jan
27
Postado em 27-01-2021
Arquivado em (Artigos) por vitor em 27-01-2021 00:04

Por G1

 


'Os Últimos Dias de Gilda' é selecionada para a Berlinale Series — Foto: Divulgação

‘Os Últimos Dias de Gilda’ é selecionada para a Berlinale Series — Foto: Divulgação

 

“Os Últimos Dias de Gilda” garantiu um feito inédito para o Brasil. A série original do Canal Brasil foi a primeira brasileira a ser selecionada para participar da Berlinale Series, mostra do Festival de Berlim.

A série de quatro episódios de 25 minutos estreou no Canal Brasil em novembro. Ela traz Karine Teles e Julia Stockler como protagonistas, e tem criação e direção de Gustavo Pizzi (“Benzinho” e “Riscado”).

Para celebrar a indicação, o Globoplay vai abrir o acesso à série para não assinantes, entre terça-feira (26) e 2 de fevereiro. Já o Canal Brasil fará uma maratona dos quatro episódios na próxima sexta-feira (29), às 23h15.

'Os Últimos Dias de Gilda' é selecionada para a Berlinale Series
 

‘Os Últimos Dias de Gilda’ é selecionada para a Berlinale Series

 

No site do festival a série é descrita como “única em todos os sentidos”. “A representação calorosa, física e luxuriosa de sua heroína, interpretada por Karine Teles, é uma declaração de liberdade pessoal em um ambiente cheio de ameaças e censura”, diz a organização do evento.

Protagonista da série, Gilda é uma mulher livre, no mais amplo sentido da palavra. Tanto desapego e independência incomoda a vizinhança, principalmente a esposa de um pastor com aspirações eleitorais.

A produção aborda temas muito atuais e propõe uma reflexão sobre liberdade, o papel da mulher, aceitação do corpo e a onda de conservadorismo. A série é uma adaptação do monólogo teatral homônimo de Rodrigo de Roure.

Veja trechos da série 'Os ùltimos Dias de Gilda'
 

Veja trechos da série ‘Os ùltimos Dias de Gilda’

“Gilda tem se mostrado uma série com forte apelo popular no Brasil e, agora, a partir da seleção em Berlim, existe a possibilidade de falar pro mundo todo sobre uma história nossa que traz uma narrativa sobre os nossos jeitos de nos relacionarmos, fala dos nossos conflitos e preconceitos; uma história sobre política, liberdade e aceitação mútua”, disse Gustavo Pizi.

“É sobre as diferenças, mas também é sobre a importância da empatia. Gilda é sobre a solidariedade e a união necessária pra gente seguir em frente, principalmente nesse momento da história”, completou o criador da série.

 

Berlinale

'Os Últimos Dias de Gilda' é selecionada para a Berlinale Series, do Festival de Berlim
 

‘Os Últimos Dias de Gilda’ é selecionada para a Berlinale Series, do Festival de Berlim

As produções selecionadas para a Berlinale Series, assim como os filmes que entraram na competição, este ano terão exibição online entre os dias 1 e 5 de março. Paralelamente, elas também ocorrem no Mercado da Berlinale Series, uma plataforma de conferências e mercado para profissionais da indústria do mundo inteiro.

Desde 2015, o programa Berlinale Series reúne uma seleção exclusiva com o melhor das novas produções de séries em todo o mundo. De acordo com o festival, a mostra “apresenta trabalhos de criadores que usam consistentemente a liberdade criativa de contar histórias em série e complementam a variedade de formatos com narrativas contemporâneas e relevantes.”

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos