fev
07

DO SITE O ANTAGONISTA

A atriz Fernanda Montenegro, de 91 anos, recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no Rio de Janeiro.

Em vídeo publicado nas redes sociais, a atriz se diz grata por ter tomado a vacina.

 

“Serpentina”, Nelson Gonçalves: para aquecer o Bloco do Fique em Casa no Carnaval da Porcaria!

Bom domingo!

(Gilson Nogueira)

AF
Agência France-Presse
 

 (crédito: LOTEM LOEB)

(crédito: LOTEM LOEB)

Descobrir que existe vida inteligente além do nosso planeta poderia ser o evento mais transformador da história da humanidade, mas e se os cientistas escolhessem coletivamente ignorar as evidências que sugerem que isso já aconteceu?

“Pensar que somos únicos, especiais e privilegiados é arrogante”, disse à AFP em entrevista por chamada de vídeo. “A postura correta é ser modesto e dizer: ‘Não somos nada especial, existem muitas outras culturas por aí e só temos que encontrá-las”.

 As credenciais estelares de Loeb – ele foi o professor de Astronomia com mais anos de serviço em Harvard, publicou centenas de artigos inovadores e colaborou com grandes nomes como o falecido Stephen Hawking – tornam difícil rejeitar totalmente sua tese.

– Visitante misterioso –

Loeb, de 58 anos, expõe o argumento das origens extraterrestres do objeto chamado ‘Oumuamua (“explorador” em havaiano) em “Extraterrestrial: The First Sign of Intelligent Life Beyond Earth” (Extraterrestre: o primeiro sinal de vida inteligente além da Terra).

Em outubro de 2017, os astrônomos observaram um objeto se movendo tão rápido que só poderia ter vindo de outra estrela, o que seria o primeiro intruso interestelar registrado.

Não parecia ser uma rocha comum, porque depois de lançar ao redor do Sol, acelerou e se desviou da trajetória esperada, impulsionada por uma força misteriosa.

O objeto viajante também tremia de maneira estranha, conforme inferido pela maneira como se tornou mais brilhante e escuro nos telescópios dos cientistas, e era excepcionalmente luminoso, o que possivelmente sugere que era feito de metal brilhante.

“As ideias que surgiram para explicar as propriedades específicas de ‘Oumuamua sempre envolvem algo que nunca vimos antes”, disse Loeb. “Se esta é a direção que estamos tomando, por quê não considerar uma origem artificial?”

“Oumuamua não foi fotografado de perto durante sua breve estadia; Só ficamos sabendo de sua existência quando já estava saindo de nosso Sistema Solar”.

Existem duas formas que se enquadram nas peculiaridades observadas: comprido e fino como um charuto, ou achatado e redondo como uma panqueca, quase tão fino quanto uma navalha.

Loeb diz que as simulações apontam para a última. Ele acredita que o objeto foi deliberadamente projetado como uma vela leve propulsionada por radiação estelar.

Antes de se encontrar com nosso Sol, ‘Oumuamua’ estava “em repouso” em relação às estrelas próximas, o que é estatisticamente muito raro.

“Talvez ‘Oumuamua’ fosse como uma boia que repousava na expansão do universo”, escreve Loeb. Como um arame deixado para por alguma forma de vida inteligente, esperando para ser ativado por um sistema estelar.

– Unir a humanidade –

As ideias de Loeb o colocaram em uma posição questionável com seus colegas astrônomos.

Em um artigo na Forbes, o astrofísico Ethan Siegel se referiu a Loeb como “um cientista que já foi respeitado” que, ao não conseguir convencer seus colegas de seus argumentos, passou a agradar o público.

Loeb, por sua vez, protesta contra uma “cultura da intimidação” na academia que pune aqueles que questionam a ortodoxia, assim como Galileu foi punido quando propôs que a Terra não era o centro do universo.

É por isso que Loeb está promovendo um novo ramo da astronomia, a “arqueologia espacial”, para pesquisar sinais biológicos e tecnológicos de vida extraterrestre.

“Se encontrarmos evidência de tecnologias que demoraram um milhão de anos para serem desenvolvidas, então poderemos obter um atalho para essas tecnologias, poderemos utilizá-las na Terra”, disse Loeb, que passou sua infância em uma fazenda israelense lendo sobre Filosofia e refletindo sobre as grandes questões da vida.

