abr
17
Postado em 17-04-2022
Arquivado em (Artigos) por vitor em 17-04-2022 00:24
 DO SITE O ANTAGONISTA
  • Redação O Antagonista
     O presidente, que passa o feriado no Guarujá, voltou a criticar o acordo do aplicativo com o tribunal
Bolsonaro: “Se WhatsApp pode fazer acordo com TSE, pode fazer comigo”
 

Jair Bolsonaro (foto) afirmou neste sábado (16) que vai procurar o WhatsApp no Brasil para tratar do acordo feito entre a plataforma e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nesta semana, o aplicativo anunciou que está criando uma ferramenta para “pequenas comunidades”, com o objetivo de unir e organizar pessoas em torno de um lugar ou interesse comum. A novidade no Brasil, porém, chegará apenas depois das eleições.

“Já conversei com o Fábio Faria [ministro das Comunicações]. Ele vai conversar com representante do WhatsApp aqui no Brasil para explicar o acordo. Se ele [WhatsApp] pode fazer um acordo com o TSE, pode fazer comigo também, por que não?”, disse em entrevista à CNN Brasil.

Em fevereiro, o aplicativo fechou um acordo com o tribunal para combater a desinformação durante o processo eleitoral de 2022. Na ocasião, o aplicativo se comprometeu a não implementar nenhuma mudança significativa de produto no Brasil antes das eleições.

“Essa última informação agora que o WhatsApp pode ter uma política mundial, ninguém vai reclamar. Agora, (por que) apenas para o Brasil o disparo em grupo poderá ser realizado depois das eleições?”, questionou o presidente, que passa o feriado no Guarujá.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos