abr
16
Postado em 16-04-2022
Arquivado em (Artigos) por vitor em 16-04-2022 01:16

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Polícia Civil do DF chegou com o maior de idade, de 19 anos, ainda sem identificação, na 3ª DP (Cruzeiro Velho), na noite desta sexta-feira (15/4)

PM
Pedro Marra
 

 (crédito: Reprodução/Redes Sociais)

(crédito: Reprodução/Redes Sociais)

O outro envolvido no esfaqueamento do jornalista Gabriel Luiz, 28 anos, chegou à 3ª DP (Cruzeiro Velho), na noite desta sexta-feira (15/4), no Sudoeste. O rapaz, que ainda não teve a identidade revelada, tem 19 anos.

A reportagem apurou que o maior de idade era morador do Sudoeste, e se mudou há cerca de dois meses para outra cidade do DF. Um menor de idade suspeito de esfaquear o jornalista foi apreendido, na tarde desta sexta-feira (15/4), e encaminhado à Delegacia da Criança e Adolescente (DCA 1), da Asa Norte.

Na tarde desta sexta-feira (15/4), Gabriel foi encaminhado do Instituto Hospital de Base de Brasília (IHBB) a um hospital particular do Lago Sul, onde segue em estado grave, mas consciente e estável.

Relembre o caso 

O editor do telejornal DFTV Gabriel Luiz, 28 anos, foi esfaqueado, na noite dessa quinta-feira (14/4), em frente ao Pão de Açúcar do Sudoeste. O caso ocorreu por volta de 23h, quando ele retornava para casa. Segundo informações preliminares, dois homens ainda não identificados atacaram o jornalista.

Em nota, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) detalhou que, ao chegar ao local, Gabriel estava debaixo de uma marquise, tentando conter o sangramento das perfurações no abdômen, no pescoço e na perna esquerda. “Devido à proximidade do Grupamento de Bombeiros do Sudoeste e o local do atendimento, os militares chegaram muito rápido, fato que reduziu consideravelmente a perda de volume sanguíneo”, explicou o CBMDF.

O editor do telejornal DFTV Gabriel Luiz, 28 anos, foi esfaqueado, na noite desta quinta-feira (14/4), em frente ao Pão de Açúcar do Sudoeste. O caso ocorreu por volta de 23h, quando ele retornava para casa. Segundo informações preliminares, dois homens ainda não identificados atacaram o jornalista.

Em nota, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) detalhou que, ao chegar ao local, Gabriel estava debaixo de uma marquise, tentando conter o sangramento das perfurações no abdômen, no pescoço e na perna esquerda. “Devido à proximidade do Grupamento de Bombeiros do Sudoeste e o local do atendimento, os militares chegaram muito rápido, fato que reduziu consideravelmente a perda de volume sanguíneo”, explicou o CBMDF.

A equipe conteve o sangramento e levou o jornalista para o Hospital de Base, onde passou por cirurgias para estabilizar o quadro de saúde. Segundo a equipe médica, o estado de saúde dele é considerado estável. As intervenções cirúrgicas mais importantes foram feitas ao longo da madrugada. Agora cedo, os médicos fazem as cirurgias vasculares.

A família não sabe dizer qual o motivo do ataque ao jornalista. O que sabem é que ele sofreu “um possível roubo com faca”. O crime é investigado pela polícia.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos