maio
15
Presidente do TSE lançou campanha em defesa da urna eletrônica
Barroso diz que não vai polemizar com Bolsonaro e rejeita debate com Bia Kicis sobre voto impresso
 

No lançamento hoje de uma campanha em favor da urna eletrônica, Luís Roberto Barroso disse hoje que não vai polemizar com Jair Bolsonaro sobre o voto impresso e disse que não cabe a ele participar das discussões sobre a mudança com Bia Kicis, que o chamou para um debate.

Questionado sobre as reiteradas afirmações de Jair Bolsonaro de que há fraude no sistema eletrônico, o presidente do TSE disse:

“Não é meu papel polemizar com o presidente. É seu direito expressar como lhe pareça bem. Nosso papel é mostrar como funciona. O TSE obedece ao que decide o Congresso e o Supremo Tribunal Federal. O resto é política que tem lógica e retórica próprias”, afirmou, em entrevista à imprensa.

Indagado por O Antagonista se debateria o tema com Bia Kicis, maior entusiasta da proposta na Câmara, Barroso disse que “no momento é uma discussão que está em curso no Congresso”.

“Portanto, o público certo para participar desse debate são os parlamentares. Estarei atento e ouvirei com interesse as manifestações de todos os parlamentares. Portanto, não é hora para alguém de fora do Parlamento ir participar de debates públicos. Neste momento, é uma questão puramente política”, disse.

“Quanto às acusações de fraude, Barroso disse estar disposto a receber provas. Nós defendemos as urnas eletrônicas, mas minha paixão é por eleições lisas, limpas, livres. Nunca aconteceu, ninguém nunca trouxe prova”, disse.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos