jul
20
Postado em 20-07-2021
Arquivado em (Artigos) por vitor em 20-07-2021 00:10
 
ST
Sarah Teófilo
 

 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, Omar Aziz (PSD-AM), voltou a comparar o presidente Jair Bolsonaro com um macaco guariba. A comparação ocorreu depois que Bolsonaro o chamou de “anta amazônica”, em conversa com apoiadores no ‘cercadinho’, no Palácio da Alvorada.

“Sabe quem é o predador do macaco guariba? É a onça. É a onça, presidente, que está atrás do macaco guariba, aquele que quando foge da onça, ele faz dejetos pelos orifícios, urina e defeca para se proteger da onça. Presidente, a onça vai pegar o macaco guariba. Tenha certeza”, afirmou Aziz em vídeo divulgado pelo Twitter. Na semana passada, Aziz havia comparado o presidente com este macaco, dizendo que o mandatário “defeca pela boca”.

Aziz ainda falou que o presidente não sabe o que é uma anta amazônica. “Mas quem trabalhou aqui, serviu aqui, os valorosos militares que serviram na Amazônia, sabem o que a anta amazônica significa para o meio ambiente”, afirmou. A CPI tem apurado envolvimento de militares em supostas irregularidades envolvendo a aquisição de vacinas. Recentemente, Aziz afirmou que os bons fardados estariam envergonhados com o “lado podre” das Forças Armadas — mas depois se retratou, dizendo que não estava generalizando.

O Ministério da Defesa, entretanto, e os comandantes das três forças emitiram uma dura nota, interpretada como uma mensagem a toda a CPI, e não apenas à Aziz.

Ainda em vídeo em resposta a Bolsonaro, o presidente da CPI alfinetou o presidente, dizendo que o cercadinho de apoiadores fica “cada vez menor”. “Presidente, toda vez que o senhor chegar no cercadinho, se solidariza com as vítimas da covid, com as famílias que estão perdendo pessoas queridas, parentes, amigos, conhecidos”, afirmou.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos