Canoa do Tejo”, Carlos do Carmo: um dos mais extraordinários sucessos da carreira de grandes êxitos – em música e melodia – do revolucionário fadista português, que morreu sexta-feira em um hospital de Lisboa, aos 81 anos de idade. Um artista legendário – como compositor, cantor e personalidade marcante da vida e da história portuguesa das últimas seis décadas. Ganhador do Grammy, aplaudido nos palcos de sua terra e do mundo: do Coliseu do Porto e de Lisboa ao Olympia, de Paris. Do Royal Albert Hall. de Londre, às maiores casas de espetáculos do Rio de Janeiro. Perda sem tamanho para a música e para a humanidade. Saudemos à memória de Carmo.

SAUDADES!!! 

(Vitor Hugo Soares)   

Be Sociable, Share!

Comentários

Maria Aparecida Torneros on 3 Janeiro, 2021 at 9:26 #

Nossa. Adoro ele. Que Deus o receba na Glória


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos