set
07
Posted on 07-09-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 07-09-2021
 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Márcio Giovani Nique, conhecido pelo apelido professor Marcinho, disse que um “empresário grande” teria oferecido prêmio em dinheiro pela cabeça do ministro do STF

AF
Augusto Fernandes

 (crédito: Reprodução/Redes Sociais)

(crédito: Reprodução/Redes Sociais)

O militante bolsonarista Márcio Giovani Nique, mais conhecido por professor Marcinho, foi preso de forma preventiva pela Polícia Federal no domingo (5/9), em Santa Catarina, por conta de ameaças de morte contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Durante uma recente transmissão ao vivo nas redes sociais, Márcio revelou a existência de um esquema criminoso que iria premiar com dinheiro quem conseguisse a cabeça do ministro.

“Não vou falar agora quem é, mas existe. Pode me torturar. Mas tem um empresário grande aí que está oferecendo. Tem até uma grana federal que vai sair o valor pela cabeça do Alexandre de Moraes, vivo ou morto, para quem trazer ele”, afirmou Márcio.

O militante foi preso por determinação do próprio ministro, que conduz um inquérito no STF que apura a produção de notícias falsas e ofensas contra magistrados da Corte. O pedido da prisão foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Na mesma transmissão, Márcio disse que faz parte de um “grupamento” que tem como objetivo “caçar ministro, em qualquer lugar que eles estejam”. “Portugal, Espanha, China. Onde eles estiverem, tem brasileiro sabendo já”, destacou.

Segundo ele, Moraes não é o único com a cabeça a prêmio. “O Brasil demorou, mas aconteceu (sic). Agora, no Brasil, ministro do Supremo vai ser assim. Vai ter prêmio pela cabeça deles”.

Márcio também fez ameaças ao Congresso Nacional e disse que o grupo criminoso iria “limpar” o parlamento. “Vai (limpar o Congresso). Todos. A maioria dos políticos do Brasil nós já temos uma ficha, um dossiê guardado. Cara que tem multa de trânsito, pedofilia. Vários processos tramitando nos tribunais”, comentou.

“Político corrupto nós vamos começar a caçar. Cada um já tem um grupamento. Nós vamos caçar cada um no seu estado. Desde vereador a prefeito, o pau vai cantar parelho. Não vai ter mais molezinha”, acrescentou.

“Sonho e Saudade”, Nana Caymmi: antológico samba canção de Tito Madi para quebrar a tensão, amorosamente, do 7 de setembro no País.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

 

set
07

DO CORREIO BRAZILIENSE

Para comemorar o Shana Tová, ano novo judaico, que se inicia segunda-feira (6/9), magistrado do STF divulga mensagem sobre extremismo e superação de adversidades

TA
Tainá Andrade
 

 (crédito: Reprodução/Youtube)

(crédito: Reprodução/Youtube)

Sem citar o presidente Jair Bolsonaro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso divulgou, em seu perfil no Twitter, um vídeo em que fala sobre intolerância e superação de adversidades. Nesta segunda-feira (6/9), quando começa o ano judaico 5782, o ministro deixou aos seus seguidores uma mensagem de feliz ano novo e um recado a todos sobre o caminho para se criar uma nação.

No vídeo, ele diz estarmos vivendo “tempos desafiadores, marcados pela intolerância, extremismos e uma pandemia”, por isso, a exemplo das dificuldades enfrentadas pelos judeus, sugeriu que o povo brasileiro se espelhe nessa história. “Outras civilizações pereceram por muito menos. Haveria muitas razões para tristeza, ressentimento e amargura, mas não caímos nessa armadilha. Em lugar disso, coragem e determinação ajudaram a criar uma nação”, continua Barroso.

Leia o discurso na íntegra:

Shana Tová! Feliz 5782!

Renovamos nossa fé, nossos afetos e esperança. A humanidade vive tempos desafiadores, marcados pela intolerância, extremismo e uma pandemia que já consumiu milhares de vidas. Nós precisamos, mais do que nunca, de solidariedade, fraternidade e também de alegrias. O povo judeu é um bom exemplo para todos de superação da adversidade. Nossa história sempre foi marcada por lutas e superação. A escravidão no Egito e na Babilônia, as destruições no templo, os horrores da Inquisição e do Holocausto. Outras civilizações pereceram por muito menos. Haveria muitas razões para tristeza, ressentimento e amargura, mas não caímos nessa armadilha. Em lugar disso, coragem e determinação ajudaram a criar uma nação. A história judaica nos mostra que a vida é feita de desafios, resistência e de recomeços.

Meu carinho a todos que sofreram perdas afetivas nesse triste período e meu desejo para que possamos sair de tudo isso como pessoas melhores, comprometidas com a causa da humanidade, que são a justiça, a paz e a fraternidade. Feliz ano novo Shana Tová, que sejamos todos inscritos no livro da vida e das boas ações.

set
07
Posted on 07-09-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 07-09-2021



 

Newton Silva, NO PORTAL

 

DO CADERNO B (JB)

Jean-Paul Belmondo foi protagonista do clássico “Acossado”, dirigido por Jean-Luc Godard em 1960. O filme é um dos mais famosos do movimento Nouvelle Vague, que marcou a história do cinema mundial

AFP
Credit…AFP

Por JORNAL DO BRASIL

O ator Jean-Paul Belmondo, lenda do cinema francês, morreu nesta segunda-feira (6) em sua casa em Paris, França, aos 88 anos, anunciou o advogado do ator à agência AFP.

“Ele [Belmondo] estava muito cansado há algum tempo. Ele morreu silenciosamente”, disse o advogado Michel Godest à mídia.

Belmondo, que ganhou fama como parte do movimento francês Nouvelle Vague, com filmes como “Acossado”, dirigido por Jean-Luc Godard, tornou-se um dos grandes atores da história do cinema, atuando em mais 80 filmes de vários gêneros, incluindo comédias e thrillers.

Do cinema de arte para filmes de ação

Ator carismático que muitas vezes realizava suas próprias acrobacias ousadas, Belmondo deixou os filmes considerados de arte na década de 1960 para fazer um cinema mais convencional e se tornou um dos principais heróis da comédia e ação da França. A decisão de Belmondo de seguir carreira no cinema comercial gerou críticas de que ele havia desperdiçado seu talento incontestável, algo que ele sempre negou.

“Quando um ator faz sucesso, as pessoas lhe dão as costas e dizem que ele escolheu o caminho mais fácil, que não quer se esforçar nem correr riscos […]. Mas se fosse tão fácil encher os cinemas, então o mundo do cinema estaria com uma saúde muito melhor do que está. Não acho que teria ficado nos holofotes por tanto tempo se estivesse fazendo qualquer bobagem. As pessoas não é tão estúpido”, disse Belmondo certa vez.

Em agosto de 2001, Belmondo foi vítima de um acidente vascular cerebral que o impediu de falar por dois anos.(com agência Sputnik Brasil)

  • Arquivos

  • setembro 2021
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930