jul
03
Postado em 03-07-2021
Arquivado em (Artigos) por vitor em 03-07-2021 00:32
 DO SITE O ANTAGONISTA
  • Diego Amorim
A pressão sobre o deputado aumentou nas últimas horas nos bastidores de Brasília, principalmente, por parte de integrantes da CPI da Covid
Miranda diz que divulgação de áudio de Bolsonaro, se existir, é altamente desnecessária
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

 

Como noticiamos há pouco, o deputado Luis Miranda (DEM) está sendo pressionado a divulgar o suposto áudio de uma conversa com Jair Bolsonaro na qual, ao lado do irmão Luis Ricardo Miranda, servidor do Ministério da Saúde, alertou o presidente de possíveis irregularidades no caso Covaxin.

Miranda voltou a não deixar claro se o áudio existe, mas disse que, se existir, “é altamente desnecessária” sua divulgação neste momento.

Para o deputado, Bolsonaro já confirmou o encontro com ele e o irmão, e o silêncio do presidente sobre ter citado Ricardo Barros (PP) — já são sete dias sem desmentir a versão — “é suficiente para quem quiser entender”.

Miranda, sempre colocando a existência do áudio na condicional, argumentou que a divulgação “apenas criaria mais desgastes e não traria resultado prático algum para o objeto da investigação em curso”.

“Nosso objetivo, meu e do meu irmão, é combater a corrupção, não é desgastar quem quer que seja. Apesar da decepção com as atitudes do Palácio do Planalto e da base bolsonarista, isso não é motivo para, se porventura existir o áudio, usá-lo para poder desgastar ainda mais a imagem do presidente.”

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos