dez
03

RANKING DO Financial Times

DO CORREIO BRAZILIENSE

A empresária é a única brasileira da lista ao lado de Chloé Zhao, Scarlett Johansson, Vanessa Nakate, Shonda Rhimes, entre outras

CG
Camilla Germano
 

 (crédito: Reprodução/Financial Times/Abril Comunicações S.A)

(crédito: Reprodução/Financial Times/Abril Comunicações S.A)

Na última quarta-feira (1º/12), foi divulgada a lista das 25 mulheres mais influentes do mundo segundo o jornal inglês Financial Times. Entre as escolhidas, a única representante brasileira é Luiza Helena Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza.

“Trajano acredita piamente no dever dos negócios de dar o exemplo em questões sociais e defendeu a igualdade de gênero e raça com paixão — notável em um país com grande desigualdade social e onde a elite empresarial costuma ser acusada de viver em um bolha”, diz Gillian Tett, autora e jornalista britânica que escreveu o perfil da brasileira na lista. Tett faz parte do conselho editorial do jornal e também trabalha como editora geral.

“Ela atribui seu sucesso a uma empatia natural com funcionários e clientes e ainda viaja constantemente pelo vasto território brasileiro, visitando lojas, ouvindo as preocupações dos funcionários e oferecendo conselhos sobre como construir carreiras”, continua o texto em homenagem à empresária.

Luiza Trajano foi escolhida para a categoria “Líderes” ao lado de: Ngozi Okonjo-Iweala (diretora-geral da Organização Mundial do Comércio), Lina Khan (presidente da Federal Trade Commission), Mary Barra (diretora executiva e presidente da General Motors), Gita Gopinath (economista-chefe do Fundo Monetário Internacional), Nancy Pelosi (presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos), Mariam Al-Mahdi (líder do “Umma National Party” e Ministra das Relações Exteriores do Sudão), Kate Bingham (antiga presidente da força tarefa da vacina no Reino Unido), Catherine Wood (fundadora, CEO e CIO da Ark Invest, uma empresa de gestão de investimentos), Rosalind Brewer (CEO da Walgreens Boots Alliance) e Tsai Ing-Wen (presidente do Taiwan).

Ainda segundo Gillian Tett, Luiza não é muito conhecida fora do Brasil, mas deveria. “Uma das mais notáveis empresárias e líderes sociais do país, Trajano é uma inspiração para empresários em toda parte. Ela começou trabalhando em meio período aos 17 anos na loja da família em Franca, cidade do estado de São Paulo, e transformou o negócio em uma das potências da América Latina.” Vale lembrar que o grupo Magazine Luiza está avaliado em mais de 10 bilhões de dólares e emprega mais de 40 mil funcionários.

As 25 mulheres escolhidas para a lista foram selecionadas por jornalistas de vários países, ex-mulheres do ano e leitores do jornal. E, além da categoria de “Líderes”, existem outras duas ramificações: a de “Criadoras” e a de “Heroínas”. Entre as personalidades citadas se destacam: a atleta Naomi Osaka; Chloé Zhao, cineasta chinesa e vencedora do Oscar; a atriz Scarlett Johansson; a ativista ambiental ugandense Vanessa Nakate; e Shonda Rhimes, produtora de televisão, roteirista e autora, muito conhecida pelas séries Grey’s Anatomy e Bridgerton.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2021
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031