DO JORNAL DO BRASIL

Por Jornal do Brasil

 

Em entrevista ao programa Roda Viva, na última segunda (12), ao ser questionado sobre o ex-ministro da Justiça, Luiz Henrique Mandetta declarou que Sergio Moro “tem uma visão” e que o Brasil “espera muito dele”.

Foi divulgado na semana passada que a família de Moro tem manifestado a preferência para que ele saia do país e dê aulas de Direito no exterior. O objetivo será evitar o envolvimento do ex-ministro com as eleições em 2022.

O cientista político e professor da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo, Cláudio Couto, em entrevista à agência de notícias Sputnik Brasil, afirmou que a declaração do ex-ministro da Saúde pode ser uma sinalização para tentar viabilizar uma chapa presidencial com Sergio Moro em 2022.

“Eu acho que pode ser sim uma tentativa de sinalizar para uma chapa presidencial daqui a dois anos. É bem possível. Já se cogitou essa aliança entre Moro e Mandetta, Moro de cabeça de chapa e Mandetta de vice, ou quem sabe até o contrário, que eu acho mais improvável”, disse.

“Eles podem ocupar o espaço dos bolsonaristas arrependidos, dos lavajatistas magoados, daqueles que viram o Mandetta num certo espaço de sensatez, no meio de toda a loucura que foi a condução da pandemia pelo governo Bolsonaro, e, portanto, chegam sim credenciados”, acrescentou Cláudio Couto.
De acordo com o especialista, mesmo que essa chapa não se viabilize, a declaração do ex-ministro é “uma forma do próprio Mandetta sinalizar pros simpatizantes do Sergio Moro que ele é um dos seus”, e com isso “atrair pra si o capital político que pertence a Sergio Moro”.

O especialista argumentou que sair do Brasil e retornar em um momento mais adequado pode ser uma estratégia de ordem política por parte de Sergio Moro.

“Se for o misto das duas coisas, se preservar pessoalmente e se guardar para um momento político mais adequado, aí talvez a esposa do Moro tenha razão, o melhor momento para ele nesse momento seria ficar um tempo sumido, não dar muita cara a tapas e voltar às vésperas do próximo processo eleitoral”, observou.(com agência Sputnik Brasil)

“Tristeza de nós dois”, Nara Leão: a mais perfeita combinação de voz e violão em um clássico da bossa nova. Terno e Eterno. Confira.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

out
15

DO SITE O ANTAGONISTA

Fux diz que André do Rap “debochou da Justiça”, ao fugir após liminar de Marco Aurélio

Luiz Fux afirmou que, ao fugir, André do Rap mostrou “desprezo” pela autoridade do “eminente relator” Marco Aurélio e “debochou da Justiça”.

“Os fatos que se seguiram à soltura explicitam o grau de dano já consumado à segurança e à ordem pública, como sustentou a PGR. Afinal após o cumprimento da decisão liminar, André não se dirigiu ao endereço domiciliar por ele mesmo indicado. Em ato patente de má fé, desprezo contra a autoridade do eminente relator, debochou da Justiça, tornou público e notório que se dirigiu a local incerto e não sabido permanecendo mais uma vez foragido, o que impediu o cumprimento do novo de mandado de prisão contra ele expedido”, disse o ministro.

out
15

 

DO CORREIO BRAZILIENSE

A jovem de 17 anos pediu a Macron para “assumir as suas responsabilidades” na luta contra as alterações climáticas

AF
Agência France-Presse
 

 (crédito: JONATHAN NACKSTRAND / AFP)

(crédito: JONATHAN NACKSTRAND / AFP)

Na véspera de uma cúpula em Bruxelas, a ativista ambiental sueca Greta Thunberg pediu nesta quarta-feira (14) aos líderes europeus, e ao presidente francês, Emmanuel Macron, em particular, que “façam tudo o que for possível” para melhorar a nova meta de redução das emissões de gases de efeito estufa até 2030.

