ago
10
Santa Dulce dos Pobres | Cronicas Macaenses
José Américo Moreira da Silva - Diretor - Rosa dos Ventos Comunicação | LinkedIn

ARTIGO

 
Deus é brasileiro, mas nunca votou aqui
 
Zé Américo Silva
 
Pelo que me consta, Deus nunca votou aqui, apesar de todos nós sabermos que ele é brasileiro. E como baiano, tenho certeza que nasceu em São Salvador da Bahia. Afinal, nenhum lugar no mundo tem 365 igrejas, uma para cada dia do ano. Portanto não é por acaso que Deus resolveu nascer lá. Teve o mínimo de critério na escolha.
 
Mas, nem a nossa Santa Irmã Dulce, pessoa da intimidade divina, jamais o acompanhou a alguma sessão de votação, nem no primeiro, nem segundo turno. Se tivesse ido, todos nós saberíamos e ia ter foto e tudo no livro de Valber Carvalho. Daí fica fácil concluir que Deus pode até torcer para um ou outro candidato, mas nunca falou isso pra senhor ninguém. Ele não gosta de se meter em política. É fato.
 
Tanto que já mandou vários recados: “Não misturem Política e Religião”. Toda vez que rola essa mistura da confusão. Isso também é fato, mais que comprovado.
Se ele não vota e nem se mete nessa história, por que ele iria permitir que Bolsonaro andasse com seu nome na boca e dizendo nas suas motociatas e outras reuniões onde faz campanha antecipada, que só Deus tira ele da presidência?
Não foi Deus que botou ele lá, portanto não vai se meter para mantê-lo ou tirá-lo do Palácio do Planalto.
 
Por tudo isso, recomendo que #JairBolsonaro para de meter Deus no meio das suas confusões.
Cuide da sua vida, do seu exército, da sua polícia federal, mas não misture Deus com política.
E saiba mais, se você continuar dando bicuda na Constituição, é ela que vai lhe tirar da presidência e Deus não vai se meter nesse furdunço pra te ajudar.
Quem avisa seu amigo é!
Joãozinho Naturá
 
 
 
 

7 comentários

 

 

Be Sociable, Share!

Comentários

Taciano Lemos de Carvalho on 10 agosto, 2021 at 19:49 #

Até acho que Zé Américo Silva tem razão ao afirmar que “Deus é brasileiro, mas ninguém nunca viu ele votando aqui, nem a santa Irmã Dulce.” E acho também que ele, Deus, não quer se meter nesse furdunço da política brasileira.

Mas desconfio, tenho quase que certeza, que ao não se meter no furdunço Deus deixou um vácuo. E o Satanáz aproveitou o cochilo do Altíssimo e ocupou o vácuo. Essa é a explicação mais plausível para entender a eleição do bolsonaro. Não há, certamente, outra explicação. Ou há?


Carlos Volney on 11 agosto, 2021 at 14:18 #

Desculpe, Taciano, mas, pra mim há.
Não fosse Lula o megalomaníaco e personalista que é, além de farsante e corrupto, Bolsonaro nunca passaria de um medíocre e inexpressivo deputado.
E pra que eu não seja confundido, deixo claro que sempre tive posição absolutamente clara em política e ideologia.
Por isso, inclusive, fui processado pela ditadura, tenho certidão de anistiado político. E jamais votarei em direitista, mas não há argumento que me faça apoiar quem pelo menos não combateu a corrupção.
Votei em Lula em todas as eleições em que ele esteve no segundo turno e trabalhei, em seu primeiro governo, rigorosamente de graça, por opção pessoal pois cargos me foram oferecidos e não aceitei, por mais de dois anos acreditando num processo de mudança.
Agora, pra aqueles que andam pregando que Lula foi injustiçado, perseguido por Sérgio Moro, lembro que sua condenação foi consagrada em três instâncias, por unanimidade de mais de dez juízes.
Ademais, os corruptores e corruptos flagrados já devolveram aos cofres do país quase CINCO BILHÕES DE REAIS – só a Petrobrás recebeu em torno de QUATRO BILHÕES, que já sensibilizaram o balanço dela.
Não bastasse isso, Palocci, homem forte dos governos Lula, confessou sua culpa e devolveu quase CEM MILHÕES.
Bolsonaro se aproveitou disso e imprimiu um discurso prometendo erradicar a corrupção, argumento que incautos aceitaram – e aí falo em pessoas esclarecidas e íntegras que hoje reconhecem que foram ludibriadas e jamais repetirão o procedimento, mas também não aceitam a bandidagem de Lula e Zé Dirceu.
Então, o maniqueísmo hoje existente no país é também culpa de Lula, um farsante e mentiroso que não sustenta em pé o que acabara de declarar sentado. Tivesse ele interesse real de mudar a situação aberrante, imoral, desumana com que convivemos, teria o caráter de deixar o personalismo, a vaidade de lado – como fez o grande BRIZOLA que se submeteu a ser seu vice em uma de suas candidaturas – e buscar a união com políticos sérios pra tentar modificar nosso quadro precitado.
Por fim, desculpe o desabafo, tenho admiração por sua história, reconheço seu valor. Só que não estou aguentando mais o quadro de nossa Pindorama e pelo que se projeta não há esperança, sob minha ótica, em função de como as coisas estão se desenvolvendo.
Que fique claro que fiz aqui um desabafo – prolixo, reconheço – por não aguentar mais assistir passivamente tanto descalabro.
Mas o postado aqui é só minha opinião, com o maior respeito de quem dela discordar.
Receba meu abraço.


Carlos Volney on 11 agosto, 2021 at 14:21 #

Conseretando, – “com o maior respeito por quem dela discordar”…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos