IS
Ingrid Soares
 

 (crédito: Reprodu??o/Twitter)

(crédito: Reprodu??o/Twitter)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) deu entrada no Hospital Vila Nova Star, na Vila Nova Conceição, Zona Sul de São Paulo na madrugada desta segunda-feira (3/1) com suspeita de uma nova obstrução intestinal. O chefe do Executivo realizará exames e será avaliada a necessidade de uma cirurgia. Caso confirmado, será a sétima intervenção realizada por Bolsonaro desde a facada recebida em 2018 em Juiz de Fora durante campanha eleitoral.

Em julho do ano passado, o presidente deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA) com dores abdominais e uma crise de soluço persistente. Posteriormente, foi transferido para o Hospital Vila Nova Star em São Paulo para tratar uma obstrução intestinal. Na data, uma nova cirurgia foi aventada, mas não houve necessidade e, quatro dias depois, ele recebeu alta.

A última cirurgia ocorreu em setembro de 2020, para a retirada de um cálculo da bexiga, realizada no hospital Albert Einstein. Para extrair a pedra, a equipe médica recorreu a uma cirurgia conhecida como cistolitotripsia, considerada simples e minimamente invasiva. 

Veja abaixo as intervenções cirúrgicas já realizadas por Bolsonaro:

6 de setembro de 2018 — Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG) – Operação de urgência após ser atingido por uma facada de Adélio Bispo, em ato de campanha.
12 de setembro de 2018 — Hospital Albert Einstein, em São Paulo – Cirurgia de emergência em razão de uma complicação causada pela aderência das paredes do intestino.
28 de janeiro de 2019 — Hospital Albert Einstein, São Paulo – Retirada da bolsa de colostomia.
8 de setembro de 2019 — Hospital Vila Nova Star, São Paulo – Cirurgia para correção de uma hérnia incisional na região da área atingida pela facada.
30 de janeiro de 2020 — Hospital das Forças Armadas (HFA), Brasília – Vasectomia – Foi a segunda vez que ele passou pelo procedimento médico de esterilização para homens que não desejam ter mais filhos biológicos.
25 de setembro — Hospital Albert Einstein, São Paulo – Retirada de cálculo da bexiga.

Guá”, Caetano Veloso: Feliz Caetano Veloso!

BOM DIA!!!

(Gilson Nogueira)

jan
04
Posted on 04-01-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-01-2022
AB
Agência Brasil
postado em 03/01/2022 12:40 / atualizado em 03/01/2022 12:40
 

 (crédito: )

(crédito: )

Um grupo de 23 médicos, do Programa Mais Médicos, chegou à Bahia na manhã desta segunda-feira (3/01) para ajudar vítimas das enchentes que atingem o estado. Em entrevista à imprensa antes do embarque, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que, até dia 10, o total de profissionais do programa atuando na Bahia chegará a 119. O grupo vai atuar na atenção primária em cidades que decretaram estado de calamidade pública.

Queiroga e os ministros da Cidadania, João Roma, da Mulher, e da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, também embarcaram para a Bahia em um avião da Força Aérea.

Em relação ao período que os profissionais de saúde ficarão no estado, Queiroga disse que será “o tempo necessário”. O ministro afirmou que pode chegar a um ano.

A ministra Damares Alves destacou que “a prioridade do governo federal é garantir as vidas”. A ministra lembrou que na Bahia, além de ter que enfrentar águas contaminadas, vítimas das enchentes ainda precisaram enfrentar casos de violência contra a mulher, o que exige participação da pasta que ela comanda.

O ministro da Cidadania afirmou que viu cidades completamente destruídas com água até o teto. Roma lembrou os pedidos “desesperados” dos prefeitos que além de verba, precisavam de pessoal para ajudar no socorro.

Boletim

Segundo o último boletim divulgado na tarde de ontem (2) pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), os números referentes à população atingida pelas enchentes que ocorrem em diversas regiões do estado, são 32.594 desabrigados, 57.451 desalojados, 25 mortos e 517 feridos. O número total de atingidos chega a 661.508 pessoas.

Os números correspondem às ocorrências registradas em 165 municípios afetados. É importante destacar que, desse total, 153 estão com decreto de situação de emergência.

Bolsonaro

O ministro Queiroga também falou sobre o estado de saúde do presidente da República, Jair Bolsonaro, que foi internado na madrugada de hoje em São Paulo com dores abdominais. “O presidente, como vocês sabem, foi vítima de um atentado gravíssimo em 2018. Em função disso, ele tem consequências. Ele teve dores abdominais, achou-se por bem levar ao hospital em São Paulo. Mas, até onde eu sei, o presidente está bem”.

jan
04
Posted on 04-01-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-01-2022
Charge Super FC 30-12-2021
DUKE, no jornal O TEMPO (MG)

jan
04
Posted on 04-01-2022
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-01-2022
Lula vai conversar com Dilma
Foto: Agencia Brasil
 

Lula chamou Dilma Rousseff para uma conversa, que deve ocorrer meados de janeiro.

“Embora não seja o assunto principal do encontro, a aliança com Alckmin certamente fará parte do cardápio”, diz O Globo.

 “Aos aliados mais próximos no PT, Dilma tem dito que não vê vantagens para Lula na chapa conjunta com o ex-tucano. Para ela, Lula não ganha votos ao trazer o ex-adversário para perto e ainda pode perder aliados na esquerda, como os do PSOL, que vêm se manifestando contra a candidatura do ex-governador de São Paulo a vice-presidente”.

Dilma Rousseff é um dos principais obstáculos para a vitória de Lula, juntamente com seu codinome no departamento de propinas da Odebrecht.

  • Arquivos

  • Janeiro 2022
    S T Q Q S S D
    « dez   fev »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31