out
31
Posted on 31-10-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 31-10-2021
  •  
O pleito mais recente foi feito pela defesa de Aldemir Bendine, condenado no ano passado por corrupção passiva
“Precedente Lula” provoca fila de pedidos por anulação de provas
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A decisão do ministro Ricardo Lewandowski de declarar “imprestabilidade” de todas as provas entregues pela Odebrecht relacionadas a processos de Lula (foto) desencadeou uma fila de pedidos semelhantes de anulação apresentados ao STF por outros réus e condenados na Lava Jato, diz a Crusoé.

O pleito mais recente foi feito no início de outubro pela defesa de Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras.

Condenado no ano passado por corrupção passiva, Bendine reproduziu argumentos usados pelos advogados de Lula e acolhidos por Lewandowski.

“I`Il Never Settle for Less”, Nat King Cole: voz, coração e talento imensuráveis de um cantor na interpretação de maravilhosa canção em rara gravado do começo de carreira que Cole conduziu com extremo carisma e dignidade até o fim.

BOM DOMINGO!!!

(Vitor Hugo Soares)

out
31
Posted on 31-10-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 31-10-2021
CB
Correio Braziliense
 

 (crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

(crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

O ex-chefe de importação do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Miranda, teve que recorrer ao programa de proteção à testemunha da Polícia Federal após sofrer ameaças de morte. O ex-servidor do Ministério da Saúde denunciou na CPI da Covid um suposto esquema de propina na compra da vacina Covaxin.

De acordo com o irmão dele, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), ele e a família saíram do país nesta quinta-feira (28/10).

“O Brasil não é como nos quadrinhos, onde o bem sempre vence! Meu irmão continuou sendo atacado pelo governo, foi exonerado, por conta das ameaças teve que entrar para o programa de proteção à testemunha e sair do país! @jairbolsonaro cria vergonha na cara, você sabe a verdade!”, escreveu no Twitter.

Ricardo Miranda depôs na CPI em junho. Na ocasião, ele disse que sofreu pressão para que aprovasse a vacina Covaxin contra a covid-19.

out
31
Posted on 31-10-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 31-10-2021



 

 J. Bosco, NO JORNAL

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

A postura do presidente destoa das reiteradas críticas que costuma fazer à Argentina e à gestão de Fernández

AE
Agência Estado
 

 (crédito: Alejandro Pagni/AFP)

(crédito: Alejandro Pagni/AFP)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decidiu por uma trégua nas críticas ao presidente da Argentina, Alberto Fernández, e teve neste sábado, 30. um encontro rápido e amigável com o líder do país vizinho durante a cúpula do G20, que acontece neste fim de semana em Roma, na Itália. Vídeo divulgado por Bolsonaro nas redes sociais mostra um aperto de mãos acompanhado de risos das duas partes. Não é possível saber, no entanto, por este vídeo, o que os dois conversaram.

A postura do presidente destoa das reiteradas críticas que costuma fazer à Argentina e à gestão de Fernández. Frequentemente, sobretudo nas transmissões ao vivo nas redes sociais e a apoiadores em frente ao Palácio do Planalto, Bolsonaro afirma que o país vizinho caminha para se tornar uma Venezuela, como consequência de medidas tomadas pela Casa Rosada para conter o novo coronavírus.

Além de Fernández, o presidente brasileiro teve rápidos encontros com os primeiros-ministros Mario Draghi (Itália), Boris Johnson (Reino Unido) e Narendra Modi (Índia).

Além disso, conversou com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, a quem disse que a Petrobras é um problema.

Entre as reuniões formais, Bolsonaro esteve no final da manhã (pelo horário de Brasília) com o secretário-geral da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), Mathias Cormann.

Mais tarde, participa de jantar oferecido pelo presidente da Itália, Sergio Matarella.

  • Arquivos