DO CORREIO BRAZILIENSE

A visita ocorreu à tarde, após o arcebispo do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, Dom Orlando Brandes, ter criticado o governo na homilia pela manhã

VB
Vera Batista
 

 (crédito: Facebook/Reprodução)

(crédito: Facebook/Reprodução)

Na tarde desta terça-feira (12/10), o presidente da República, Jair Bolsonaro, visitou o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, no feriado nacional católico em homenagem à padroeira do Brasil. Ao chegar ao local, foi vaiado e aplaudido pelos fiéis. Os presentes proferiram palavras como “genocida”, ‘lixo”, “assassino e “mito. Ele acenou à população e não fez discursos ou comentários. Depois, participou brevemente de uma missa e fez uma pequena leitura na cerimônia. 

Na visita, Bolsonaro ainda abraçou o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, que, durante a homilia pela manhã, na mesma basílica, fez críticas ao armamento da população e à disseminação de notícias falsas – o presidente estava de máscara no local, mas tirou a proteção ao abraçar o clérigo, que também estava sem o equipamento.

Na ocasião, o padre relembrou uma mensagem do Papa Francisco, durante sua visita ao Brasil em 2013, e fez um apelo pelo desarmamento. O arcebispo já demonstrou discordar da política social do presidente Bolsonaro em outras ocasiões. 

Sem máscara, Bolsonaro abraça arcebispo que criticou a política de armas e a disseminação de notícias falsas na missa da manhã desta terça (12/10)
Sem máscara, Bolsonaro abraça arcebispo que criticou a política de armas e a disseminação de notícias falsas na missa da manhã desta terça (12/10) (foto: Facebook/Reprodução)

Mais de 30 mil romeiros foram em direção à cidade de Aparecida do Norte, no interior de São Paulo, para visitar o santuário e participar das celebrações. Veja a passagem do presidente pelo local: 

Arcebispo pede por “pátria sem armas”

“Para ser pátria amada seja uma pátria sem ódio. Para ser pátria amada, uma república sem mentira e sem fake news. Pátria amada sem corrupção. E pátria amada com fraternidade. Todos irmãos construindo a grande família brasileira”, disse Dom Orlando Brandes durante a missa.

Sem citar Bolsonaro, o arcebispo criticou a política de governo no combate à pandemia de covid-19, lamentou a morte de mais de 600 mil pessoas e enalteceu o poder da ciência e a importância da vacina. “Mãe Aparecida, muito obrigado porque na pandemia a senhora foi consoladora, conselheira, mestra, companheira e guia do povo brasileiro que hoje te agradece de coração porque vacina sim, ciência sim e Nossa Senhora Aparecida junto salvando o povo brasileiro.” 

“Pianinho”, Edu Lobo: poesia e melodia na harmonia mais que perfeito, neste chorinho genial de Aldir Blanc e Edu, que aó grandes artistas iguais a estes dois podem produzir e interpretar. Confira,

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

 

out
13
Posted on 13-10-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 13-10-2021
O recorde negativo de Luciano Huck
Reprodução/TV

 

 

O “Domingão com Huck” bateu recorde negativo neste fim de semana. Dividido em duas partes por causa das Eliminatórias da Copa do Mundo, o programa cravou 13,25 pontos de média na Grande São Paulo, o pior índice desde sua estreia.

Durante a primeira etapa do “Domingão”, exibida das 15h59 às 17h49, a Globo bateu o SBT por 12,27 a 7,94 pontos. O corte final, transmitido entre 20h02 e 20h31, teve performance superior (16,96), mas viu a Record chegar a 11,1 pontos. 

O jogo da seleção, como antecipamos ontem com exclusividade, atingiu 20 pontos.

Um ponto de audiência corresponde a 205.377 telespectadores na Grande São Paulo.

out
13
Posted on 13-10-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 13-10-2021



 

 Ricardo ManhãeS, NO JORNAL

 

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Apesar de não possuir vasta produção literária, cantora baiana é conhecida por interpretar poesias durante as performances no palco

AO
 

 (crédito: Vera Donato/ Divulgação)

(crédito: Vera Donato/ Divulgação)

A cantora baiana Maria Bethânia foi eleita a mais nova imortal da Academia de Letras da Bahia com 26 votos, na tarde desta segunda-feira (11/10). Ela é a quinta titular a ocupar a cadeira de número 18, cujo patrono foi o advogado Zacarias de Góes e Vasconcelos. A posição foi ocupada anteriormente pelo historiador, ensaísta e professor Waldir Freitas Oliveira, que morreu aos 92 anos, em junho deste ano.

A artista com 56 anos de carreira possui forte relação com a literatura, mais especificamente com a poesia. Conhecida por interpretar poesias de autores como Fernando Pessoa, Clarice Lispector e Guimarães Rosa durante performances no palco, Bethânia é considerada pela academia uma “defensora das letras”.

“Além disso, [Maria Bethânia] também escreveu e divulgou textos de própria autoria, tendo pontuais incursões na composição. A cantora recebeu da Universidade Federal da Bahia, o título de Doutora Honoris Causa, por sua contribuição a música brasileira”, reflete a Academia.

A indicação do nome da cantora foi feita por um grupo de acadêmicos liderado pelo compositor e professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Paulo Costa Lima. “Além da força e excelência da sua trajetória, enxergamos Bethânia como a criadora de uma linguagem, alguém que está envolvida com a invenção. Sua interpretação é a criação de um mundo”, destaca.

===============================================

Irmã de Caetano Veloso, um dos maiores criadores autorais da música brasileira, com livro publicado, Maria Bethânia é irmã de Mabel Veloso, poeta e escritora com livros publicados.

  • Arquivos