out
23
Talvez a OMS tenha me escutado, diz Bolsonaro
Reprodução/Jair Bolsonaro/Facebook

Jair Bolsonaro afirmou hoje que a OMS talvez tenha escutado o presidente antes de se posicionar contra a obrigatoriedade da vacinação contra Covid-19.

O presidente se referia a uma entrevista da vice-diretora da OMS Mariângela Simão, que disse à CNN que não recomenda a vacinação obrigatória em todos os país, mas que cada nação tome a sua decisão de acordo com a realidade local.

“Ontem, a OMS se posicionou contra a obrigatoriedade da vacina e disse que é contra medidas autoritárias. A OMS se manifestou depois que eu já havia me manifestado. Então, dessa vez, acho que estão se informando corretamente, talvez me ouvindo até. Tenho certeza que não voltarão atrás nessa decisão.”

Logo depois da declaração, Bolsonaro criticou João Doria, chamando-o de “nanico projeto de ditador”.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos