerá nem sumirá da propaganda política, mas deve perder prioridade para o verde e amarelo. E o discurso, antes voltado para os rezadores do mesmo “catecismo”, deve mudar e passar a falar direta e claramente a outros públicos e outras tendências.

O novo marqueteiro de Lula, (de Vitória da Conquista, sudoeste baiano), sabe que briga contra o tempo. Mas “Ligeirinho”, como uma das campanhas de maior visibilidade que ele criou para o governo Rui Costa, Sidônio entendeu que o percurso para atrair os “não convertidos” tem de passar pelo aval do ex-presidente e não pode ser radical. O dono da Leiaute está decidido ir por caminhos diferentes dos de Augusto Fonseca, seu  antecessor, demitido pela cúpula do partido sob críticas severas.
Jogo de cintura e folha de resultados parecem não faltar. O governo de Rui Costa gastou perto de R$ 1 bilhão, ano passado, em sua propaganda, a cargo do agora marqueteiro nacional do PT. O ensaio geral – antes da campanha pra valer – será neste sábado, no ato de lançamento oficial de Lula à Presidência da República. O resto a conferir.
Vitor Hugo Soares: vitors.h@uol.com.br

“No tempo dos quintais”, Elizeth Cardoso: inesquecível a primeira vez em que este editor do Bahia em Pauta ouviu Sivuca interpretar lindamente esta obra prima da música brasileira em um show no Teatro Castro Alves. Ele perguntou`se alguém na plateia sabia quem era o autor. Depois de mais de 1o palpites errados – incluindo citaçõrd de Caymmi e Chico Buarque, o músico disse: Não, não é de Chico Buarque, é do galeguinho que vos fala e o grande parceiro Paulinho Tapajós”. Risos e muitos aplausos.!

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

maio
07
Posted on 07-05-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 07-05-2022

DO CORREIO BRAZILIENSE

Gabriel Luiz estava internado no Hospital Brasília, no Lago Sul, após ser esfaqueado, em 14 de abril, no Sudoeste. Ele anunciou a saída da unidade por meio das redes sociais

CB
Correio Braziliense
 

Gabriel vai precisar tomar alguns cuidados em casa, durante a recuperação, como evitar comer comidas gordurosas - (crédito: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

Gabriel vai precisar tomar alguns cuidados em casa, durante a recuperação, como evitar comer comidas gordurosas – (crédito: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

Gabriel Luiz, 28 anos, jornalista da TV Globo esfaqueado em 14 de abril, recebeu alta hospitalar na tarde desta sexta-feira (6/5). Ele estava internado no Hospital Brasília, no Lago Sul, desde o dia seguinte ao ataque. O primeiro atendimento ao repórter foi feito pelo Hospital de Base.

O anúncio da saída da unidade de saúde foi feito por ele mesmo nas redes sociais. Em vídeo publicado no próprio perfil, Gabriel comemorou a decisão médica e destacou que vai precisar tomar alguns cuidados em casa, durante a recuperação, como evitar comer comidas gordurosas.

maio
07
Posted on 07-05-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 07-05-2022
Duke no jornal O Tempo (BH)

maio
07
Posted on 07-05-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 07-05-2022

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

O presidenciável aproveitou para criticar a polarização entre Lula e Bolsonaro e relembrar diversos ataques que ele sofreu de ambos os lados

AM
Ana Mendonça – Estado de Minas
 

Ciro Gomes (PDT) - (crédito: CARL DE SOUZA/AFP)

Ciro Gomes (PDT) – (crédito: CARL DE SOUZA/AFP)

O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) repudiou os ataques sofridos pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na manhã desta sexta-feira (6/5), em Campinas, interior de São Paulo. Um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) cercou o carro do petista e gritou diversos xingamentos.

Ciro usou as redes sociais para falar sobre o acontecimento. Ele relembrou o ataque que sofreu, também por bolsonaristas, em Ribeirão Preto (SP).

O pedetista também contou que foi atacado por apoiadores de Lula na Avenida Paulista, em São Paulo.

Para ele, o ataque foi produzido por uma “militância raivosa e autoritária”.

  • Arquivos