mar
07
“Estamos chocados com a burrice deles”
Foto: Forças de Defesa Territorial do Norte

Os Estados Unidos armam os ucranianos desde o comecinho de dezembro, enviando-lhes equipamentos para o combate urbano.

Na última semana, de acordo com documentos obtidos pelo Washington Post, os carregamentos aumentaram, e incluíram pela primeira vez mísseis antiaéreos Stinger.

O resultado pode ser visto no campo de batalha.

O correspondente do Wall Street Journal acompanhou uma unidade militar ucraniana em Irpin, nos arredores de Kiev. Seus soldados, armados com foguetes antitanque ingleses, estão conseguindo deter o gigantesco comboio russo que assedia a capital.

Especializados em guerrilha urbana, eles armam emboscadas diárias contra os invasores, explodindo tanques e caminhões. Em uma semana de guerra, a unidade de Irpin perdeu apenas dois homens, e matou mais de sessenta russos, segundo a reportagem.

As armas fornecidas pelas democracias ocidentais, porém, não bastariam se não fosse o heroísmo dos ucranianos, que defendem a própria terra, e a obtusidade das tropas de Vladimir Putin, que usam táticas da era soviética.

Um oficial da unidade de Irpin disse para o jornal:

“Estamos chocados com a burrice deles”.

Vladimir Putin, neste momento, está igual ao comboio russo, estacionado à beira da estrada, paquidérmico, à espera dos ataques letais de um punhado de resistentes.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos