nov
04
Posted on 04-11-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-11-2021

DO SITE O ANTAGONISTA

Mario Sabino comentou as imposturas publicadas por um deles (leia aqui). Mais imposturas foram publicadas por outro fã de Lula num jornal concorrente:

“O registro eleitoral de Moro chegou com anos de atraso. Antes da última corrida ao Planalto, o juiz era assediado por partidos e aparecia nas pesquisas como um nome competitivo. Ele não assinou nenhuma ficha de filiação, mas mexeu no tabuleiro: condenou o ex-presidente Lula e, às vésperas da eleição, divulgou o depoimento de um delator que acusava o petista de corrupção.”

O fã de Lula na imprensa se eximiu de dizer que Sergio Moro só resolveu se filiar a um partido e disputar o Palácio do Planalto porque o STF deu um golpe para livrar Lula e seus comparsas de todas as suas condenações.

O fã de Lula na imprensa se eximiu de dizer também que o “delator que acusava o petista” era seu principal cupincha, que confessou arrecadar propinas em seu nome.

A jogada dos lulistas – dentro e fora da imprensa – vai ser essa: acusar Sergio Moro de ter condenado os corruptos por interesse político, e não por seus crimes. O argumento, porém, só é capaz de convencer os fãs de Lula, que são sempre os mesmos.

“Amapola”, Nana Mouskouri: empolgante interpretação da delicada canção da trilha de “”Era uma vez na América” , o filme cult do italiano Sergio Leone, que empolgou multidões . Filme e canção inesquecíveis.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

nov
04
Posted on 04-11-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-11-2021

  DO CORREIO BRAZILIENSE

Com menos de um ano de posto, Silmara Miranda foi promovida a posto de chefia na Comunicação Social da PRF

GE
Gabriel Elias – Especial para o Uai
 

 (crédito: Reprodução/Redes Sociais)

(crédito: Reprodução/Redes Sociais)

Depois de passar em concurso da Polícia Rodoviária Federal em 2020, Silmara Miranda, que ficou conhecida nacionalmente como “a loira do Tchan”, do grupo de axé É o Tchan, tem ascensão veloz na corporação. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo.

Com menos de um ano de atuação, ela foi promovida para um posto de chefia da Polícia Rodoviária Federal. A ascensão de Silmara na PRF incomodou alguns colegas da loira, ainda segundo informações Folha de São Paulo. Silmara passou em um concurso da PRF em novembro de 2020 e colegas da ex-loira do Tchan afirmam que a função de chefia é ocupada por pessoas que estão há mais tempo na PRF.

Outro ponto apurado da Folha foi que os colegas de Silmara que viraram chefes ficaram em lugares distantes antes da ascensão. A loira, no entanto, foi aprovada para trabalhar no Amazonas e está atuando em Brasília.

No grupo de axé, Silmara Miranda substituiu Sheila Mello em 2003 e permaneceu no grupo baiano até 2007.

“Foram quatro anos e eu fui muito feliz. Tinha uma relação ótima com os integrantes da banda e também com o pessoal do escritório. Fui sempre muito respeitada por todos e nunca tive problema nenhum. Na época do concurso, sim, as sete finalistas brigavam muito e foi bem tenso”, contou Silmara sobre o concurso para virar dançarina do É o Tchan.

A loira, que é jornalista formada, atuou em uma rádio de Salvador ao deixar o grupo de axé.

Confira o concurso que elegeu Silmara Miranda como loira do É o tchan:

nov
04
Posted on 04-11-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-11-2021



 

Amarildo, NO JORNAL

 

nov
04
Posted on 04-11-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-11-2021

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

A artista estava trabalhando em Bolonha. A morte foi confirmada pela FaceModels, empresa que Layla era agenciada

VO
Victória Olímpio

 (crédito: Instagram/Reprodução)

(crédito: Instagram/Reprodução)

Layla da Costa, uma modelo portuguesa de 24 anos, foi encontrada morta em casa, na Itália, na última segunda-feira (1º/11). Ela era agenciada pela empresa FaceModels, que tem sede em Lisboa. A artista estava a trabalho em Bolonha.

A causa da morte ainda não foi confirmada pela polícia. Ao jornal Observador, a estilista Fátima Lopes, dona da agência, foi informada de que o falecimento possa ter sido devido a um ataque cardíaco. Layla não tinha histórico de problemas de saúde.

Em comunicado, a agência informou a morte de Layla: “E com profundo pesar que lamentamos o falecimento prematuro de um membro da nossa família Face Models, Layla Costa, aos 24 anos. A nossa modelo Layla ficará eternamente nos nossos corações, nunca esqueceremos a sua delicadeza, bondade, humildade, determinação, profissionalismo e tantas outras qualidades”.

“Partilhamos a dor da família a quem apresentamos as nossas condolências e desejamos muita força neste terrível momento. Que a sua memoria e o seu amor permaneçam vivos entre todos aqueles que tiveram a sorte de a conhecer. Até sempre”, finalizou a nota.

Layla foi Miss Mundo Guiné-Bissau, país para onde se mudou com apenas 3 meses de vida. Ela estreou nas passarelas na semana de moda de Paris aos 19 anos. A estilista a descreveu como uma das modelos mais promissoras” e uma das “pessoas mais incríveis” que conheceu.

  • Arquivos

  • novembro 2021
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930