dez
24

DO CORREIO BRAZILIENSE

O governador da Bahia deixou claro, pelas redes sociais, que a preocupação com pandemia de covid-19 afastou a possibilidade da festa: “Precisamos ter responsabilidade”

RN
Ronayre Nunes
 

Em 2020, show de Daniela Mercury arrastou milhares no carnaval da Barra - (crédito: Alfredo Filho/SECOM)

Em 2020, show de Daniela Mercury arrastou milhares no carnaval da Barra – (crédito: Alfredo Filho/SECOM)

O tradicional carnaval da Bahia não ocorrerá em 2022. A informação foi confirmada pelo governador do estado, Rui Costa (PT) na tarde desta quinta-feira (23/12), pelas redes sociais. O governador deixou claro que a preocupação com a pandemia da covid-19 — e também uma epidemia de gripe — pesaram na decisão.

“A decisão está tomada: não haverá Carnaval na Bahia em fevereiro de 2022. Hoje temos 2,4 milhões de baianos com a vacina contra a #Covid em atraso. Além disso, estamos lidando com uma epidemia de gripe, que tem sobrecarregado o sistema de saúde”, escreveu.

Costa também pontuou que a festa é propícia para a propagação do vírus, e que posteriormente, novas condições serão avaliadas: “Precisamos ter responsabilidade com a saúde e a vida das pessoas. Realizar o Carnaval no modelo tradicional, como uma festa em larga escala, se mostra inviável. Mais pra frente, avaliaremos o que pode ser feito e em que condições”.

O governador também comentou que as pessoas que dependem da festa para trabalhar serão beneficiadas com recursos. “Também sentaremos com os Municípios para avaliar algum tipo de recurso para aquelas pessoas que tiram da festa o seu sustento. Neste momento, repito o meu apelo de sempre, que vale tanto para o coronavírus quanto para o vírus da gripe: use máscara e vacine-se!”.

“Christmas Memóries”, Karen Carpenter: memoráveis canções natalinas dos Carpenters, com destaque para a voz e as interpretações sensacionais de Karen Carpenter. Um presente especial do Bahia em Pauta para a sexta-feira da celebração do Natal de 2021. Imperdível.

BOM DIA!!! FELIZ NATAL A LEITORES E OUVINTES DO BP.!!!

(Vitor Hugo Soares)

 

 

dez
24
Em evento de catadores, o petista disse que o mercado financeiro e o empresariado são simpáticos à sua candidatura
Lula diz que banqueiros deveriam “vir de joelho” falar com ele
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Em discurso durante evento de Natal de catadores de lixo, Lula (foto) disse nesta quarta-feira (22) que tem o apoio do mercado financeiro e do empresariado. Segundo o petista, a ideia de que o segmento da sociedade é contrário à sua candidatura é falsa.

“Esse dia de hoje está muito interessante, porque aqui a gente tem banqueiro, que já não é mais banqueiro, que está ao nosso lado nessa briga por reconstruir a democracia. […] Nós temos aqui empresários, que não vou citar o nome para não expor ninguém, que estão preocupados em conhecer como é a vida de vocês, como vocês vivem, porque a gente precisa humanizar o povo brasileiro.”

 Lula afirmou ainda que promoveu um processo de bancarização de 70 milhões de pessoas durante seu governo e que os banqueiros deveriam ir falar com ele “de joelhos”.

“Eu sou a pessoa que os banqueiros menos gostam, mas vocês sabem que nos meus governos e nos da Dilma quantas pessoas nós colocamos no sistema financeiro, gente pobre? 70 milhões de pessoas. Significa que no governo do PT colocamos uma Argentina e uma Colômbia dentro do sistema financeiro. Essa gente deveria vir de joelho conversar com a gente, parar de ser arrogante, parar de achar que são gênios, que sabem mais do que os outros.”

dez
24
Posted on 24-12-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 24-12-2021



 

J. Bosco, NO JORNAL

 

dez
24
Posted on 24-12-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 24-12-2021

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Em comunicado encaminhado à imprensa pelo Ministério das Relações Exteriores, o Executivo diz desejar êxito ao novo presidente

AE
Agência Estado
 

 (crédito: AFP)

(crédito: AFP)

Depois de quatro dias do resultado das eleições no Chile, o governo brasileiro emitiu nesta quinta, 23, uma nota de cumprimentos ao presidente eleito do país sul-americano, o líder de esquerda Gabriel Boric. A demora é uma prática inusual na tradição diplomática e causou indignação entre diplomatas chilenos, como mostrou o Estadão/Broadcast Político.

Em comunicado encaminhado à imprensa pelo Ministério das Relações Exteriores, o Executivo diz desejar êxito ao novo presidente. “Ao reafirmar a solidez dos laços de amizade e cooperação, o governo brasileiro assinala a disposição de trabalhar com as autoridades chilenas no fortalecimento das iniciativas bilaterais e regionais em prol dos objetivos de desenvolvimento econômico, de defesa da liberdade e da democracia e de respeito ao Estado de Direito”, afirma.

A vitória de Boric foi anunciada no domingo, 19, e reconhecida no mesmo dia pelo outro candidato, José Antonio Kast, de extrema-direita, que recebeu apoio do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho “zero três” do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O próprio chefe do Executivo, no entanto, evitou externar um eventual apoio a Kast, após se desgastar no Itamaraty e na comunidade internacional com o apoio prestado à candidatura à reeleição do então presidente americano Donald Trump, derrotado por Joe Biden. 

  • Arquivos

  • dezembro 2021
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031