Em entrevista à AFP, a jovem de 17 anos pediu a Macron para “assumir as suas responsabilidades” na luta contra as alterações climáticas e cumprir a sua “promessa” de estar na vanguarda da questão.

A União Europeia (UE) deve estabelecer até janeiro uma meta de redução de gases de efeito estufa para 2030 e superar os desafios para aplicá-la, tema que será tratado nesta quinta-feira na cúpula dos 27, que também tratará do Brexit.

“Nada do que foi proposto ou desenvolvido está de acordo com o que a ciência nos diz”, disse a jovem sueca, criadora do movimento “Fidays for Future” (Sextas-feiras para o Futuro), em uma entrevista remota, da qual também participou a jovem militante alemã Luisa Neubauer, de Berlim.

A Comissão Europeia propôs em meados de setembro buscar uma redução de 55% nas emissões de gases de efeito estufa da UE até 2030 em comparação com o nível de 1990, contra uma meta atualmente fixada em -40%, para alcançar “neutralidade de carbono “em 2050. O Parlamento Europeu exigiu uma redução de, pelo menos, 60%.

“Tudo o que for possível” 

“Pedimos que façam tudo o que for possível, o que puderem”, disse Greta Thunberg à AFP, enquanto se recusava a sugerir uma meta, porque “não há número mágico ou data mágica”.

A jovem sueca pediu “orçamentos de carbono anuais e obrigatórios que se apliquem agora, não apenas em 2030 e 2050”. Os chefes de Estado e de governo não terão que decidir antes de sua próxima reunião, em 10 e 11 de dezembro.

A Alemanha, que detém a presidência rotativa da UE, busca a unanimidade dos Estados-membros. No entanto, a relutância de vários países do leste – como a Polônia, que é fortemente dependente do carvão e se recusa a prometer neutralidade de carbono até 2050 – complica a situação.

“Provavelmente poderíamos passar o dia discutindo sobre quem bloqueia, mas no momento não há nenhum líder na Europa que pressione por essa questão”, lamentou Luisa Neubauer. “Ninguém age em um nível nem perto do necessário”, insistiu Greta Thunberg. As duas ativistas pediram a Emmanuel Macron para se envolver mais.

“Ele tem uma possibilidade incrível e uma responsabilidade a assumir. Se pessoas como ele não assumirem, se até países como a França não assumirem essa responsabilidade, como podem países como China e Índia cumprirem seus compromissos?”, argumentou Greta.

Objetivos muito ambiciosos não poderiam levar a dificuldades para muitos setores econômicos e à perda de empregos? A sueca, que fará 18 anos em janeiro, reconheceu que esses argumentos são “muito válidos”, mas pediu foco nas “terríveis consequências” das mudanças climáticas.

“É preciso olhar o todo, a visão geral nunca é levada em consideração”, disse. Greta Thunberg pediu aos americanos que votem no democrata Joe Biden na eleição presidencial de 3 de novembro.

“Quando se trata de Trump, acho que vai além da política, é uma questão de direitos fundamentais”, argumentou. “É claro que Joe Biden está longe de fazer o suficiente”, mas com Trump, “há limites”, disse.

 

G1/GLOBO NEWS

Por G1

França decreta toque de recolher noturno em Paris e outras 8 cidades por causa de Covid
 

Na terça-feira (13), a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que mais de 700 mil novos casos foram notificados na última semana na Europa. É uma alta de 34% em relação à semana anterior.

O número de novos casos é, em parte, decorrente de mais testes. Mas também houve aumento de mortes, ainda que em uma proporção menor, de 16%.

Após identificarem alta de casos, as novas regras estão sendo anunciadas por autoridades para tentar evitar que o número de mortes cresça e atinja números do começo da pandemia.

Os médicos alertam que muitas das novas infecções são em jovens, que têm sintomas mais leves da Covid-19. O maior problema, no entanto, é que eles podem transmitir o coronavírus aos mais velhos.

