mar
07
Postado em 07-03-2021
Arquivado em (Artigos) por vitor em 07-03-2021 00:12

 

 

 

Nativo da ilha, João Ubaldo pedia fim do projeto da ponte Salvador-Itaparica - Jornal Correio
João Ubaldo, nativo de Itaparica: contra a ponte até morrer.

 

                                     OS URUBUS E A PONTE

                                    Gilson Nogurira

Os urubus embarcaram na nuvem sob céu azul e saíram conversando sobre a mudança na paisagem da Baía de Todos os Santos com a provável ( toc,toc,toc ) edificação de uma ponte atravessando a jóia do Oceano Atlântico,que os Tupinambás batizaram de Kirimurê.

É foda!, exclamo, em silêncio, mergulhando na lembrança de um dos maiores escritores que a Pátria Amada Brasil pariu para o mundo. João Ubaldo, também jornalista, que tive a honra de conhecer, deve estar, agora, abrindo as portas do céu para gritar, de novo, com aquela voz de trovão, cá prá baixo: ” Parem essa porra! Rasguem esse projeto maluco que vai deixar o Paraíso, Itaparica, onde nasci, um Inferno!” 

Baiano burro nasce morto, lembro, enquanto as aves mergulham na beleza, com orgulho, o trecho de uma música, se não me falha a memória, ouvida no meu tempo de criança. Por conta dessa assertiva, capaz de provocar inveja nos que não vieram ao mundo na Terra da Felicidade, mandei para a PQP quem gostava de sacanear comigo, na Santos querida, da década de cinquenta do século passado, por ser nordestino.

Aliás, se hoje vejo alguém zombando de minha gente, a que tem sangue de herói, no ato, respondo: ” Vá para a ponte que partiu!” Explico, o projeto dos baianos ” visionários” e chineses, que amam acarajé, à distância, com base na realidade, não irá adiante. A Porcaria não vai deixar. Pelo menos, até o povo poder pular Carnaval sem medo.

         Gilson Nogueira é jornalista, colaborador da primeira hora do Bahia em Pauta.
 

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos