set
13

DO CORREIO BRAZILIENSE

Medida será colocada em prática a partir de segunda-feira em apenas 15 aeroportos do país e também vale para outros países, como China, Reino Unido e Irlanda

CB
Correio Braziliense
 

 (crédito: Fotos: Minervino Junior/CB/D.A Press)

(crédito: Fotos: Minervino Junior/CB/D.A Press)

O Departamento de segurança Nacional dos Estados Unidos divulgou um documento no qual retira as restrições para brasileiros entrarem no país. A determinação foi feita no fim de maio, devido à pandemia da covid-19.

Na época, o Brasil tinha acabado de ultrapassar a Rússia e se tornado o segundo país com mais casos de covid-19 no mundo.

O documento será publicado na segunda-feira (14/9), quando começará a valer. Além do Brasil, também deixam de ser barrados passageiros que partiram de China, Irã, Irlanda, Reino Unido e espaço Schenger (que inclui 22 países da União Europeia).

Medida restrita a 15 aeroportos

De acordo com o documento, serão implementadas medidas adicionais de segurança sanitária para conter o avanço da doença e apenas 15 aeroportos poderão receber os voos internacionais desses países.

“O encerramento deste esforço permitirá que os recursos de saúde pública sejam mais efetivamente priorizados para outros esforços de contenção e mitigação e vai estimular viagens aéreas. Este aviso não afeta outras medidas de saúde pública, que permanecerão em curso pelo tempo que for apropriado”, afirma o documento.

Os Estados Unidos continuam a ser o país com mais casos e mais mortes provocadas pelo novo coronavírus. Ao todo, somam 193 mil mortes e 6,1 milhões de casos.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2020
    S T Q Q S S D
    « ago    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930