ago
22
Posted on 22-08-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 22-08-2021
267 fotografias e imagens de Juscelino Kubitschek - Getty Images

JUSCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA -PRESIDENTE DO BRASIL( EM MEMÓRIA)

Getty Images

ago
22
Posted on 22-08-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 22-08-2021
 
Em sua coluna para a Crusoé, procurador critica inação de Augusto Aras e compara sua atuação à da PGR antes da Constituição de 88, durante ditadura militar
Carlos Fernando Lima: Aras e a destruição do Ministério Público de 1988
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

 

Em sua coluna para a Crusoé que foi ao ar nesta sexta (20), o procurador aposentado Carlos Fernando Lima critica as ações (ou melhor, inações) de Augusto Aras e aponta para a destruição do Ministério Público como desenhado pela Constituição de 1988.

“Para ser justo com o atual ‘far niente’ de Augusto Aras, o seu comportamento submisso aos interesses políticos é historicamente o mais comum. É só lembrar de outro procurador-geral famoso por um epíteto também pejorativo, o ‘engavetador-geral da República’ Geraldo Brindeiro, que ficou à frente da PGR durante os oito anos do governo Fernando Henrique Cardoso, sem nunca incomodar seu ‘patrono’, mesmo diante de sérias notícias de irregularidades nas privatizações e na própria tramitação da emenda constitucional da reeleição.

Outros exemplos existem, bastando voltar um pouco no passado, ainda no final da ditadura militar, quando o então PGR Inocêncio Mártires Coelho também foi acusado de omissão (…). Talvez na maior mancha de seu mandato, em vez de apoiar o procurador da República Pedro Jorge de Melo e Silva nas investigações de crimes em financiamentos agrícolas do Banco do Brasil em Pernambuco, conhecido como ‘escândalo da mandioca’, determinou o seu afastamento das investigações. Pedro Jorge foi assassinado por envolvidos nesses crimes um dia após essa determinação.

Esse covarde homicídio orientou muito da construção de um novo Ministério Público na Constituição de 1988. O poder do procurador-geral da República para intervir em investigações e afastar procuradores — igualmente em relação aos Ministérios Públicos estaduais — desapareceu. O Ministério Público que emergiu da redemocratização foi um órgão muito mais independente e dinâmico, mas que novamente agora está sob ataque.

O que vemos com Augusto Aras (…) é uma atuação muito mais próxima daquela PGR do fim da ditadura do que da singela omissão de Geraldo Brindeiro.”

“Anjo de mim”, Ivan Lins:Impecável e melodiosa canção na interpretação mais que perfeita de Ivan Lins, para deliciar leitores e ouvintes no domingo de agosto no Bahia em Pauta.

BOM DOMINGO!!!

(Gilson Nogueira)

ago
22

 

DO SITE O ANTAGONISTA

Cantor conversou com Roberto Cabrini, do Domingo Espetacular, programa da Record

GS
Gustavo Soares – Especial para o Uai
 

 (crédito: Divulgação/ Record)

(crédito: Divulgação/ Record)

Em entrevista ao Domingo Espetacular, o cantor Sérgio Reis comentou a polêmica em que esteve envolvido ao longo da última semana. Em um vídeo que viralizou no último sábado (14/8), o artista convoca uma greve de caminhoneiros para protestar contra o STF (Supremo Tribunal Federal). A conversa foi gravada nesta sexta-feira (20), e irá ao ar na íntegra no domingo (22).

Sérgio Reis também falou sobre a ação de busca e apreensão realizada pela Polícia Federal em sua residência.

“Eu errei. Quero pedir desculpas, até ao Supremo Tribunal Federal. Eu sou uma pessoa que só pensa bem dos outros. E agora estão querendo acabar comigo como se eu fosse bandido. Eu não sou bandido. Falei bobagem. Pensei que não teria essa repercussão”, disse.

Na última quarta-feira (18), ele admitiu que estava preparado para uma resposta do STF após a repercussão negativa do vídeo. Reis também comentou o motivo do vazamento do áudio em que convoca a greve.

“[O áudio vazou] porque tem o amigo da onça, conhece? Hoje em dia, ninguém mais está sigiloso. Você fala qualquer coisa, já sai na internet, já sai para lá e vaza, vai para grupos e tudo mais”, disse.

ago
22
Posted on 22-08-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 22-08-2021



 

Amarildo, NA

 

ago
22
Posted on 22-08-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 22-08-2021

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Dona Olinda, de 94 anos, tem problemas de saúde ‘em consequência da idade’, segundo o presidente. Registro da visita mostra todos sem máscaras

Ed
Estado de Minas
 

 (crédito: Reprodução/Redes sociais)

(crédito: Reprodução/Redes sociais)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) visitou a mãe, dona Olinda, de 94 anos, e o irmão, Renato Bolsonaro, nessa sexta-feira (20/8). Os dois moram em Eldorado, no Vale da Ribeira, interior de São Paulo.

O presidente estava acompanhado dos filhos 01, 02 e 03 – o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), o vereador do Rio Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

O registro da visita, postado nas redes sociais de Flávio, mostra todos sem máscaras de proteção.

Em entrevista ao SBT, ontem à noite, Bolsonaro disse que a mãe teve um problema grave de sangramento nos últimos dias. “Resolvi visitá-la porque pode ser que seja a última vez”, afirmou o presidente.

Segundo ele, os problemas de saúde de sua mãe são consequência de sua idade avançada. “Parece que ela tem esquecimento, que infelizmente para muitas pessoas nessa idade chega”, disse.

“Em setembro (do ano passado), ela reconhecia, demorava um pouquinho, mas falava meu nome. Agora não consegue falar meu nome mais, nem de outros filhos também.” E completou: “Mas ela está de bom humor”.

Bolsonaro fez uma live na manhã de hoje na casa onde passou parte da infância em uma área rural de Eldorado. “Nesta casa aqui, ó. Morei por três anos nela.” O presidente volta ainda neste sábado para Brasília.

  • Arquivos