Veja algumas das novas restrições em 11 países:

França

Macron anuncia toque de recolher nas maiores cidades franceses para conter 2ª onda do coronavírus. — Foto: Reuters/Benoit Tessier

Macron anuncia toque de recolher nas maiores cidades franceses para conter 2ª onda do coronavírus. — Foto: Reuters/Benoit Tessier

  • Toque de recolher por quatro semanas em Paris e grandes cidades; multa para quem descumprir passa de R$ 880.
  • Bares e restaurantes foram fechados em grandes cidades.
  • Encontros e reuniões, como casamentos e festas, só podem ter até 10 pessoas; não se pode organizar eventos em locais alugados.
  • É obrigatório usar máscaras em locais públicos fechados em todo o país e em locais de trabalho.
  • Em algumas cidades, máscaras são obrigatórias ao ar livre.

Portugal

Casos de Covid crescem e governo de Portugal aprova novas medidas de restrição
 

Casos de Covid crescem e governo de Portugal aprova novas medidas de restrição

 Lojas precisam fechar às 23h e só podem entrar dez clientes por vez.
  • Obrigatório o uso de máscara na rua.
  • Aglomerações em lojas, restaurantes e vias públicas estão limitadas em até cinco pessoas.
  • Casamentos e outras celebrações pessoais podem contar com até 50 convidados.

Alemanha

  • Em áreas de alta taxa de infecção, grandes aglomerações foram proibidas até o fim do ano.
  • Pessoas que chegam de países onde há altas taxas de contágio precisam fazer testes de Covid-19 ao desembarcar na Alemanha — esses viajantes também precisam se isolar durante 14 dias.
  • Quem não usar máscara no transporte público ou em lojas pode ser multado em 50 euros.
  • As pessoas precisam informar seus dados de identidade ao entrar em bares e restaurantes.

Espanha

Profissionais de saúde na Espanha protestam em Barcelona, em 13 de outubro de 2020; eles reclamam das condições de trabalho — Foto: Emilio Morenatti/AP

Profissionais de saúde na Espanha protestam em Barcelona, em 13 de outubro de 2020; eles reclamam das condições de trabalho — Foto: Emilio Morenatti/AP

  • No dia 9 de outubro, o governo espanhol impôs um estado de emergência de 15 dias em Madri.
  • As pessoas não podem entrar ou sair da capital por motivos não-essenciais, mas é permitido ir ao trabalho e à escola.
  • É proibido o contato social entre pessoas de áreas diferentes da cidade.
  • Hotéis e restaurantes têm capacidade limitada e precisam fechar às 23h.
  • Eventos familiares e sociais estão limitados a seis pessoas.
  • Máscaras são obrigatórias no transporte público e em locais fechados.
 

Holanda

  • Bares e restaurantes deverão fechar — só podem oferecer produtos por entrega.
  • Consumo de álcool em local público está proibido após às 22h.
  • Todas as lojas, com exceção dos supermercados, precisam fechar às 20h.
  • Só se pode receber visitas de até três pessoas por dia; encontros ao ar livre devem ter, no máximo, quatro pessoas.
  • Concertos ao ar livre estão proibidos.
  • É obrigatório usar máscaras em transporte público, lojas e outros locais fechados.
  • Escolas, academias de ginástica estão abertos; crianças podem disputar esportes amadores.

Itália

Pessoas vestem máscara em frente ao Coliseu de Roma, em 13 de outubro. País reforçou medidas de restrição para a Covid-19 — Foto: Guglielmo Mangiapane/Reuters

Pessoas vestem máscara em frente ao Coliseu de Roma, em 13 de outubro. País reforçou medidas de restrição para a Covid-19 — Foto: Guglielmo Mangiapane/Reuters

  • É obrigatório usar máscaras na rua e em todos os estabelecimentos.
  • Nas escolas, todas as crianças acima de 6 anos precisam usar máscaras.
  • Bares e restaurantes precisam fechar 0h.
  • Casamentos podem reunir, no máximo, 30 pessoas; outras festas estão banidas.

