jan
31
Postado em 31-01-2022
Arquivado em (Artigos) por vitor em 31-01-2022 00:11

DO CORREIO BRAZILIENSE

As chuvas fortes atingem a região desde sábado e as cidades mais atingidas são da região metropolitana. O governador João Doria anunciou a liberação imediata de R$ 15 milhões para um total de 10 cidades paulistas

TM
Taísa Medeiros
 

 (crédito: Corpo de Bombeiros PMESP)

(crédito: Corpo de Bombeiros PMESP)

Desde sábado (29/01) fortes chuvas atingem o estado de São Paulo. Até o momento, as precipitações causaram 18 mortes, entre elas, sete crianças, conforme informou o governador João Doria. Os temporais também causaram desabamentos, deslizamentos de terra, transbordamento de rios e alagamentos.

Em Embu das Artes, três pessoas de uma mesma família morreram após uma casa ser atingida por um deslizamento de terra, na madrugada deste domingo (30/01). Uma mulher e dois filhos vieram a óbito. Outras quatro pessoas que viviam na casa conseguiram escapar com a ajuda de vizinhos.

Até o momento são 500 famílias desalojadas, segundo o Governo de São Paulo. Por conta das chuvas, e para garantir a segurança de cidadãos e funcionários, a vacinação contra a Covid-19 chegou a ser suspensa na cidade de São Paulo neste domingo (30/01). A aplicação da vacina estava prevista para acontecer em seis parques e duas farmácias na Avenida Paulista.

O governador João Doria sobrevoou neste domingo as regiões castigadas pela chuva em Francisco Morato, Franco da Rocha e Caieiras, na Região Metropolitana de São Paulo. Doria anunciou a liberação imediata de R$ 15 milhões para um total de 10 cidades, em diversas regiões do Estado, para auxiliar as prefeituras na recuperação urbana e social. .

“Estou acompanhando com muita tristeza os danos causados pelas fortes chuvas em São Paulo. Minha solidariedade às famílias e amigos das 18 vítimas fatais. Estamos trabalhando nos resgates e autorizei R$ 15 milhões em recursos para que os municípios possam acolher os atingidos”, disse Doria.

Os recursos anunciados serão destinados aos municípios de Arujá (R$ 1 milhão), Francisco Morato (R$ 2 milhão), Embu das Artes (R$ 1 milhão) e Franco da Rocha (R$ 5 milhão), na Região Metropolitana de São Paulo, e Várzea Paulista (R$ 1 milhão), Campo Limpo Paulista (R$ 1 milhão), Jaú (R$ 1 milhão), Capivari (R$ 1 milhão), Montemor (R$ 1 milhão) e Rafard (R$ 1 milhão), no interior do Estado.

Além das 18 mortes confirmadas, há nove feridos e cinco desaparecidos. A Defesa Civil informou que há ocorrências espalhadas por todo o estado relacionadas às chuvas, como alagamentos, queda de árvores, quedas de muros e deslizamentos de terra; além de interdições totais ou parciais em rodovias.

Até o momento sete cidades registram mortes:

  • Arujá: 1 óbito
  • Francisco Morato: 4 óbitos
  • Embú das Artes: 3 óbitos
  • Franco da Rocha: 3 óbitos
  • Várzea Paulista: 5 óbitos
  • Jaú: 1 óbito
  • Ribeirão Preto: 1 óbito

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Janeiro 2022
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31