DO SITE O ANTAGONISTA

Juiz do caso Mariana Ferrer diz à Corregedoria que vídeo de audiência foi manipulado pelo Intercept e mostra falas suprimidas
Foto: Reprodução

O juiz Rudson Marcos, responsável pelo caso Mariana Ferrer, pediu à Corregedoria Geral de Justiça de Santa Catarina o arquivamento da reclamação disciplinar apresentada contra ele. O magistrado alega que o vídeo da audiência, divulgado pelo Intercept, foi “altamente manipulado”.

Segundo ele, o conteúdo divulgado são “fragmentos de atos processuais” referentes a duas audiências instrutórias, “que somadas perfazem cerca de 300 (trezentos) minutos de duração, e que foram fragmentadas e juntadas, por técnicas de edição e manipulação”.

 

Ele anexa em sua defesa um parecer técnico produzido pelo perito Wanderson Castilho, com a conclusão de que o vídeo foi, “propositalmente, editado e manipulado diversas vezes”, que as falas do magistrado e do promotor “foram suprimidas” e tiveram sua ordem original “deliberadamente alterada, com a finalidade de induzimento dos espectadores a erro”.

O magistrado ressalta que “não há na sentença prolatada nos autos qualquer menção à expressão ‘estupro culposo’”, cunhada pela reportagem. “Neste contexto, inexistem elementos que justifiquem a instauração de procedimento disciplinar contra o Magistrado Reclamado, de modo que se requer o recebimento das presentes informações, com os documentos que acompanham, para a finalidade de ser promovido o arquivamento da presente Reclamação Disciplinar”, escreve.

Entre os documentos protocolados, Rudson Marcos anexou vídeo produzido pelo perito que mostra os trechos editados e a versão original.

Assista:

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2020
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30