Dinamarca

  • Máscaras são obrigatórias no transporte público e em bares e restaurantes.
  • Em Copenhagen, bares, restaurantes e boates devem fechar às 22h.
  • Festas particulares, como casamentos, precisam acabar às 22h.

Bélgica

Cliente de mercado de rua em Bruxelas, na Bélgica, em 13 de outubro de 2020 — Foto: Francisco Seco/AP

Cliente de mercado de rua em Bruxelas, na Bélgica, em 13 de outubro de 2020 — Foto: Francisco Seco/AP

 
  • Em Bruxelas, a máscara não é mais obrigatória em locais públicos, mas recomendada onde for impossível manter distância de 1,5 metro.
  • Bares e cafés devem ser fechados às 23h.
  • É proibido comer em feiras de rua.
  • No máximo quatro pessoas podem sentar em uma mesa de bar.
  • Boates estão fechadas.
  • Os torcedores voltaram aos estádios, mas em pequenos números.

Grécia

  • Máscaras são obrigatórias.
  • Nas ilhas, há testes para quem chega do continente.

Irlanda

  • Restaurantes não podem servir comida em espaços fechados.
  • Visitas estão limitadas: máximo de seis pessoas podem ir à casa de um parente ou amigo.
  • Eventos ao ar livre são limitados a 15 pessoas.

Suécia

  • Apesar de não haver regra oficial, a maioria das pessoas respeita o distanciamento social de forma voluntária.
  • Encontros com mais de 50 pessoas estão proibidos.

out
15
Posted on 15-10-2020
Filed Under (Artigos) by vitor on 15-10-2020



 

Sponholz, NO

 

out
15

DIÁRIO DE NOTÍCIAS (PORTUGAL)

 

Capitão da seleção portuguesa tem covid-19, está assintomático e é ausência de peso para o jogo com a Suécia, na quarta-feira, no Estádio José Alvalade.

Cristiano Ronaldo já chegou a Itália, para onde viajou esta quarta-feira, em avião-ambulância. O capitão da seleção nacional, que está está infetado com covid-19, viajou para Turim depois de assinar um termo de responsabilidade, como esclareceu esta quarta-feira a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa.

“Cristiano Ronaldo regressou a Itália num voo médico autorizado pelas autoridades sanitárias competentes, a pedido do jogador, e continuará o seu isolamento em casa”, indicou a Juventus, clube do jogador, em comunicado na sua página oficial.

O futebolista tinha deixado Portugal hoje às 13:30, a bordo de um avião-ambulância privado, que partiu do aeródromo de Tires. O plantel do campeão italiano voltou entretanto a entrar em isolamento, depois de também o jogador Weston McKennie ter testado positivo.

O capitão da seleção portuguesa estava desde terça-feira em isolamento na Cidade do Futebol, em Oeiras, depois de ter testado positivo ao novo coronavírus.

A notícia abalou a seleção nacional na noite de segunda-feira e colocou o mundo em sobressalto na terça-feira de manhã, quando a Federação Portuguesa de Futebol o tornou público. E agora? Depois de um positivo e um inconclusivo o jogador da Juventus pediu para fazer um teste num laboratório diferente, que também deu inconclusivo, segundo soube o DN. Perante esse resultado, o jogador decidiu viajar para Itália esta quarta-feira. Depois de ser transportado por uma ambulância do INEM da Cidade do Futebol, onde estava isolado, para o aeroporto de Tires, CR7 embarcou para Turim num avião-ambulância como manda o protocolo sanitário. Os infectados não podem viajar em voos regulares, sendo obrigados a viajar em aparelhos específicos.

  • Arquivos

  • outubro 2020
    S T Q Q S S D
    « set    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031