fev
06
Postado em 06-02-2021
Arquivado em (Artigos) por vitor em 06-02-2021 01:46

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

O homem prestou depoimento e foi liberado. A atitude dele foi provocada pela mudança nos horários de funcionamento do comércio não essencial em São Paulo

MC
Mariana Costa/ Estado de Minas*
 

 (crédito: Reprodução redes sociais)

(crédito: Reprodução redes sociais)

Um homem de 40 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso nesta quinta-feira (4/2), depois de prometer um ano de churrasco grátis para quem matasse o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Ele é dono de uma churrascaria na Vila Mariana, Zona Sul da capital paulista.

Doria é alvo de críticas dos comerciantes desde que decretou a primeira quarentena no estado, em 24 de março de 2020. A desaprovação dos donos de bares e restaurantes se intensificou, quando o governador estabeleceu um regime híbrido de funcionamento dos locais nas fases do Plano São Paulo de retomada econômica.

Mudança de regras

No dia 25 de janeiro deste ano, a fase laranja – a segunda mais restritiva – passou a prevalecer no horário das 6h às 20h no estado. Das 20h às 6h e em todo fim de semana, o comércio passou a ser regido pela fase vermelha, a mais restritiva.

Porém, nessa quarta-feira (3/2), o governo suspendeu a medida e, a partir de sábado (6/2), as regiões poderão operar todos os dias, de acordo com a fase em que estão.

Além disso, algumas cidades do interior que estão na fase mais restritiva ignoraram as medidas estabelecidas pelo governo do estado e implantaram regras próprias.

*Estagiária sob supervisão da subeditora Kelen Cristina.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2021
    S T Q Q S S D
    « jan    
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728