Por G1

Tom Veiga — Foto: Reprodução/Facebook/Tom Veiga

O ator Tom Veiga, intérprete do Louro José no programa “Mais Você”, apresentado por Ana Maria Braga na TV Globo, foi encontrado morto em sua casa na Barra da Tijuca, no Rio, neste domingo (1º).

Veiga trabalhou no “Mais Você” por mais de 20 anos interpretando o boneco, que ficou conhecido pelas tiradas de humor.

“O Louro José é encrenqueiro, rabugento, chavequeiro, galanteador, mas é muito divertido, inteligente. Às vezes, quando eu revejo um programa, eu me pego dando risada. Eu dou risada com o Louro. O legal na personalidade dele é que cresceu, mas continua uma grande criança”, disse Veiga em depoimento ao site Memória Globo.

O papagaio foi criado por Ana Maria Braga em 1996, informa o Memória Globo. Na época, ela apresentava o programa “Note e Anote”, na Record.

“Precisava ser um bicho que falasse, que interagisse comigo, mas não podia ser cachorro, porque cachorro não fala, passarinho não fala. E, por eliminação, decidimos pelo papagaio. Eu tenho um em casa chamado Louro José. Ele fala e assobia o hino nacional”, lembrou ela no depoimento.

“E eu disse: ‘Vamos pôr o Louro’. Fiz um primeiro rascunho do desenho e pedi para uma pessoa que desenvolvia bonecos fazê-lo. Ele nasceu todo mambembe. Depois a gente foi ajeitando, mudando a espuma, até que ele virou global – aí ficou um astro, lindo. É um filho mesmo.”

Diversas pessoas foram testadas para manipular o fantoche, mas quem ficou com o papel desde o início foi Tom Veiga. Inicialmente, ele trabalhava como assistente de estúdio do “Note e Anote”. Um dia, Veiga pegou o fantoche e brincou com os colegas. Ana Maria, então, o viu e convidou para fazer ao vivo no dia seguinte.

Um dos grandes sucessos do programa em sua fase inicial era o quadro de Pegadinhas, no qual Ana Maria e o Louro José disputavam um concurso de piadas. Bem-humorado, o papagaio mostrava tiradas engraçadas.

Ele também já teve sua história contada no “Mais Você”. Quando comemorou 18 anos de vida, ganhou um Arquivo Confidencial. Com um grande apelo entre as crianças, o papagaio também ganhou versões em brinquedo.

“Meu papagaio mais amado, meu filho. Obrigada pela companhia, parceria, lealdade. A gente nunca discutiu, nunca brigou, a gente nunca ficou sem se falar por nenhuma razão. É uma das relações mais fantásticas da minha vida. Ele é irmão do meu papagaio que está lá na fazenda, que também é Louro José. É meu filho de penas”.

“Bossa Nova”, Fogueira Três: a Bossa não morreu nem morrerá!

Bom dia!

(Gilson Nogueira)

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Cardeal acenderá pira batizada de Chama da Esperança, que tem a intenção simbólica de iluminar as buscas por uma vacina contra o novo coronavírus

AB
Agência Brasil
 

 (crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil)

(crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Batizada de Chama da Esperança, será acesa hoje (2), dia de Finados, uma pira no Crematório e Cemitério da Penitência, na zona portuária do Rio de Janeiro. A intenção simbólica é iluminar os cientistas que buscam uma vacina contra o novo coronavírus.

A pira será acesa pelo cardeal do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, que irá celebrar uma missa no local, às 7h30, e uma vela acesa na mesma chama será entregue a pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Segundo a Arquidiocese do Rio de Janeiro, o fogo permanecerá aceso nos dois lugares até que uma vacina seja descoberta e reconhecida pela comunidade científica internacional. Dom Orani também vai inaugurar um jardim memorial na Penitência, com o plantio de uma muda de jequitibá-açu, em referência à importância da preservação ao meio ambiente. Depois, ele inaugura um monumento em homenagem às vítimas da covid-19 no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na zona oeste.

Por causa da pandemia de coronavírus, as tradicionais missas realizadas nos cemitérios cariocas serão reduzidas este ano, e em algumas localidades, transferidas para as paróquias mais próximas. A Catedral de São Sebastião, no Centro, terá missas em quatro horários e manterá a cripta aberta para visitação ao longo do dia.

Às 10h haverá a soltura de 200 balões, na campanha A Vida Não Para, com mensagens enviadas por internautas. Algumas celebrações serão transmitidas pelas redes sociais da arquidiocese, para evitar as aglomerações.

Reino Unido inicia revisão acelerada da vacina de Oxford
Foto: Pixabay

A AstraZeneca informou neste domingo que a agência reguladora britânica MHRA iniciou uma revisão acelerada de sua vacina contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford.

“Confirmamos a revisão em andamento pelo MHRA de nossa potencial vacina contra a Covid-19”, disse um porta-voz da farmacêutica.

A revisão acelerada permite que os reguladores vejam os dados dos ensaios enquanto o desenvolvimento da vacina ainda está em andamento e, assim, agilizar a aprovação do imunizante.

nov
02
Posted on 02-11-2020
Filed Under (Artigos) by vitor on 02-11-2020


 

Duke, no jornal

 

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

Segundo a nota divulgada pelo Ministério da Saúde, Eduardo Pazuello está recuperado do quadro de desidratação

CB
Correio Braziliense
 

 (crédito: Erasmo Salomão/MS)

(crédito: Erasmo Salomão/MS)

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, recebeu alta do hospital neste domingo (1º/11), após passar dois dias internado no hospital DF Star, em Brasília.

O ministro deu entrada na unidade de saúde após apresentar um quadro de desidratação. Ele foi diagnosticado com covid-19 no último dia 21 de outubro. Desde que a doença foi confirmada, ele permanecia no hotel que mora e não registrou compromissos oficiais.

De acordo com a nota divulgada pelo Ministério da Saúde, Pazuello está recuperado da desidratação, mas ainda inspira cuidados por causa da infecção de covid-19. “Pazuello está bem e já recuperado do quadro de desidratação. O ministro será monitorado pela sua equipe médica das Forças Armadas até a total recuperação da Covid-19”, informou a pasta

  • Arquivos

  • novembro 2020
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30