nov
03
Postado em 03-11-2020
Arquivado em (Artigos) por vitor em 03-11-2020 01:05

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Trump, porém, afirma que, assim como aconteceu em 2016, o dia de votação lhe permitirá demonstrar que as consultas estavam erradas

AF
Agência France Press
 

 (crédito: ANDREW CABALLERO-REYNOLDS / AFP)

(crédito: ANDREW CABALLERO-REYNOLDS / AFP)

Há meses, as pesquisas dão vantagem ao democrata Joe Biden nas eleições americanas, mas o presidente Donald Trump afirma que, assim como aconteceu em 2016, o dia de votação lhe permitirá demonstrar que as consultas estavam erradas.

Confira a seguir as últimas pesquisas publicadas nesta segunda-feira (2/11), véspera das eleições:

Biden tem a dianteira em nível nacional

Segundo a média das pesquisas do portal RealClearPolitics, Biden tem a dianteira, com 50,7% das preferências e vantagem de 6,8 pontos sobre Trump (43,9%).

Esta vantagem se manteve nos últimos meses e em alguns momentos chegou a ser de quase dez pontos.

Representa mais que o dobro da que tinha a candidata Hillary Clinton em 2016, na véspera da votação. Então, as pesquisas estavam mais apertadas com relação ao voto popular, onde Hillary acabou vencendo.

Biden lidera em estados-chave, mas margem é pequena na Flórida

Para chegar à Casa Branca, é preciso conquistar a maioria dos grandes eleitores por estado. Isto faz com que as atenções se concentrem em um punhado de estados que passam de um partido a outro em cada ciclo eleitoral, os chamados estados-pêndulo.

Biden está à frente de Trump nas pesquisas em Michigan (+5,1 pontos) e Wisconsin (+6,6 pontos), dois estados do norte dos Estados Unidos onde o magnata republicano venceu surpreendentemente há quatro anos, o que contribuiu para sua vitória.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2020
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30