jan
28
Posted on 28-01-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 28-01-2021
MDB cogita abandonar Simone Tebet na eleição do Senado
Fonte: Moreira Mariz/Agência Senado
A cinco dias da eleição para o comando do Senado, a bancada do MDB cogita desistir do apoio a Simone Tebet para costurar um acordo com o atual presidente da Casa, Davi Alcolumbre, padrinho de Rodrigo Pacheco na disputa, registra O Globo.

A informação é de Eduardo Braga, reconduzido nesta quarta (27) ao cargo de líder do MDB no Senado. Ele se reunirá amanhã com Alcolumbre para tratar de um eventual acordo.

Uma das possibilidades estudadas, segundo Braga, é o MDB liberar a bancada na votação em plenário. Nesse cenário, Simone deve manter a candidatura “avulsa”.
 
“Nós não discutimos a desistência [de Simone], e sim o cenário, porque a candidatura da Simone foi construída por aclamação. Quando fizemos isso, estávamos diante de algumas expectativas de apoio de alguns partidos, que em parte não se confirmaram”, alegou o líder emedebista.

“Sem Legenda”, João Donato:

O mestre João Donato, em corpo e alma, ao piano, canta Sem legenda, composição dele e do seu Irmão Lysias, para viajar em casa!

BOM DIA!!!

(Gilson Nogueira)

jan
28

DO CORREIO BRAZILIENSE

Em meio a palavrões, declaração do presidente ocorreu em um almoço com cantores sertanejos. O presidente disse ainda que mostrará em live nesta quinta-feira (28/1) que Dilma comprou mais leite condensado do que ele durante o mandato

Ingrid Soares
 

 (crédito: EVARISTO SA / AFP)

(crédito: EVARISTO SA / AFP)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (27/1) durante almoço em evento fechado com cantores sertanejos que os gastos do governo federal com alimentos, entre eles R$ 15 milhões em latas de leite condensado, são para “enfiar no rabo da imprensa”. O chefe do Executivo almoçou em uma churrascaria acompanhado do presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, dos ministros Fabio Faria, Ernesto Araújo, Tarcísio Freitas, Mario Frias, do filho Jair Renan e de artistas, como Sorocaba, Amado Batista e Naiara Azevedo.

O mandatário rebateu ainda dizendo que os produtos não são destinados à presidência. “Não é para a Presidência da República essa compra de alimentos até porque nossa fonte é outra. São para alimentar 370 mil homens do exército brasileiro e também programas de alimentação via Ministério da Cidadania, também alimentação via Ministério da Educação, entre tantos e tantos outros. Essas acusações levianas não levam a lugar nenhum e se me acusam disso é sinal que não tem do que me acusar”, apontou.

Ele também falou sobre a compra de chicletes, justificou que os mesmos são destinados ao Exército e que não se trata de “mordomia”. “Me acusam de ter comprado R$ 4 milhões de chicletes e quem já esteve no exército, já teve um catanho, pessoal sabe o que é um catanho, quem serviu, tem um chicletinho lá dentro. Isso não é mordomia, não é privilégio”.

O presidente disse que mostrará em live nesta quinta-feira (28/1) que Dilma comprou mais leite condensado do que ele durante o mandato. “E deixar bem claro, amanhã na live, junto com o ministro Wagner Rosário da CGU, vamos demonstrar tudo isso, inclusive, que em 2014, a Dilma comprou mais leite condensado do que eu”.

Os gastos alimentícios do governo federal somaram mais de R$ 1,8 bilhão em 2020. Além dos R$ 15 milhões gastos com leite condensado, outros R$ 2,2 milhões foram pagos em chicletes e R$ 32,7 milhões, em pizza e refrigerante. Os dados foram expostos em reportagem do Metrópoles, no último dia 24 de janeiro. O total de gastos em alimentos em 2020 é 20% maior que em 2019.

jan
28
Posted on 28-01-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 28-01-2021


 

Sponholz, no

 

jan
28
Posted on 28-01-2021
Filed Under (Artigos) by vitor on 28-01-2021

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Miss Campo Largo – Petite 2020, Tatiane Boruk aguardava o ônibus em uma parada quando foi abordada por dois casais que exigiram o celular da vítima

CB
Correio Braziliense
 

 (crédito: Divulgação/Felipe Wessler)

(crédito: Divulgação/Felipe Wessler)

A Miss Campo Largo – Petite 2020, a paranaense Tatiane Boruk de Freitas, de 27 anos, foi vítima de um assalto e encontra-se internada no Hospital Cajuru, desde a última segunda-feira (25/1), com uma bala alojada na coluna. Durante o crime, num bairro de Curitiba, Tatiane levou um tiro pelas costas.

“Os médicos informaram que vão esperar cicatrizar para daqui a algum tempo retirar. A possibilidade de andar ou não é de 50% para cada. Ela está sentindo as pernas, mas não tem sensibilidade nos pés. Esperamos que volte a andar sem sequelas”, comentou ao UOL a irmã, Talita Boruk, de 23 anos.

Além de miss, Tatiane trabalha como fotógrafa e estuda odontologia. Ela está consciente e, segundo a família, muito abalada com tudo o que aconteceu. Ainda não há previsão de alta.

Criminosos queriam celular da vítima

O assalto é investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba e um inquérito será aberto para apurar o crime.

“O que estamos acreditando é que ela correu enquanto o outro homem na parada estava sendo assaltado. Isso não é certo porque também precisamos conversar com ela certinho e esclarecer o fato no boletim de ocorrências”, disse a irmã de Tatiane ao portal.

  • Arquivos