 

fev
07
Posted on 07-02-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 07-02-2021


 

Pelicano, NO PORTAL DE HUMOR

 

 

Por G1 Vale do Paraíba e Região

Decisão impede demissão de trabalhadores — Foto: Reprodução/ TV Vanguarda

Decisão impede demissão de trabalhadores — Foto: Reprodução/ TV Vanguarda

 

A Justiça do Trabalho concedeu na noite desta sexta-feira (5) uma liminar que proíbe a demissão coletiva de funcionários da Ford da fábrica de Taubaté. A decisão exige que nenhum funcionário seja desligado da empresa até o fim das negociações com o sindicato. A Ford pode recorrer da decisão.

A decisão é da juíza de Taubaté Andréia de Oliveira em uma ação movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). No documento, a juíza determinou que a empresa não faça a demissão em massa dos funcionários. A planta na cidade tem cerca de 800 funcionários.

“O caso dos autos não envolve a dispensa sem justa causa de um único trabalhador, onde o impacto é sentido por uma família apenas. A dimensão da empresa, o número de empregos diretos e indiretos atingidos e o impacto social para o país não comportam uma solução simplista para o caso”, diz a juíza Andreia de Oliveira em trecho da decisão.

Além da medida, a magistrada ainda determinou que, até o fim das negociações, a empresa siga pagando salários e benefícios aos trabalhadores e que não retire qualquer maquinário da planta.

 
A juíza determinou também multa em caso de descumprimento das medidas, com valor de R$ 100 mil por trabalhador atingido e R$ 500 mil por item em desacordo.

No dia 3 de fevereiro os funcionários da planta em Taubaté negaram a proposta de indenização da empresa para o fim das atividades. A indenização oferecida pela montadora norte-americana era de 1,1 salário por ano trabalhado para os funcionários horistas. Para os mensalistas, o valor seria de 0,7 salário por ano trabalhado.

A decisão desta sexta-feira (5) é em caráter liminar e a empresa ainda pode recorrer. Em nota a Ford informou que ainda não foi intimada da decisão.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos, a decisão abre espaço para a tentativa da entidade de reverter o processo de saída da empresa. “A medida nos dá tempo nas negociações e ainda exige que ela mantenha os trabalhadores. Vamos continuar tentando a reversão da decisão de fechamento da planta em Taubaté”, comentou o presidente da entidade, Cláudio Batista.

Camaçari

A justiça também concedeu liminar a pedido do Ministério Público do Trabalho para impedir as demissões na planta em Camaçari, na Bahia. No documento, além das demissões, também foi determinado que a empresa siga pagando salários e licenças até o fim das negociações.

Na cidade, o juiz que concedeu a pedido determinou que, caso a liminar não seja cumprida, poderá ser aplicada uma multa de R$ 1 milhão por item descumprido, mais R$ 50 mil por trabalhador atingido. A empresa também pode recorrer da decisão.

Ford anunciou o fechamento das três fábricas que mantinha no Brasil, uma delas em Taubaté, no interior de SP — Foto: Rogério Marques/Futura Press/Estadão Conteúdo

Ford anunciou o fechamento das três fábricas que mantinha no Brasil, uma delas em Taubaté, no interior de SP — Foto: Rogério Marques/Futura Press/Estadão Conteúdo

Saída da Ford

A Ford anunciou sua saída do Brasil no dia 11 de janeiro. A empresa alegou que reestruturava seu modelo de negócios e, por isso, deixaria a produção no país. Com isso, encerraria as atividades na planta de Taubaté com a demissão de 830 pessoas.

À época do anúncio, os governos estadual e municipal se reuniram com o sindicato para discutir medidas. Na ocasião, chegaram a falar de duas empresas interessadas no complexo. Apesar disso, não informaram quais.

Em Taubaté, o sindicato tenta a reversão da decisão de saída e demissões. Eles alegam que no fim de 2020 os funcionários aprovaram acordo com medidas de redução, incluindo congelamento de salários, em troca de estabilidade de emprego até dezembro de 2021.

Desde o anúncio, funcionários e entidade tem feito protestos na cidade. Na última semana, eles saíram em carreata até o Santuário Nacional de Aparecida.

  • Arquivos

  • Fevereiro 2021
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728